BEST OF 2011

RSS
Recomendar

Dez 25 2011, 0h09

2011

Primeiro de tudo, quero dar os devidos créditos ao Thiago (thiagumb) que fez esse tipo de lista de melhores álbuns do ano em 2010 e ficou tão bom e interessante que inspirou muita gente a fazer o mesmo, não sei se a ideia foi mesmo original dele, mas ele foi o primeiro que eu vi que tinha feito isso, muito genial. Bem, eu fiz isso em 2010, confesso que foi meio corrido porque logo após de ver o do Thiago, eu já resolvi fazer o meu e peguei os álbuns que mais se destacaram, mas assim como o Biel, hoje vejo que minha lista seria bem diferente (não totalmente, mas eu acrescentaria alguns álbuns e tiraria outros) se eu tivesse ouvido todos os álbuns de 2010, mas enfim, nesse ano eu pensei muito bem em tudo, acredite ou não, desde o comecinho de 2011 eu venho “salvando” os álbuns que eu gostei na minha tag 2011 (caso queiram ver), são mais de 100 álbuns que gostei nesse ano, mas que ouvi eu nem sei, mas que foi difícil fazer essa lista de melhores álbuns de 2011 foi sim, tanto que tive que sacrificar alguns álbuns muito bons pra caber outros e não ficar muito grande, mas mesmo assim ficou gigante. A minha seleção foi assim, eu peguei essa tag de 2011 e escolhi os álbuns que mais gostei mesmo, nisso ficaram “somente” 60 álbuns, e desses 60 selecionei os melhores dos melhores que eu realmente queria na lista, e foi muito difícil, tive que sacrificar alguns álbuns, e depois fiquei com dó deles e resolvi recoloca-los de volta, então não resisti e a lista já estava pronta, alguns álbuns ficaram de fora ainda, mas isso eu resolvi depois. E para aqueles que tiverem preguiça, façam um esforço para lerem tudo e comentar, por favor, eu fiz isso com todo carinho e disposição para vocês.

Começando (sim, estou começando), queria contar um pouco sobre minha vida em 2011. O ano de 2011 foi muito melhor que o de 2010. Esse ano começou bem ruim, por culpa de certas bonequinhas, tive as piores férias de todos os tempos, acham que eu me esqueci do certo VinniR no dia 16 de dezembro de 2010? Não, não esqueci, ficou realmente marcado, mas depois de alguns dias (que foram o paraíso pra vocês sem mim, tenho certeza) voltei pra last e fiz o meu top 2010, escrevi tudo que eu queria lá, e sim, eu estava quase em depressão, por isso evitei qualquer erro e qualquer tipo de piada no meu texto. Dessa vez é muita sorte não me encontrarem em quase depressão novamente pois há alguns dias eu estava nesse estado, na verdade, há algumas semanas, mas isso já passou, graças a meus amigos. Voltando ao começo do ano, estava tudo normal, até chegar o dia 16 de janeiro de 2011, coincidência de dias, será? E mais coincidência ainda é que os dois dias (16 de dezembro e 16 de janeiro) caíram num domingo, estranho não? Eu acho, por isso que tenho medo quase é dia 16, e é pior ainda quando ele cai em um domingo. Enfim, nesse dia 16 de janeiro foi bem pior, não foi um simples perfil musical criado, mas uma conta raqueada, e imagina de quem? Sim, a minha! Eu era muito ingênuo, muito burro, confiava em todos. E não foi só uma conta, foram 2 contas raqueadas no mesmo dia e da mesma forma e talvez pela mesma pessoa, é demais ou não? Com isso, fiquei mais um tempo longe da last, mas depois voltei novamente. Mas muito obrigado “Barbies”, do mesmo jeito que me prejudicaram, traumatizaram, xingaram e tudo mais, vocês me ajudaram de certa forma, agora não sou mais ingênuo nem burro como era, que confiava todo mundo e tal, agora seleciono bem com quem eu converso e o que devo contar pra tais pessoas. Enfim, por causa desse triste fato, pensei que meu ano de 2011 seria o pior de todos, porque 2010 foi mesmo um desastre e eu sou meio supersticioso, acredito que se começou mal vai terminar mal, acredito que se você passa o primeiro momento do Ano Novo sozinho ou triste, é assim que você vai se sentir o ano inteiro. Mas enfim, eu me enganei, meu ano foi ótimo, foi melhorando cada vez mais, grandes amizades foram retomadas (como por exemplo, eu e Gui), amizades foram reforçadas (como eu e Ale), outras amizades foram perdidas (prefiro não comentar), conheci novas pessoas (como Vivi) e outras amizades continuaram fortes (como eu e Saso). Tive várias recaídas nesse ano, vários dias tristes, e talvez um dos piores foi no dia 15 de abril, em que eu tinha uma sensação estranha, uma sensação de tristeza e ao mesmo tempo de felicidade, mas tinha uma sensação imensa de chorar, e não sabia o motivo, mas a Streed tinha dito que tudo tem um motivo, e eu tentei achar o motivo pra isso, e não é que descobri? Nesse dia eu fazia 1 ano de last.fm, eu criei a conta VinniR graças ao Gui que tinha me falado desse site, com minha lerdeza, não percebi que depois de instalar o programa eu tinha que reiniciar o computador, e só percebi isso 2 dias depois, que foi quando realmente comecei a utilizar o last. Aqui vivi várias emoções e várias madrugadas dos meus dias e nenhuma foi perdida.

O last foi e ainda é um dos meus maiores vícios que já tive na vida toda, eu passo 1 semana sem entrar aqui e parece que enlouqueço, não sei o que acontece. Falando em vícios, eu sou uma pessoa muito fácil de viciar nas coisas, basta 1 vez, ter gostado e pronto, já estou viciado nisso. O meu maior vício esse ano foi com certeza sair com meus amigos, graças a minha melhor amiga, formamos um grupo que vai ficar marcado pra sempre, é com certeza o melhor grupo de amigos que já tive e talvez o mais sincero apesar de complicado e eu não ser totalmente sincero com eles e só vocês sabem por quê, eu amo eles. Então, graças a minha melhor amiga, a gente começou a sair frequentemente, e nunca fiz muito isso, antes com meus amigos, quando a gente saía, eram 2 ou 3 vezes por ano no máximo, Gui que me diga, agora, eu saio praticamente toda semana com meus amigos, e é muito bom, pra me distrair, pra me divertir, mesmo sendo sempre a mesma coisa, eu amo demais esses momentos de amigo e fico feliz por me sempre me convidarem pra sair e me incluir em tudo. Mesmo vocês não lendo tudo isso (e agradeço por isso) agradeço a todos vocês, Ana, Marcella, Laís, Flávia, Douglas, Simeone, Karol, Thainá, Leonardo A., Leonardo R., William, Erick, Guilherme, Gustavo, Micael, Mateus L. e por último e mais importante, Laísa, amo todos vocês, obrigado por fazer desse ano o melhor da minha vida <3.

Outro grande vício que eu não poderia deixar de citar porque eu fico cobrando o escritor para escrever logo próximo episódio é a fanfic inspirada em Glee do Biel que se chama Popular Parade, essa fanfic narra a história dos problemas dos adolescentes do American Kindergaten High School que entram pro coral da escola chamado Popular Parade, mais exclusivamente falando sobre os problemas da família de Kim Yarely, da família de Brooke Holy e da família de Megan Harding. O que Popular Parade tem a ver com Glee? Ela apresenta os personagens performando as músicas explicando nos mínimos detalhes até como tal pessoa canta tal música, e tem até os Volumes reunindo as melhores músicas que nem em Glee. Popular Parade é um pouco mais forte que Glee, pois envolve drogas, sexo, mortes e linguajar depreciativo, mas são essas coisas “fortes” que deixam a fic mais “real”. A fic acabou de encerrar sua 1ª temporada e logo em breve começará a 2ª temporada, e muitas outras temporadas virão por aí. O meu maior vício de Popular Parade? Com certeza as músicas, como em Glee, as músicas que eu costumava não gostar ou não prestava muita atenção comecei a gostar mais e até viciar em músicas que antes nem gostava ou então nem conhecia, me introduzindo a novos artistas e estilos de um jeito totalmente diferente e criativo, isso é o que eu amo em Popular Parade. Enfim, o dono não me deixou disponibilizar o link aqui, mas quem ficar interessado em ler a fanfic, é só me pedir que eu passo o link.
Estão cansando de ler tudo isso? Então coragem porque ainda falta muito mesmo. Já falei da minha vida normal e virtual e dos meus amigos reais, agora falarei um pouco dos virtuais, não citarei todos é claro. Ale divo, o mais parecido comigo, o que mais me faz me sentir confortável, o que mais me faz me sentir em casa, o que mais confio, o que conto tudo, o que mais me ajuda em tudo, o que me decepcionou quando soube que cancelou a sua vinda pra cá, o mais fofo <3. Saso, o mais fofo com uma ponta de safado que fica me elogiando sempre mesmo quando sou um chato <3. Biel, pare de preguiça e vai escrever PP <3. Kon, pare de ser naja e dramático “andando” com o Vivi e o Dudu e vai cuidar da DM (e também vê se desvicia um pouco do GC) <3. Gui, apesar do que houve ano passado, agradeço por voltar a ser meu amigo pelo menos virtualmente e eu ainda quero o presente que você me falou que ia me dar desde o meu aniversário <3. Vivi, seu passado e presente é mais safado e obscuro que o meu por isso é tão naja e puta <3. Fábio, seu fofo que tem sotaque e só quer me comer <3. Streed, diva que me dá conselhos divos e que sofre demais por amor, quero você de volta na safadeza e trabalhada no colorido <3. Deneer, divo safado que é o mais e talvez único não-virgem nessa coisa aqui <3. Babs, linda e melhor amiga do last pra sempre <3.David que some do nada e só volta anos depois e além de demorar pra responder ignora os recados <3. Vinícius, xará divo, primeiro xará que conheci aqui, saudades de você <3. Vick, rico e fofo e rico e safado <3. Fernando, depressivo mais lindo e forte que conheço e que honra o seu nick do last intensificando tudo <3. Mathias que me chama do nada no msn na maioria das vezes comentando sobre a música que estou ouvindo, que sempre sai fofo nas fotos e que só fala com emotes da Suzana <3. Jeff, um dos primeiros que conheci aqui no last, é um vadio que me abandonou depois de passar a noite que ele queria comigo <3. Lusca, pare de fumar seu lindo <3. Kiq, a única ex-barbie com quem tenho um relacionamento normal e sim, eu te desculpo por tudo <3. Piska, meu piska-piska que sumiu e infelizmente flopou no last apesar dos perfis lindos, ainda me lembro de quando nos conhecemos e você me enganou com sua idade <3. Rod, garoto que nunca falei muito e que tem poucas palavras, mas apesar da lerdeza, sabe muito e é muito xará (segundo ele) <3. Vine, sei que seu nome não é assim mas eu adoro te chamar de Vine e você tem que trocar esse avatar que te seduz e seduz os outros, não dá pra ter um relacionamento saudável com você assim <3. Marcos Vinícius, admiro muito o seu gosto musical e admiro também como você está lidando com a morte da sua Amy, sinto demais mesmo por ela <3. Cami, linda e fofa que tem paixão por um menor de idade, já mudou de cabelo tanto quanto da Lindsay (exagerei) e é mulher do Darren Criss <3. David Andrey orgulho de ter te apresentado o last e você já ter tantos amigos aqui <3. Desculpem-me por não citar todos, mas se fosse citar todo mundo mesmo, isso daqui não iria acabar. Eu amo todos vocês também, obrigado por tudo <3.

Outra coisa nesse ano que eu gostaria de destacar foram as decisões, eu decidi ser uma pessoa melhor ano que vem e desisti do amor, porque já percebi que eu sou feio por fora e por dentro, ninguém gostaria de mim como eu realmente sou e não, eu não quero vocês sintam pena de mim, eu não mereço a pena de ninguém. (Que dramático).

Falando agora da minha ídola, a Lindsay, como será que foi o ano de 2011 dela? Bem, o começo do ano ela passou numa clínica de reabilitação, depois de sair de lá ela se equilibrou um pouco, depois ela se envolveu com a justiça de novo, foi acusada e declarada culpada por roubar um colar muito caro, foi presa por isso, pouco tempo depois foi solta e condenada a cumprir pena onde tinha que trabalhar em um centro de mulheres mas um tempo depois foi expulsa desse centro e foi mandada pra cumprir serviço comunitário em um necrotério, que segundo ela, aprendeu muito nesse trabalho. Mas não foi um ano tão ruim quanto parece pra ela, ela fez entrevistas, continua linda, participou de um videoclipe da banda Miggs no qual roubou toda a atenção e o melhor de tudo, fez um ensaio pra Playboy recriando o original da 1ª Playboy de todas, a da inigualável Marilyn Monroe de quem Lindsay é fã 9inclusive tem uma frase de Marilyn tatuada em seu braço) e só aceitou o cachê de 1 milhão de dólares após descobrir que esse ensaio seria homenageando a Senhorita Monroe. Infelizmente as fotos acabaram vazando antes da hora, o que pode prejudicar muito nas vendas que eles julgavam que seriam um estouro, mas as fotos ficaram lindas, totalmente elegantes como disseram, ela mostrou seu melhor, seus seios são lindos (apesar de não ser a primeira vez que ela os mostra) e infelizmente não houve nu frontal como tinham dito, mas o ensaio ficou muito lindo, se eu tivesse idade, com certeza comprava. E uma ótima notícia acaba de sair, a playboy dela foi um estouro nos EUA, logo na primeira semana a Playboy esgotou-se em muitas bancas inclusive bancas em que nem costumavam-se vender revistas do tipo, então, preciso parabenizar a grande Lohan e seu lindo corpo por ter conseguido mais essa conquista, estou orgulhoso de você minha linda. Felizmente (ou infelizmente) não vazou nenhuma música dela nesse ano, ao contrário do ano passado no qual vazaram 7 faixas não-lançadas e por causa delas ainda creio que um terceiro álbum pode vir a qualquer momento, nunca perco a esperança nela <3 E ela vai passar dos 27 sem nenhum problema, eu creio.

Esse ano de 2011 na música foi ótimo, houve vários lançamentos, parece que a maioria das artistas que eu gosto resolveram lançar álbum tudo no mesmo ano, parece que elas estavam com medo de ano que vem não dar tempo de lançar e trabalhar o álbum antes do apocalipse que vai ocorrer em 2012, brincadeira. Mas enfim, foi um ano de ótimos álbuns, quase nenhum me decepcionou, tanto que essa lista ficou gigante, pena que o que era pop no ano passado se tornou eletrônico nesse ano. Além disso, parece que o mundo abriu os olhos pro Brasil esse ano, pois o tanto de artistas internacionais que veio fazer show no Brasil esse ano é assustador, espero que continue assim, pena que eu flopei e não fui a nenhum show.

Bom, então é isso, acho que já falei tudo que eu queria falar, agora leiam sobre os melhores álbuns de 2011 para mim, algumas recomendações que não poderiam ficar de fora e uma surpresa nem tão surpresa, mas que eu tenho muito orgulho de mostrar. E se vocês acham que acabou? Não acabou não, o post está apenas começando, talvez esse seja o maior post que vocês já tenham lido, mas é porque eu fiz com muito carinho e muito esforço e trabalho e talvez porque eu nem faça isso no ano que vem. Enfim, espero que gostem da minha lista.

Obs: Como todos disseram em seus respectivos posts, as piores que eu escolhi não são realmente as piores, são apenas as que menos gosto.


30. Jessie And The Toy BoysShow Me Your Tan Lines

Jessie and the Toy Boys é o mais novo projeto de Jessie Malakouti em parceria com o compositor Xenomania. São músicas viciantes com uma pegada eletrônica e pop dos anos 80. É claro que eu copiei e colei tudo isso aqui da página do last dela. Eu a conheci graças à Britney Spears, quando foram divulgados os cantores que iriam abrir a Femme Fatale Tour, Jessie And The Toy Boys estava na lista. Então, eu fui procurar sobre, pois gostei do nome (não, não foi só por causa dos homens de brinquedo) e fiquei curioso, então descobri um clipe apenas, o de Push It, que é bem divertido, e depois de vê-lo, simplesmente viciei na música, e alguns dias depois do anúncio de que ela faria parte da Femme Fatale Tour, ela lançou seu primeiro EP, chamado Show Me Your Tan Lines, ainda antes da turnê começar. Eu viciei nesse EP, músicas ótimas e melódicas, de um pop diferente. E esse EP possui apenas 5 músicas e 1 remix, mas ele não poderia estar de fora da minha lista. E ela já está prestes a lançar o primeiro álbum, já lançou o primeiro single chamado Let’s Get Naughty (ela se inspirou na Porcelain Black) todo trabalhado no S&M e o álbum que já tem nome (mas eu não me lembro qual é), acredito que saia no ano que vem.

Obs: Esse EP possui uma música chamada We Own The Night que quando saiu todos acharam que era uma demo para o novo álbum da Selena que tinha uma música de mesmo nome, além de que ela fala no refrão dessa música as frases “When The Sun Goes Down” e “We Own The Night”, mas quando o cd de Selena saiu, ficou claro que não era essa música. Enfim, só queria dizer isso apesar de ter sido inútil.

Obs²: Na música Summer Boy, o refrão lembra bastante You Keep Me Hangin’ On.

Melhores: Push It, We Own the Night
Piores: Push It (Dirty Freqs Dancefloor Remix)
Me lembra: guim_


29. Joe JonasFastlife

Quando Joe disse que ninguém tinha visto a outro lado da história e que agora era a vez dele mostrar esse lado da história, eu fiquei muito ansioso pelo álbum somente com essa frase. Acho que ele estava se referindo aos seus relacionamentos anteriores e sobre as críticas. Então, no meio do ano, ele lançou seu primeiro single solo, See No More, escrito por ele com ajuda de Chris Brown tanto na letra quanto nos vocais, eu viciei demais nessa música assim que saiu, e logo o clipe saiu. Um clipe bem obscuro e cheio de simbolismo que eu, lerdo do jeito que sou, acabei não entendendo nada, mas apesar de tudo, era lindo igual ele. Depois de um tempo, ele lançou Just In Love, seu segundo single, que pra ele seria o primeiro mas a gravadora decidiu lançar See No More primeiro, a música era meio irritante mas eu me acostumei e logo viciei. Depois saiu o clipe, muito fofo e cheio de amor gravado em Paris, e eu adorei. Depois de tanto esse clipe passar no Top 10 MTV, eu acabei viciando na música novamente e logo saiu o álbum. Mas depois de um tempo, os dois singles se tornaram enjoativos e eu queria música nova logo. Demorei um pouco pra ouvir e quando ouvi não gostei muito, mas depois de ouvir de novo e de novo, fui gostando cada vez mais das músicas, é um pouco diferente do som que ele faz nos Jonas Brothers, é mais pop e eletrônico enquanto JB é mais pop rock. É uma pena que flopou tanto quando foi lançado porque o álbum é muito bom e merecia demais o topo, ele infelizmente debutou em #15 na Billboard com 18 mil vendas do álbum, isso quer dizer que vendeu bem menos que o debut do álbum do seu irmão, Nick Jonas, na primeira semana e bem mais que qualquer álbum dos Jonas Brothers. Ele também foi um dos cantores que abriu shows da Femme Fatale Tour e inclusive, no seu último dia com a turnê a Britney o chamou para fazer a dança sensual de Lace And Leather e ele, com cara de safado, topou. Falando sobre as músicas do álbum, possui as músicas mais agitadas como Fastlife e Kleptomaniac, músicas mais calmas como Sorry e Lighthouse, músicas que parecem caça (às garotas, claro) como Love Slayer e Make You Mine, vale muito a pena, tem até um featuring com o Lil’ Wayne, mesmo eu não gostando dele. E um dos pontos positivos do álbum é que o Joe escreveu ou ajudou a escrever quase todas as músicas. Infelizmente, acredito que o álbum não terá mais singles por causa do flop e por causa da gravadora dele que raramente lança mais de 2 singles por álbum, mas quem sabe, não invistam mais nele.

Obs: O Joe disse que compôs Sorry para uma de suas ex-namoradas mas não disse qual, há rumores que sejam para a Demi.

Melhores: All This Time, Love Slayer, Fastlife
Piores: Take It and Run, Lighthouse
Me lembra: sev7ndevils, deneerwinckles


28. Allstar WeekendAll the Way

Primeiramente, agradeço ao Thiago pois conheci essa banda graças ao Top 2010 dele que tinha o debut deles. Eu achei a banda bem Disney e como sou muito disneymaníaco, resolvi baixar e a surpresa, adorei a maioria das músicas. Esse ano, eles lançaram uma música chamada Not Your Birthday, anunciada como single do filme Prom da Disney, mas depois virou o primeiro single do segundo álbum da banda, chamado All The Way. Essa música foi realmente um dos meus maiores vícios do ano, e não só meu, da Selena Gomez também, enquanto eles estavam em turnê juntos ela confirmou seu amor pela banda e também confirmou que o toque de música do seu celular no momento era Not Your Birthday, jamais esqueci isso. Essa música realmente dá vontade de danças e festejar como se não fosse o meu aniversário. Depois lançaram o segundo single, chamado Blame It On September, que é um pouco mais calma e apaixonante com um clipe bem fofo. Então o álbum, por pura coincidência ou e não sei se foi bem nas vendas ou não, não sei o que houve com ele. Só sei que depois o Nathan, o mais “moreninho” e com cabelo estilo dread, saiu da banda. Mas o álbum é muito bom e muito viciante, com músicas divertidas e que te fazem festejar como Not Your Birthday, músicas apaixonadas como Do It 2 Me e Blame It On September, músicas um pouco mais rock como Undercover, músicas que parecem acústicas e apaixonantes como Teenage Hearts, músicas de fim de namoro e que me fazem da-da-da (só quem ouviu me entende) como Sorry..., enfim, o álbum é um pop rock estilo disney, diferente dos Jonas, é um estilo mais próprio. Mas acredito que graças à gravadora que eles são, a Hollywood Record que também é a do Joe e de vários outros artistas da Disney, eles não irão pra frente e não terão um terceiro single, mas quem sabe né, é raro mas pode acontecer. E quase esqueci de dizer, eles ajudaram também em algumas composições.

Obs: Eles possuem alguns ótimos covers no youtube, o do Zach cantando Hold It Against Me com uma camiseta linda de I LOVE NY enquanto o Nathan toca o violão é com certeza um dos melhores covers que já ouvi.

Melhores: Not Your Birthday, Do It 2 Me, Sorry..., Teenage Hearts
Piores: James (Never Change), When I Get Paid
Me lembra: archulover, thiagumb


27. Sky FerreiraAS IF!

Conheci a Sky em 2010 quando o Vinni (electronic-) me mostrou o clipe de One, confesso que achei o clipe e até a música um pouco estranhos, mas depois de um tempo saiu Obsession, e essa música se tornou literalmente minha obsessão, eu viciei completamente nela, foi um dos meus grandes vícios de 2010, e graças a Obsession eu passei a gostar mais de One até que viciei também e se não era bastante, descobri outro clipe dela pra música 17 e BOOM, viciei também, aqueles “papapara” me fizeram me apaixonar pela música. Então em 2011, ela lançou seu primeiro EP chamado AS IF!, tudo bem que esse top deveria ser de álbuns e esse é o 2º EP por enquanto, mas ele é tão bom que seria injustiça se eu não o colocasse aqui. Todas as músicas são ótimas e ela escreve as próprias músicas. E descobri uma coisa, os nomes das músicas dela são inspirados em nomes de filmes que ela gosta. E a Sky não é só cantora, ela também é modelo e atriz, tanto que minhas amigas só a conhecem como modelo, não sabiam que ela tinha músicas e tal. E como atriz, eu sei que ela tem um filme independente chamado Putty Hill, mas eu nunca o assisti, quem sabe um dia. E ela é muito linda, mas confesso que tenho medo de me perder nos cabelos dela, risos. Mas voltando ao EP, ele só possui 5 músicas e nenhuma desaponta, mesmo eu preferindo todas as músicas singles que ela lançou antes que são bem melhores. O EP só possui um single, Sex Rules, mas não possui clipe e é usado para promover o comercial da CK One, aposto que se você vê MTV já viu um comercial dessa marca (e a CK One e a MTV ajudou a trazer ela para o Brasil e fazer um show aqui). Mas o estranho é que Traces tem um clipe, mas não é oficial, é só pra Hunger TV e a música nem é single. Mas eu recomendo muito esse EP, a voz dela é diferente, ela tem uma vibe meio dark com eletrônico e ela é a promessa de 2012, o ano em que pretende lançar seu debut. Destaco 108 que foi a música do EP que mais me viciei nesse ano.

Obs: One foi produzida por Bloodshy & Avant que produziram Toxic e How I Roll pra Britney Spears. Obsession foi produzida por Ryan Tedder do OneRepublic.

Obs²: Ultimamente estou muito viciado numa unreleased dela chamada Dynamite State, recomendo demais.

Obs³: Ela é descendente de portugueses, por isso o “Ferreira”.

Melhores: 108, Haters Anonymous, 99 Tears
Piores: Traces (só porque “precisa” ter uma pior)
Me lembra: electronic-, Reboot_, unsaidethings


26. Nicola RobertsCinderella's Eyes

Outro debut por aqui. Conheci a Nicola no começo do ano quando saiu a capa de Beat Of My Drum e eu simplesmente me apaixonei pela capa. Eu não conhecia a Girls Aloud, nunca tinha ouvido falar, mesmo ouvindo Cheryl Cole. Nicola é a 3ª integrante do grupo a se lançar em carreira solo. O primeiro single do álbum foi Beat Of My Drum que dividiu muitos críticos e muitos fãs. A música me assustou um pouco, mas depois eu passei a gostar, mas nada demais, só Kon mesmo pra viciar nessa música. Mas junto com a música, saiu Porcelain Heart que também estaria no álbum e por causa dessa música eu fiquei ansioso pelo álbum. Depois de todo o funk de Beat Of My Drum, ela lançou Lucky Day como segundo single que é bem melhor e virou um dos meus vícios do álbum, o clipe meio que vazou na internet dias antes do lançamento oficial e vazou numa versão não-finalizada e ainda explicava o que é que tinha que ser adicionado pra finalizar, apenas ri de tudo, parece que o cara que montou o vídeo na hora de mandar pra edição não sabia como mandar e hospedou no youtube para os caras da edição verem, risos. Mas enfim, o clipe é bem simples mas a música é demais, aquele “curubima” me pegou e me fez dançar, a música me dava vontade de sair nas ruas e fazer que nem ela. Logo o álbum saiu, começando pela capa que é linda eu me apaixonei novamente, depois de ouvir o álbum, bem, fiquei bem dividido, literalmente, eu só tinha gostado da primeira metade do cd, a outra me pareceu muito estranha mas logo fui aprendendo a gostar mas essa outra metade ainda é meio diferente pra mim. O álbum possui ótimas baladas como Porcelain Heart e Sticks + Stones, tem músicas dançantes como Lucky Day, tem músicas tipo funk como Beat of My Drum e Gladiator, tem músicas que me lembram uma vibe meio indiana e são bem críticas como I (que é o nome mais curto pra uma música que eu já vi), músicas que lembram Ellie Goulding como Say It Out Loud, músicas divertidas como Take A Bite, enfim, tem de tudo. Depois de um tempo do álbum lançado, ela lançou o terceiro single, Yo-Yo, confesso que quando soube da escolhe estranhei porque a música não era muito boa pra single, mas logo me enganei, quando saiu o clipe, fiquei muito viciado na música. Mas ela tá seguindo a ordem do álbum, se ela continuar assim, será que há chance de Cinderella’s Eyes e melhor ainda, Porcelain Heart serem singles? Se forem, eu vou amar. Enfim, o nálbum me decepcionou um pouco mas mesmo assim é ótimo e recomendo. Ah, e quase esqueci de comentar, NOSSA, ELA É MUITO BRANCA! Mas o cabelo dela é demais.

Obs: O álbum tem uma música chamada Everybody’s Got To Learn Sometime que é um cover.

Obs²: No clipe de Beat Of My Drum ela joga o cabelo pra trás, e no de Lucky Day ela faz o mesmo, essas são as minhas duas partes favoritas de ambos os clipes. Mas em Yo-Yo ela não faz isso.

Melhores: Lucky Day, Porcelain Heart, Cinderella's Eyes, Gladiator
Piores: Everybody’s Got To Learn Sometime, Fish Out of Water (a letra é linda mas eu quase durmo na música)
Me lembra: criminal- (pelo vício em BOMD), kimballsuxxx, david_henrique, beatdropped


25. Cher LloydSticks & Stones

Sticks and stones hurt just a little, risos. Primeiramente, eu tinha tirado esse álbum da minha lista mas quando decidi fazer um Top 30 resolvi recolocá-lo. Pra quem não conhece a Cher, vou apresentá-la, ela participou do programa X Factor do Reino Unido e terminou o programa no Top 4, e se destacou pela sua confiança e segurança no palco (o que eu admiro muito) e também por ser uma “rapper”. Ela foi eliminada e começou a trabalhar em seu debut. Ela fez o contrário da Nicola (que lançou a faixa 1 como 1º single, a faixa 2 como 2º single e etc), ela lançou a quarta faixa como 1º single. Swagger Jagger saiu e sobre o que era a tal música? Haters, tipo, a garota nem tinha chegado no mercado ainda e já lançou uma música sobre seus haters? Me poupe né Cher. Sorte que a música tem um ritmo que salva, um dubstep intrigante que vicia, porque além da letra sem noção, sua voz sem noção tentando “rappear” e o clipe sem noção, só isso que salva mesmo. Mas por algum motivo inexplicável, a música chegou no primeiro lugar dos charts britânicos. Depois ela lançou With Ur Love como segundo single, e eu estranhei também, mas graças ao Saso, eu viciei na música e o clipe que é muito fofo me fez viciar mais ainda, e ainda tem o Mike Posner (que eu conheci graças ao Thiago) com sua voz suave no meio da música que faz ela melhorar mais ainda apesar de ele possuir alguns versos sem noção da música como “First date, first base, second date, second base, third date...”, me poupe né. Mas depois o álbum saiu e eu gostei, o que não me conformei mas o álbum tem ótimas músicas, tem músicas divertidas como Superhero e Want U Back, baladas como Beautiful Liar (feat. Carolina Liar), músicas com dubstep como Swagger Jagger (que também é egocêntrica) e Over The Moon (que chega a ser até fofa) e Dub on the Track (feat. Mic Righteous, Dot Rotten & Ghetts) (que é uma das melhores), músicas apaixonantes como With Ur Love (feat. Mike Posner),. Ela anunciou que o terceiro single é Want U Back, o que achei legal porque a música dá pra ser bem trabalhada e amo o som de helicóptero do final, além dela continuar fazendo o contrário da Nicola. Enfim, ela merece estar na lista por ter sido safada e lnaçar esse álbum tão bom que eu não esperava.

Obs: Uma das coisas mais sem noção do clipe de Swagger Jagger é que ela coloca o iPod (seja lá o que era aquilo) pra tocar no fone de ouvido dela e depois pega um rádio gigante pra tocar a mesma música.

Obs²: Houve uma confusão com o nome desse álbum porque na capa está escrito Sticks + Stones mas no iTunes e na Last.fm saiu com a tag Sticks & Stones, eu uso a do iTunes porque acho o iTunes mais correto.

Melhores: With Ur Love (feat. Mike Posner), Superhero, Beautiful People (feat. Carolina Liar), Dub on the Track (feat. Mic Righteous, Dot Rotten & Ghetts)
Piores: Swagger Jagger, Playa Boi
Me lembra: sev7ndevils, tracesofyou


24. Natalia KillsPerfectionist

Sex, love, control, vanity, é o que resume ela, risos, nem é. Conheci a Natalia ano passado graças a um gringo que me recomendou ela, euouvi Mirrors e simplesmente amei e viciei completamente. Ela tem um EP lançado há alguns anos mas eu nunca o ouvi, esse ano ela lançou seu debut álbum chamado Perfectionist. O álbum foi lançado primeiro no UK, sua terra natal, e no fim do ano foi lançado no US com uma música nova e outra com participação do will.i.am. Bem, o álbum já tem 4 singles e acabou de ganhar seu 5º single. O primeiro foi Zombie, não sei exatamente se é single ou não mas pra mim é assim, se tem clipe lançado oficialmente e tal, é single. Zombie tem um clipe bem sombrio além da música também ser. Depois ela lançou Mirrors que é minha favorita, apesar de não achar o clipe lá essas coisas, ele é bom e é cheio de simbolismos. Então lançou Wonderland que é muito crítico e o clipe é muito bom e até possui um final inusitado. Então, depois do álbum já lançado, ela lançou a música Free, mas numa versão com o will.i.am, que como sempre, arruinou a música mas o clipe ficou ótimo e bem crítico também. Depois ela lançou uma versão sem o will.i.am mas não supera o outro. Então, depois da versão do Perfectionist lançada, ela lançou outro single, Kill My Boyfriend que é uma faixa bem divertida, uma das únicas que não tem aquele tom sombrio das músicas dela. O clipe parece que foi lançado e poderia ter sido melhor, muito melhor, ainda mais pra quem fez clipes como de Wonderland e Mirrors, mas há boatos que esse não é o clipe oficial, espero que estejam certos, mas não é que eu odeie o clipe, é que eu esperava uma obra-prima, apenas. Então, ela é bem sombria e misteriosa em tudo que faz, por causa disso, é muito comparada à Gaga, o que eu odeio pois não é só a Gaga que é sombria e tem todos esses simbolismos em seus clipes /músicas, e a Natalia é da mesma gravadora da Gaga, então elas seriam um pouco parecidas.O álbum é cheio de músicas obscuras, confesso que às vezes me irrita tanta obscuridade e uma pena que o álbum não foi exatamente o que eu esperava mas é ótimo e ela é uma ótima compositora. Fora toda obscuridade, o álbum é bem pop e (acho) que está indo bem nas vendas e espero que ela consiga o sucesso merecido (se é que já não tem).

Obs: Nos clipes ela costuma passar muitas mensagens, tanto visuais como escritas. Tem alguns clipes que possuem até aviso em seu início. Então, se você estiver muito triste ou em depressão, jamais assista Wonderland pois é muito perigoso você piorar.

Obs²: Ela foi uma das artistas que veio fazer shows no Brasil esse ano. Ela veio em setembro junto com a Katy Perry na California Dreams Tour.

Obs³: Esse ano ela fez várias participações em músicas de Far East Movement (não só em uma música /clipe como em outro clipe), Frakmusik, LMFAO e The Cataracs.

Melhores: Mirrors, Kill My Boyfriend, Wonderland, Break You Hard
Piores: Perfection, Zombie
Me lembra: lovekills-, guim_, Reboot_


23. Rebecca FergusonHeaven

Sabe quando você ouve um álbum e acha que vai fazer muito sucesso e se tornar épico? É o que eu tive nesse álbum. Primeiramente, esse álbum não estaria aqui se não fosse pelo Ale. Na primeira vez que ouvi só tinha gostado de 2 músicas e o resto achei descartável, mas graças ao top do Ale, eu resolvi ouvir esse álbum novamente e prestar muita atenção e BOOM acabei gostando da maioria das canções. Mas, primeiro, pra quem não conhece a Rebecca, gostaria de apresentá-la, ela participou do X Factor ano passado e perdeu para o Matt Cardle ficando no Top 2. Em questão de palco, confesso que ela mereceu porque, em minha opinião, ela não tem presença de palco, além de ser tímida demais e raramente demonstrar algo enquanto canta, enfim, essa foi minha crítica, mas em relação a voz, foi muito injusto pois a voz dela é muito diferente e mágica, lembra Duffy e Amy Winehouse, é muito gostosa de se ouvir. E eu gosto do nome dela porque é o mesmo nome de uma garota que eu gostei durante quase 4 anos (mas flopei porque nunca tive coragem de contar isso a ela). Enfim, o álbum realmente faz jus ao nome, porque é realmente um paraíso e quando você está ouvindo ele parece que você está no paraíso. É o poder da Rebecca. O álbum por enquanto só tem 1 single, Nothing’s Real But Love, mas o clipe ainda não saiu (acho que não saiu mas parece que saiu sim no youtube mas está bloqueado), e a música me cativou e é uma das melhores do álbum. O álbum é bem vintage, com um som mais soul e R&B, as músicas são mais ou menos na mesma vibe, não tem muita mudança, talvez a mais calma é a linda balada Teach Me How To Be Loved e talvez a mais “agitadinha” é Fairytale (Let Me Live My Life This Way). Enfim, recomendo muito esse álbum e espero que ele faça muito sucesso e obrigado ao Ale por não ter me deixado desperdiçar esse maravilhoso álbum.

Obs: Me parece que ela entrou para a RCA, mesma gravadora de grandes cantoras que eu amo, mas que dá muito trabalho e problemas também, apenas desejo sorte à Rebecca.

Melhores: Nothing's Real but Love, Glitter & Gold, Teach Me How to Be Loved, Fighting Suspicions, Too Good to Lose
Piores: Mr. Bright Eyes, Diamond to Stone
Me lembra: raposachan


22. Dia FramptonRed

Bem, eu já “conhecia” a Dia Frampton antes dela se lançar em carreira solo. Ela participa/participava da dupla Meg & Dia, junto com sua irmã Meg, então a dupla virou banda pois ganhou 3 novos integrantes. Elas/eles tem 4 álbuns de estúdio lançados inclusive um que foi lançado nesse ano também chamado Cocoon. Eu as conheci graças a minha diva da internet, Andrea Russett, que fez um vídeo daqueles que sempre faz usando stop-motion e dançando por aí com a música Monster da dupla/banda dizendo que estava viciada nessa música e eu adorei a música e viciei. Então, voltando à Dia. Esse ano ela participou da primeira edição do The Voice e conquistou a todos mas não ganhou, como a Rebecca, ela ficou no Top 2, quem ganhou foi o Javier Colon (que também lançou álbum esse ano mas nem ouvi). E então, saiu o primeiro single do álbum, The Broken Ones, confesso que achei meio chatinha no começo mas logo me acostumei ao estilo folk da música, é bem gostosinha. Logo saiu o álbum, Red (não entendi o motivo desse nome), e a maior surpresa, eu adorei o álbum, do começo ao fim, ele não fica só no folk calmo de The Broken Ones, também tem faixas mais pop como Isabella e Don’t Kick the Chair (feat. Kid Cudi) (não se assuste com o feat, você nem repara ele na música), músicas com um tom mais sombrio como Billy the Kind e Bullseye, músicas fofas e acústicas como Daniel e Trapeze, músicas como Walk Away que você se imagina andando pela cidade e até uma participação de seu mentor no The Voice, o Blake Shelton, na faixa I Will (feat. Blake Shelton) que deixa a música até um pouco mais country e todas as músicas são cantadas com a voz fofa da Dia. Enfim, o álbum foi uma surpresa porque eu não esperava que fosse adorar tanto o álbum, por isso merece demais estar aqui no meu top.

Obs: Recomendo ouvir esse álbum durante uma viagem, acho que combina e pode ser até relaxante.

Obs²: Sofro com o começo de Don’t Kick The Chair, parece macumba.

Melhores: Don’t Kick The Chair (feat. Kid Cudi), Isabella, Daniel
Piores: Heart Out to Dry
Me lembra: lovekills-


21. Pixie LottYoung Foolish Happy

Conheço a Pixie faz tempo, desde o ano passado quando vi o clipe de Turn it Up pela primeira vez e me apaixonei por ela, pela música e pela sua voz, todas as músicas dela são perfeitas. Esse ano Pixie voltou pra lançar seu segundo álbum. O primeiro single foi All About Tonight que me assustou muito e BOOOM ela tinha cortado o cabelo, foi um dos fatos que os fãs mais reclamaram dessa era. All About Tonight era estranha mas depois foi crescendo em mim e depois de poucas ouvidas eu já sabia cantar a música inteira e a vibe da música dá vontade de sair rebolando por aí, não sei se isso é só comigo. Depois ela lançou What Do You Take Me For (feat. Pusha T) (que nome gigante), outra que eu estranhei mas logo viciei graças ao Biel e PP. A música é contagiante e também dá vontade de sair rebolando por aí que nem ela no clipe, e a parte do sinal de “you’re not getting” que ela faz no clipe é a melhor, a cara dela tá muito fofa. Bem, passado todo esse tempo do clipe de All About Tonight e um pouco de What Do You Take Me For? (feat. Pusha T), eu me acostumei finalmente com o cabelo dela, deu uma maturidade pra ela que tava precisando, mas ainda acho ela mais bonita e fofa com o cabelo grande. Então saiu o nome e a capa do álbum, odiei os dois, sorte a minha que há a versão deluxe com uma capa bem melhor. Depois saiu o álbum, ainda é meio recente pra mim mas é ótimo. Não tem exatamente aquele som de soul e jazz que ela disse que teria, talvez a única que tenha esse toque é Stevie On The Radio que tem o próprio Stevie Wonder tocando na música, mas possui músicas bem agitadas como Kiss The Stars e Till The Sun Comes Out, baladas lindas como Everybody Hurts Sometimes e Love You To Death e ótimas músicas pop. E ela escreveu quase todas as faixas do álbum, o que admiro muito. Mas a Pixie meio que me decepcionou um pouco pois o Turn It Up é uma perfeição do começo ao fim e esse álbum tem várias músicas descartáveis, mas espero que faça sucesso e que tenha vários singles assim como o TIU.

Obs: O próximo single é Kiss The Stars.

Melhores: What Do You Take Me For? (feat. Pusha T), Love You to Death, Kiss the Stars, Till the Sun Comes Out, We Just Go On
Piores: Bright Lights (Good Life), Pt. II [feat. Tinchy Stryder]
Me lembra: sev7ndevils, celebration-, freakout-, amandahp, thatwhyIsmile-, victorvlf


20. The WantedBattleground

Os Procurados. Conheci-os esse ano com Gold Forever, o clipe mais fofo que eu já vi em toda minha vida, sério. Com toda a fofura do clipe, viciei na música, e descobri que era o primeiro single do 2º álbum dos caras. Eu não costumo gostar de bandas/boybands, ainda mais quando são todos homens, mas essa foi diferente, eu me interessei e baixei o 1º álbum deles, confesso que não gostei muito, mas eu estava ansioso pelo segundo álbum. Depois foi lançado Glad You Came como segundo single e eu viciei na música também, a música tem um som de verão mesmo, e a voz do Max é realmente intrigante. Apesar de no clipe eles fazerem a onda pegadores, a música é realmente ótima. Depois lançaram Lightning, o terceiro single, num clipe cheio de fogos de artifício, parecia Firework, mas a música era boa também. E então lançaram Warzone, quarto single, e ainda não tinha saído o álbum, comecei a ficar preocupado. Warzone é menos agitada e o clipe fala sobre traição. Então o álbum saiu, finalmente. A primeira vez que o ouvi, estava numa viagem e estranhei um pouco, não era tudo aquilo que eu esperava mas mesmo assim tinha ótimas músicas, mas a cada vez que ouvia gostava mais das músicas, o álbum é cheio de músicas pop dance e eletrônicas mas também tem suas baladinhas, ah, quase me esqueci, a capa do álbum é muito linda também. O que eu mais admiro na banda é que não há um padrão de beleza, todos tem seu charme mesmo sendo completamente diferentes: Max é careca e tem uma cara de mal; Shiva é irlandês mas não sei porque tem um jeito de indiano (da Índia); Jay tem o cabelo enrolado (o que eu costumo odiar mas fica ótimo nele) e tem uma cara tão fofa que dá vontade de apertar; Tom que tem uma cara de moleque e de safado; e Nathan, o mais esquisitinho e que tem cara de caçula. E o melhor, todos cantam muito bem e tem sua devida participação nas músicas.

Obs: Os integrantes ajudaram a escrever algumas faixas do álbum.

Obs²: Eles vieram para o Brasil nesse ano para abrir os shows de Justin Bieber, o show no Z Festival foi transmitido na tv.

Melhores: Gold Forever, Glad You Came, Lie to Me
Piores: Where I Belong
Me lembra: thiagumb, celebration-


19. EvanescenceEvanescence

Conheço Evanescence desde a primeira vez que vi o clipe de Lithium que eu tive muito medo da primeira vez e tenho até hoje pois no clipe ela está idêntica à Samara Morgan, de O Chamado, que eu tenho um mega trauma. Eu me apaixonei pela voz da Amy. Mas sou muito poser de Evanescence, só conhecia/conheço os singles. Desde 2006 que o Evanescence não lançava álbum novo de estúdio e isso preocupava os fãs que ficavam ansioso por outro álbum, e depois de mudanças na banda, trocando os integrantes, eles voltaram em 2011 com o terceiro álbum auto-intitulado, mas a capa é muito sem graça, poderiam ter feito melhor. O primeiro single do álbum é What You Want que tem versos bem expressivos e mostram que eles realmente voltaram com tudo. O álbum é muito bom, tem aquele rock pegajoso da banda, mas como todos reclamaram e eu também reclamarei, o álbum é meio monótono, as músicas parecem ser muito iguais, parece estar tocando a mesma música o tempo todo mas com letras diferentes, só que essa música não deixa de ser boa, e o álbum tem ótimas baladas, e são elas que fazem a diferença no álbum, tanto que o próximo single é uma delas, My Heart Is Broken, não é uma das minhas favoritas mas é linda e espero que o clipe também seja.

Obs: A banda veio ao Brasil esse ano para fazer um show no Rock In Rio.

Melhores: The Change, The Other Side, Lost in Paradise, Say You Will
Piores: Swimming Home
Me lembra: sober-, RafahHRedSky


18. AgridoceAgridoce

Novo projeto paralelo da Pitty com seu guitarrista Martin, fazem um som bem diferente e mais calmo que da banda Pitty. Lembro de uma entrevista deles falando que ficaram numa casa no interior por dias para compor as músicas e entrar no clima do álbum, o que achei bem fofo. Chamado por eles de fofolk: fofo folk. Nem sempre é assim, apesar do ritmo calmo e suave, as letras nem sempre são tão suaves. É o que diz Pitty e Martin de seu novo projeto, eu não sabia que iria gostar tanto do álbum pois eu não tinha gostado de Dançando, mas quando o álbum saiu e eu ouvi, BOOOM, me apaixonei, letras lindas, instrumental magnífico, a linda voz da Pitty e tudo mais. Pitty é uma das únicas artistas brasileiras que eu gosto e respeito. O álbum é bem diferente do que eles fazem na banda Pitty, é mais acústico e mais calmo, não tem aquelas guitarras pesadas e bateria da banda. E no álbum possui várias línguas misturadas. Tem músicas todas em português como Dançando, músicas inteiras em inglês como Say, músicas inteiras em frânces como Ne Parle Pas, e até covers como o do The Smiths de Please, Please, Please, Let Me Get What I Want, que não desaponta em nada, mas também há canções que enganam, como por exemplo Upside Down que tem nome em inglês e a maioria dos versos é em português. É um álbum ótimo pra se ouvir durante uma viagem. Possui músicas um pouco mais agitadinhas mas que continuam calmas e suaves como Embrace The Devil até músicas extremamente calmas como Romeu, também tem músicas que te fazem viajar enquanto está ouvindo como em O Porto que você se imagina viajando ou então 130 Anos que te faz viajar no tempo. E você acha que é só a voz de Pitty que se ouve nesse álbum? Não, o Martin também dá o ar da graça de sua voz no álbum, como em 20 Passos em que a música é cantada praticamente inteira por ele com ajuda da Pitty. Dançando é o único single do álbum até então.

Melhores: Embrace The Devil, 20 Passos, O Porto, Please, Please, Please, Let Me Get What I Want
Piores: La Javanaise
Me lembra: sober-


17. ColdplayMylo Xyloto

E o Coldplay lançou álbum novo, o quinto e segundo o Chris Martin, talvez último álbum da banda, o que eu acho difícil. Quando Coldplay lança álbum novo, a EMI relaxa um pouco pois eles realmente vendem muito. Eu adoro os outros álbuns do Coldplay, mas sou poser deles também, só conheço os singles mas quando estou nos dias tristes ou quase em depressão, Coldplay estão na minha playlist, Yellow, Fix You, The Scientist, me identifico bastante com essas. Esse álbum assustou um pouco, primeiro pelo primeiro single, Every Teardrop Is A Waterfall, que é um pouco mais pop e eletrônico que o que eles costumam fazer, e por causa desse single, a maioria achou que eles fariam o mesmo tipo de som no álbum e se entregariam ao que faz sucesso hoje em dia. A segunda coisa que assustou acho que foi o nome, mas isso é o de menos, ele só é estranho e a pronúncia dizem que é difícil, mas segundo o Coldplay, a pronúncia é do jeito que a gente quer pronunciar, o que eu achei bem legal, é como se fosse uma nova língua inventada para dar título ao álbum. E em terceiro e último, a coisa que talvez tenha assustado mais a todos é a participação da Rihanna, pelo que eu sei, eles não possuem nenhum álbum que tenha qualquer faixa com algum featuring, então acho que esse é o primeiro álbum que tenha isso, parabéns à Rihanna, e por que eles escolheram Rihanna: Pois para eles, a voz dela é a melhor do mundo, o que discordo. E parece que ela deu trabalho enquanto gravava a música, mas a faixa ficou ótima e não deveriam julgar a Rihanna por participar do álbum, afinal, ela foi convidada pelo grupo. Segundo eles, o álbum é bem conceitual (eu diria qual é o conceito mas esqueci). Há faixas mais agitadas como Every Teardrop Is A Waterfall mas também há as mais calmas como Paradise que é o segundo single e agradou bem mais além de ser bem gostosinha de ouvir e o clipe ser um dos mais fofos, eles ficam muito fofos de elefantinhos. Uma coisa que me irritou no álbum são as intros/interludes desnecessárias, tipo, não são desnecessárias, mas não precisavam estar separadas, se tivessem colocado nas próprias músicas, seria bem melhor. Mas eles não mudaram, continuam fazendo as músicas soarem do jeito deles.

Obs: Na contra-capa do álbum possui a tracklist e logo abaixo possui uma fileira de símbolos, e cada símbolo representa uma faixa, o que eu achei uma ideia bem original.

Obs²: Graças ao Biel e PP, novamente, viciei em Princess Of China (feat. Rihanna) e Us Against The World.

Obs³: Duvido que não saibam mas eles vieram ao Brasil esse ano também e fizeram um show épico no Rock In Rio.

Melhores: Hurts Like Heaven, Paradise, Us Against the World, Don’t Let It Break Your Heart
Piores: Mylo Xyloto, M.M.I.X., A Hopeful Transmission
Me lembra: sober-, celebration-


16. Shane HarperShane Harper

Shane foi uma das minhas paixonites esse ano. Eu como disneymaníaco não poderia perder a estreia dele no mercado musical. Ele é conhecido por participar da série Boa Sorte Charlie como Spencer mas talvez você já tenha visto esse rosto bem antes, ele foi um dos dançarinos no filme High School Musical 2, por isso que eu tinha a impressão que conhecia esse cara de algum lugar mas não sabia de onde. Ele é um lindo, é lindo de cabelo grande, é lindo de cabelo curto, é lindo de franja, é lindo de cabelo espetado, é lindo de cabelo pra cima, é lindo de qualquer jeito. O álbum dele lançado esse ano é bem acústico mas não deixa de ter aquela pitada de Disney com um toque de Shane com essa voz linda. Ele compôs algumas faixas do álbum e ele até toca em algumas. O primeiro single do álbum foi Dance With Me que tem um clipe que mostra ele dançando como ninguém, cantando e tocando como só ele faz. O segundo single foi One Step Closer que foi a música dele na qual me fez viciar e me apaixonar, pena que não há clipe para a música. O estilo dele é lembra bastante Jason Mraz e John Mayer. Depois de ter me apaixonado por ele quando ouvi o seu álbum, quatro meses depois ele me vem com novo visual, com novos lives e e um cover de Love You Like A Love Song que me fez me apaixonar por ele novamente. Shane, para de me fazer me apaixonar por você. E não é só pela beleza, pela voz e pelas letras das músicas também. Destaque pra Wait For Me que tem a participação da linda Bridgit Mendler e parece ser acapella mas mesmo assim continua incrível, e também destaco Rocketship que também tem potencial pra ser single.

Obs: Parece que ele está trabalhando num EP junto com um dos produtores musicais de Glee, o Adam Anders.

Obs²: Ele é faixa preta em artes marciais, isso não interessa a ninguém mas eu acho mega legal.

Melhores: One Step Closer, Wait for Me, Rocketship, Dance With Me
Piores: Jump
Me lembra: dejavu-


15. Panic! at the DiscoVices & Virtues

O Panic! voltou mais forte do que nunca. Depois de várias mudanças na banda, só ficaram Brendon e Spencer da formação original, mas eles não se abalaram, voltaram mais fortes do que nunca e mostraram que não precisavam dos antigos membros para continuarem fazendo sucesso. Mostraram isso nas músicas e nos próprios clipes fazendo indiretas e tudo mais. Eu sou muito mais poser deles do que qualquer outro, sou daqueles que só conhece mesmo I Write Sins Not Tragedies, New Perspective e Nine In The Afternoon deles. Mas eu gosto dos dois álbuns deles, difícil escolher qual é o melhor, mas o que me cativou mesmo foi o Vices & Virtues que tem músicas ótimas mesmo. Já amei de cara o primeiro single, The Ballad Of Mona Lisa, que além de clipe perfeito, tem melodia perfeita, ela entra na sua cabeça e você não consegue parar de cantar aquele “Whoa, Mona Lisa”. Depois o álbum saiu e eu adorei a maioria das músicas, achei o estilo do álbum tão elegante, desde a capa, passando pelo encarte até as letras e melodias. Depois lançaram Ready To Go (Get Me Out Of My Mind) que se tornou um vício também e tem um ótimo clipe que te faz viajar junto com eles. No álbum há canções incríveis como Let’s Kill Tonight que ao cantá-la te faz sentir tão bem e tão confiante que você não tem mais preocupações ou então Sarah Smiles que é impossível não seguir o ritmo do refrão com a cabeça enquanto ouve. Também há músicas como Hurricane em que você acompanha a música batendo palmas E adorei a ideia do Brendon ficar quase nu durante a turnê, sortudos são os que viram isso ao vivo.

Obs: Sofro com os gritos afetados do Brendon em Bittersweet.

Melhores: The Ballad of Mona Lisa, Ready to Go (Get Me Out of My Mind), Let’s Kill Tonight, Sarah Smiles
Piores: Memories
Me lembra: amandahp, BruhnoPereira, Reboot_


14. Florence + the MachineCeremonials

Conheci a Florence assim como muita gente graças a uma performance épica no VMA de 2010. Depois de lá, ela se tornou muito famosa, e também graças a Garota Infernal, comecei a amar ela, pois me viciei na música Kiss With A First e logo depois em Dog Days Are Over. O que me fez amar o primeiro álbum dela, o Lungs, que é perfeito do começo ao fim, incluindo melodia, letras e a incrível voz da Florence. Em 2011, ela lançou o incrível Ceremonials. Confesso que não havia gostado de nhuma música da primeira vez que ouvi, só das que já haviam saído antes, o single promocional What The Wtaer Gave Me, que eu amo mais que o próprio primeiro single oficial do álbum, Shake It Out, que não me agradou tanto quanto agradou aos outros, mas o clipe dessa tem uma ótima fotografia. Como disse, não havia gostado do álbum, mas depois de ouvi-lo novamente e novamente, comecei a gostar de cada música e percebendo a beleza que esse álbum tem, até que ela lançou o segundo single oficial, No Light, No Light, que eu me apaixonei perdidamente, é uma das melhores músicas do álbum e o clipe é, com certeza, épico. Espero que algum single do álbum faça tão sucesso quanto Dog Days Are Over, pois realmente merece. É incrível como as músicas do álbum são únicas e têm sua própria característica como Never Let Me Go e Lover To Lover que são bem calmas mas tem um refrão rasgadão como diz o Biel, Only it For The Night e Breaking Down que te faz entrar em transe ao ouvir, Seven Devils que me dá medo só pelo nome, Heartlines e Spectrum que possuem refrões que ficam na sua cabeça e não saem. É demais como ela consegue criar uma sonoridade própria no álbum inteiro, a melodia das músicas realmente faz jus ao nome, ao ouvir o álbum, parece que você está numa cerimônia mas não daquelas chatas e sem graça, e sim aquelas que você vê/ouve de tudo. Mas eu ainda acho o Lungs bem melhor que esse álbum.

Obs: Ela vai vir fazer show no brasil ano que vem, logo no começo do ano, prevejo que vai ser épico.

Obs²: A melhor parte de Strangeness and Charm é o “HÁ!” do fim.

Obs³: What The Water Gave Me (Demo) > What The Water Gave Me. Mas as duas são demais.

Melhores: No Light, No Light, What the Water Gave Me, Heartlines, Spectrum
Piores: Remain Nameless, Bedroom Hymns
Me lembra: electronic-, rodhatesyou, GuiiFernandesM


13. Jennifer LopezLove?

Demorou mas saiu. Desde 2009, J-Lo vem gravando e tentando lançar esse álbum mas infelizmente não tinha conseguido. Graças ao fracasso do primeiro single do álbum, Louboutins, música que eu gostava e sempre gostei demais, o álbum não foi lançado na época prevista e ela acabou sendo demitida da Sony, gravadora da qual fazia parte há 10 anos, mas logo se juntou a outra gravadora, a Island Def Jam, que resolveu tornar o álbum Love? Realidade. O primeiro single, On The Floor (feat. Pitbull), foi realmente um sucesso mundial, uma das músicas de mais sucessos do ano, um grande marco para Jennifer, e a música possui sample de Llorando Se Fue, eu ainda me lembro de quando saiu On The Floor no começo do ano e todos amando a música. Eu estranhei um pouco mas logo adorei, mas depois comecei a enjoar até que comecei a odiar graças a meu irmão (que faz tudo piorar) que viciou nessa música e em todo lugar que ia, ouvia essa música, o que me irritou profundamente. Logo saiu I’m Into You (feat. Lil Wayne), segundo single do álbum, que foi uma escolha arriscada mas eu amei a música, tem uns toques sexys e tal, quando eu ouvia/ouço essa música, me dá vontade de sair rebolando e requebrando por aí, sofro demais. Logo saiu o álbum, algumas músicas já haviam sido vazadas antes mas outras eram inéditas o que é bom e ela está aproveitando isso, ela está lançando as músicas novas como single, o que acho ótimo, apesar de achar que algumas das que já tinham sido vazadas há muito tempo merecerem clipe. O bom é que o álbum não fica só no electropop de On The Floor (feat. Pitbull), há sim outras músicas nesse estilo como Papi que é uma das melhores, Invading My Mind e Good Hit, música diva de Tags & Secadores (só fã de m-lo entende), há músicas com toques caribenhos e latinos como I’m Into You (feat. Lil Wayne) e também há baladas lindas como (What Is) LOVE? e Until It Beats No More. Eu não entendia o motive desse título mas depois que vi a explicação achei linda. E a capa do álbum é magnífica. O álbum teve uma grande produção, fez bastante sucesso, está para ser relançado numa versão com novas músicas e talvez venha uma grande turnê por aí. Dá pra acreditar que essa mulher tem mais de 40 anos e teve gêmeos? Com o corpo e a empolgação que ela tem, não. Britney tem algo a aprender com essa mulher.

Obs: Papi é o vídeo mais engraçado que eu já vi em 2011 e um dos mais engraçados que já vi em toda vida, amo demais.

Obs²: Adoro a vibe de Starting Over que tem mesmo um ritmo de recomeço.

Melhores: Papi, Until It Beats No More, Invading My Mind, Starting Over
Piores: Run the World, Villain
Me lembra: deneerwinckles, RafahHRedSky


12. Glee CastGlee: The Music, Volume 7

Glee foi o meu maior vício e surpresa do ano. Antes, eu odiava Glee, e passei a odiar mais ainda depois que resolveram falar “mal” da minha Lindsay Lohan e deixaram-na mega triste com isso. Mas eu baixava as músicas, gostava dos covers e tudo mais (confesso que só descobri que eram covers quando me contaram), passei a acompanhar as músicas mesmo desde o episódio tributo à Brit (que nem é um dos melhores) mas só por ter músicas dela cantada por eles, eu me animei e comecei a baixar, e desde então, eu comecei a baixar tudo deles, até ia começar a ver a série, tinha baixado a primeira temporada completa mas BOOOM, Hellcats tinha sido lançada, e eu não sabia o que acompanhava, pois pra mim é muito difícil acompanhar 2 séries ao mesmo tempo, e então, como tinha as minhas queridas Ashley Tisdale e Aly Michalka no elenco, decidi acompanhar Hellcats, a qual amei do começo ao fim, pena que não teve um fim tão digno quanto deveria, a série acabou sendo cancelada por ter poucos telespectadores, infelizmente, mas foi bom enquanto durou. Então, fiquei carente de série até chegarem as férias. Eu e Saso tivemos a ideia de ver Glee, e tentávamos ver juntos mas nunca dava certo, mas eu fui me apaixonando a cada episódio que via, e pelas performances, e pelas músicas, e pelas vozes, e tudo mais, tudo parecia tão ótimo. Isso prova que não se pode tomar uma conclusão precipitada sobre algo sem ao mesmo provar disso. Então me viciei em praticamente todas as músicas e todos os personagens, durante as férias, vi a primeira e segunda temporada, e fiquei super ansioso pela terceira que estava para vir em breve. O que eu acho interessante é que cada personagem tem sua história e cada um é diferente do outro e cada um possui seus problemas, mas eu admiro todos do seu jeitinho e com seu talento, se eu fosse falar o que acho de todos aqui isso ficaria maior que o meu post inteiro então vou resumir essa parte, Rachel com certeza é a mais talentosa e Kurt é o mais intrigante para mim, apesar do Blaine ser ainda mais talentoso, mas a minha favorita é a Quinn, apesar de você estar muito estranha e talvez até bipolar nessa terceira temporada, eu ainda te amo loira, talvez ela seja sempre bipolar, ela é fofa com um jeito safado, é malvada mas tem bondade quando é preciso, tem um sorriso que faz você se apaixonar e te mata ao mesmo tempo, tem uma voz tão sedutora e sexy que me faz gozar ao ouvir, apesar de as músicas dela na série não serem as melhores das melhores, tem alguma coisa na voz dela que me faz querer ouvir mais e mais e mais, sem parar, parece droga, parece doce para os meus ouvidos, nunca ouvi nada parecido antes. Tudo bem, acho que já falei demais do meu vício na série, e só pra constar, eu disse os nomes dos personagens porque estou falando da série, dos personagens dela. Mas falando fora da série, houve uma semana em que me apaixonei pela Dianna e ainda sou apaixonado, eu via ela em todos os lugares, ela estava no meu last, no meu msn, na minha “área de trabalho”, na tv, no meu celular, teve até um filme dela que eu vi nessa semana, acho que era Eu Sou O Número Quatro, em que toda vez que ela aparecia, era mais forte que eu e eu gritava “DIVA” e não conseguia parar de admirá-la, parecia uma nova Lindsay. Enfim, agora falando sobre o álbum, com certeza não é o melhor deles, os épicos Volume 3, 4 e 5 são bem melhores, mas também não é um dos piores. Como todos estão dizendo, a seleção das músicas foi meio ruim, mas não tanto quanto estão falando. Eu acho que mesclaram bem as faixas, apesar de faltar as épicas que fizeram a terceira temporada valer a pena como We Got The Beat, Spotlight, It’s All Over, Take Care Of Yourself, America, I Kissed A Girl, Survivor / I Will Survive e principalmente, We Are Young. E o álbum tem várias músicas descartáveis que poderiam ser trocadas como It’s Not Unusual, Uptown Girl (me desculpem Warblers mas sem o Blaine vocês não tem potencial) e talvez as músicas das Seletivas do New Directions, que pra falar a verdade, não gostei de nenhuma, a única que vale a pena é Control e somente pela intro da Dianna que é a coisa mais maravilhosa que tem. Mas ao ouvir ao álbum, eu tenho diferentes emoções ouvindo as músicas, tenho vontade de dançar e me divertir ao ouvir You Can’t Stop The Beat e Last Friday Night, ou de chorar e me emocionar como em Fix You e Constant Craving, ou então de somente apreciar a linda voz deles como em Somewhere e Tonight, ou então fazer as coreografias dos episódios como a de Run The World (Girls) e a épica Rumour Has It / Someone Like You, ou então apreciar o rock agressivo de Hot For Teacher ou a versão calma com a linda voz do Cory em Girls Just Want To Have Fun. Ao ouvir o álbum, eu sinto tudo isso, simplesmente lembrando das cenas das músicas, nunca pensei que sentiria isso ouvindo um álbum de Glee. E esse álbum só está aqui pois foi o primeiro Volume de Glee que eu acompanhei devidamente. Obrigado Glee, vocês mudaram minha vida e continuam mudando, ou não.

Obs: Dedico o post a minha grande amiga mulher do Darren, Cami. E me desculpe Rod, mas agora você tem que dividir a Dianna com todos, inclusive eu.

Melhores: You Can’t Stop The Beat, Fix You, Rumour Has It / Someone Like You, Constant Craving
Piores: Uptown Girl, It's Not Unusual
Me lembra: sev7ndevils, celebration-, criminal-, guim_, xbeckettx, rodhatesyou, poisonsociety


11. Kelly ClarksonStronger

Kelly, sua linda que voltou com outro álbum perfeito. Conheço a Kelly há muitos anos, mas nunca acompanhei nada dela. Depois de problemas com a gravadora, finalmente conseguiu lançar o seu quinto álbum de inéditas. O primeiro single vazou antes da data oficial e talvez foi proposital, pois no clipe tá cheio de notícias falando sobre “o novo single da Kelly que vazou”. Acho que ela não deveria se preocupar muito com isso pois é a coisa mais normal no mundo de hoje, só se tiver ocorrido que nem a Bey, que vazou o álbum 1 mês antes da estreia, o que é bem preocupante. O primeiro single, Mr. Know It All, eu achei um pouco estranho no começo mas logo adorei, apesar de que todos criticam o refrão por lembrar muito o refrão de Just The Way You Are do Bruno. Logo foi anunciado o segundo single, o que “dá nome” ao álbum, What Doesn’t Kill You (Stronger) e há alguns dias saiu o clipe, me decepcionei um pouco porque imaginava algo lindo e inspirador, mas a beleza dela no clipe compensou, ela tá tão linda que eu nem consigo explicar, e aquela dança então, um dia eu ainda vou aprender ela completa, achei muito diva. Então, falando sobre o álbum, antes mesmo de eu ouvir, o Biel me viciou em The Sun Will Rise graças a PP, a amizade da Megan e da Kim é diva demais. Quando ouvi o álbum, foi BOOOM, não saberia que iria gostar tanto dele, lembra bastante o All I Ever Wanted mas é bem melhor, e o que mais gosto do álbum é que ele mescla os outros álbuns dela em “novas” músicas, como What Doesn’t Kill You (Stronger) e Breaking Your Own Heart que me lembra o Breakaway, Dark Side e Honestly que me lembram o My December, I Forgive You e Let Me Down que me lembram All I Ever Wanted e até o Thankful que eu não gosto muito deu uma passada pelo álbum com Why Don’t You Try. Mas o álbum possui além do pop rock que já é o estilo marcante da Kelly, baladas lindas como Standing In Front Of You e tem até um pouco de country como em Don’t You Wanna Stay (feat. Jason Aldean) que ela também arrasou. E esse álbum tem ótimas letras, um ar de que ela realmente voltou mais forte do que nunca, cheio de confiança e segurança.

Obs: Ela anunciou recentemente que vai fazer um dueto com a Demi Lovato, estou esperando ansiosamente para isso.

Melhores: What Doesn’t Kill You (Stronger), The Sun Will Rise, Breaking Your Own Heart
Piores: Why Don’t You Try, Don’t You Wanna Stay (Feat. Jason Aldean), Einsten
Me lembra: celebration-, david_henrique, guim_, RafahHRedSky


10. Dulce MaríaExtranjera Segunda Parte

SAFADA! Você me fez comprar o Extranjera – Primera Parte pensando que na Segunda Parte haveria somente músicas novas e você me veio com além das músicas novas, todas as músicas da outra parte estava no álbum também, por que não fez que nem a Robyn e lançou-o como Extranjera logo? Hunf. Enfim, primeiro preciso falar, odiei essa capa e ainda acho ela estranha, mas mesmo assim acabei comprando o cd que é lindo e ainda vem com versões em português das músicas Extranjera e Ingenua, um beijo pros gringos. É uma pena que ela não invista no encarte, pois com a beleza que ela tem, poderiam ficar lindos. Eu sou fã dessa ruiva desde o Rebelde, Roberta era e sempre será minha personagem favorita, ela era minha favorita no RBD e sempre vou amá-la. Em 2010 ela lançou seu EP de estreia, o Extranjera – Primera Parte, com o single Inevitable, que foi dos meus maiores vícios de 2010 sem dúvida. Esse ano ela lançou o álbum Extranjera Segunda Parte, incluindo além do seu primeiro single, inevitable, também outro single, Ya No, regravação de Selena. Ýa No só me conquistou pelo clipe, que é muito lindo e interessante, pois a música não é tão interessante por si mesma. Parecia que ela tinha desistido de divulgar o álbum quando BOOM, ela çlança Ingenua como single, que é com certeza a mais linda do álbum e mais emocionante, e veio com um clipe lindo e bem produzido que quase me faz chorar. O álbum é cheio de músicas em espanhol (jura?) que eu costumo não gostar mas como é a Dulce, eu amei, tem uma ótima produção, confesso que algumas músicas que pelas previews eu esperava que fossem as melhores acabaram me decepcionando como Dicen, mas o álbum é cheio de pop latino, músicas agitadas como Inevitable e Luna, baladas lindas como Ingenua e No Se Parece entre várias outras finalizando o álbum com uma faixa ao vivo que prova que ela não é só boa em estúdio como também ao vivo. Esse ano ela veio ao Brasil com sua turnê “Estranjera On Tour” e ainda se apresentou no Meus Prêmios Nick 2011 como convidada de honra e até ganhou prêmio de Melhor Artista Internacional (acho que foi esse, não me lembro). E admiro como os fãs dela lutam para deixar a página dela no last tão organizada e conseguir mais fãs organizando play-days e etc, parabéns a vocês. E Dulce, não pare de fazer música, principalmente baladas, que é o que você faz de melhor.

Obs: Gui diz que eu imitando a voz dela fica igualzinho, risos.

Obs²: O “I know you love me” de Luna me lembra demais Gossip Girl.

Melhores: Inevitable, Ingenua, Extranjera, No Se Parece, Luna
Piores: Pensando en Ti e 24/7 (Desculpa Dulce mas auto-tune não cai bem em você)
Me lembra: barbara_helena, brunoguiltyp, Pedro-HenriQ


9. Beyoncé4

Falem o que quiser, eu adorei o álbum. Não achei que é o pior álbum, Dangerously In Love é bem mais insuportável, mas também não é o melhor, B’Day ainda arrasa. O álbum vazou um mês antes de sua estreia, o que preocupou muita gente, inclusive os que trabalharam no álbum, os fãs começaram a achar que o álbum seria cancelado pois como vazou bem antes as vendas cairiam feio, mas não foi o que aconteceu. O primeiro single do álbum, Run The World (Girls), foi bem arriscado e estranho, muitas críticas ruins, mas eu adorei o clipe, mostra mesmo como as garotas mandam, e a música com ela cantando cada verso de um jeito, depois de tanta insistência, conseguiu me pegar, lembro-me de um dia eu estar cantando essa música e meu pai perguntar “O que é isso? Macumba?” Sofri demais. Depois veio Best Thing I never Had como segundo single, o que gostei e ela está linda de noiva no clipe naquele cenário lindo, mas não é uma das melhores, mas eu rio da cara do rapaz que fez isso com a Bey, deve estar cheio de raiva por causa dessa música. Quando o álbum saiu, todo mundo estranhou demais e já foi chamando de lixo, macumba, flop e tudo mais que achavam que era. Eu ouvi o álbum com calma e não consegui achar o tal “lixo” que estavam falando, tudo bem que eu odiava, odiava e odiava a primeira faixa do cd, 1+1, era tão irritante e desprezível o jeito que ela cantava a música, ainda mais o fim de cada verso com aquela voz horrível, mas depois do clipe que ela lançou para a canção, que é lindo e de tanto passar do Top 10 MTV, eu acabei começando a gostar da música, risos, mas não é uma das melhores. O álbum foi um vício mesmo, na primeira vez que ouvi já adorei a maioria das canções, e depois que vi o “documentário” Year of 4, me apaixonei pelas canções I Was Here e Countdown. O álbum possui lindas baladas como I Was Here e I Miss You, músicas um tanto vintage como Love On Top e Dance For You, músicas super dançantes e agitadas como End of Time Run The World (Girls) até faixas mais R&B que mostram que Bey não perdeu suas origens como Party (feat. Andre 3000) e Start Over entre outras. No VMA desse ano, Bey cantou com todo o gogó Love On Top e anunciou sua gravidez, foi um BOOM total, parece até que ela tinha calculado tudo pra acontecer justo no dia do VMA, e ela ainda está grávida, boatos e mais boatos dizem que essa gravidez é falsa, mas eu creio que não seja, a Bey não parece ser uma pessoa que faria isso só pra ter mais sucesso, pois grávidas atraem mais vendas, mas ela nem precisa disso, já é uma das mulheres bem sucedidas da atualidade e seu álbum já havia sido #1 na Billboard 200 logo na primeira semana, se tornando o 4º álbum da Bey a conseguir tal posto (e ela só possui 4 álbuns de inéditas). Depois do anúncio da gravidez, Bey deu “aloka” e começou a fazer tudo a tempo antes que não desse mais pra esconder a barriguinha. Ela começou a lançar clipes sem parar, 1 atrás do outro, semana por semana, primeiro lançou Countdown, 3º single do álbum (sim, parece que 1+1 foi somente promocional), com um clipe que foi acusado de plágio por certas cenas mas ela depois lançou uma versão alternativa pra tentar fugir dessa acusação, então na outra semana, ela lançou outro clipe, de Love On Top, que virou single somente na Austrália, e o vídeo não desaponta nem um pouco, adoro como a música vai crescendo e ela vai crescendo o gogó e no clipe os cenários vão mudando, segundo ela, o clipe mostra um sonho dela, de ser de uma banda de homens em que ela é a cantora principal (acho que era isso), o que achei bem legal, e o clipe também foi acusado de plágio, mas segundo a Bey, foi apenas uma homenagem, risos. E então, na outra semana, Bey lança outro clipe, o de Party, com uma nova parceria, com um clipe que também não decepciona, que me fez até gostar um pouquinho mais da música e no clipe até possui uma de suas amigas do Destiny’s Child, a Kelly Rowland, o que achei bem fofo elas duas juntas, esse clipe não foi devidamente acusado de plágio, foi apenas citado um certo plágio. Então, um m~es depois, Bey resolveu lançar outro clipe, dessa vez de umka faixa do Deluxe, a faixa Dance For You, que ganhou um clipe totalmente sexy em preto e branco cheio de elegância e dança sensual, foi até acusado de plágio pelos Britfãs simplesmente por ter alguns movimentos que Britney faz em seus clipes, mas não foi acusado devidamente. Agora Bey acaba de lançar seu novo DVD de show, incrível que a cada era essa mulher lança no mínimo 1 DVD de show, admiro muito isso. E é incrível que ela consegue dançar como ninguém e ainda cantar sem desafinar. Enfim, o DVD é o Elements Of 4: Live At Roseland, e parece que é lindo, não vi nem comprei mas recomendo, risos. É incrível que essa mulher até quando está de repouso ou não está fazendo nada, está fazendo ou lançando alguma coisa, admiro todo o trabalho dela. E Bey, espero que você faça de End Of Time ou I Was Here singles, porque senão, vou jogar o seu cd fora, brinks.

Obs: Eu esperava que Party pelo nome fosse uma música bem agitada e de festa mesmo e ela me vem com essa música sem graça, me poupe né Bey, minha maior decepção foi essa.

Obs²: O álbum possui uma versão japonesa que vem com uma música bônus chamada Dreaming que não sei como essa gata deixou escapar da versão standart, é uma música tão perfeita e linda que me mata você não ter colocado ela na versão standart, né senhora Knowles.

Melhores: I Was Here, Love on Top, End of Time, Countdown
Piores: 1+1, Rather Die Young, I Miss You
Me lembra: redribbon-, dejavu-, charlietimber, guim_


8. Alexis JordanAlexis Jordan

Alexis diva. Pra quem não conhece, apresentarei. Ela ficou conhecida por participar da primeira edição do America’s Got Talent, e quando foi eliminada, começou a postar vídeos de covers no youtube, e devido á repercussão que obteve, chamou a atenção de Jay-Z que decidiu contratá-la para a gravadora Roc Nation. Ela lançou seu primeiro single no fim de 2010, Happiness, que foi um sucesso, ficou em #1 na Holanda e Noruega e em ótimas posições em outros países. No começo de 2011, ela lançou seu segundo single, Good Girl, que foi com certeza um dos meus melhores vícios do ano, e com o clipe tão dançante e que tem tudo a ver com a música, me dá vontade de dançar também. Lembro até de ter recomendado pro vick, mas ele só gostou de Happiness, safado. Então saiu o álbum, e eu gostei da maioria das músicas, ela tem uma vibe pop dance com R&B sem falar na linda e forte voz dela, que com certeza marca presença. O álbum tem desde as músicas dançantes como Good Girl e How You Like Me Now até baladinhas como Say That e The Air That I Breathe (que é bem acústica) passando também por faixas R&B como Love Mist e Laying Around. Depois de um tempo, ela lançou Hush Hush como terceiro single, o que achei ótimo pois é com certeza uma das melhores, com um clipe cheio de poder mostrando quem manda que combina bastante com a música e também cheio de dança. Depois de muito tempo, sem notícias, saiu um clipe da música Say That, mas não houve informações se a faixa é mesmo o quarto single ou não, apesar de não gostar muito da música, o clipe ficou fofo, todo em preto e branco. Há boatos que How You Like Me Now é o verdadeiro quarto single, mas agora acho que nem é mais, pois não há notícias mais do álbum, mas eu gostaria muito que fosse single, ela tem muito potencial. Enfim, esse debut foi muito bem e tem ótimas músicas, foi um dos meus vícios do ano, e agora ela já está trabalhando no novo álbum, que espero que saia ano que vem, ela anda postando vídeos das gravações do novo álbum no canal dela no youtube, adoro ver como ela se diverte durante as gravações. Desejo muita sorter para o próximo álbum e que ela fique muito conhecida.

Obs: Happiness, seu single de maior sucesso, é o hino da FIFA Women's World Cup 2011.

Melhores: Good Girl, Hush Hush, How You Like Me Now, The Air That I Breathe
Piores: Say That (ainda é ótima mas preciso colocar alguma aqui)
Me lembra: freakout-


7. Avril LavigneGoodbye Lullaby

Finalmente a Avril lançou seu quarto álbum de inéditas, depois de problemas com a gravadora (RCA lixo), ela conseguiu lançá-lo. Esse álbum esteve sendo lançado simultaneamente desde o primeiro dia do ano, no qual saiu o primeiro single do álbum, What The Hell. Segundo Avril, esse álbum seria mais acústico e pessoal, mas não é o que mostrou What The Hell, mas Avril disse que essa era a música mais impessoal do álbum, o que acalmou a todos. A música é bem sem noção e achega a ser irritante, mas depois do clipe, que é demais, eu viciei na música, o refrão é muito chiclete. Depois de sair o álbum, ela lançou Smile, uma das melhores do álbum e talvez mais agitadas também, que ganhou um clipe lindo e inspirador. Quando o álbum saiu, todos amaram. Era do jeito que queriam, confesso que me decepcionei um pouco porque eu sou daqueles poucos fãs do TBDT, que acha esse álbum o melhor dela. Mas o álbum é realmente acústico e lindo, e tem todas as Avril’s nele e uma certa mistura dos álbum, tem desde a Avril adolescente e rebelde do Let Go em faixas como Darlin, Avril rockeira e emotiva do Under My Skin em faixas como Not Enough e Everybody Hurts até a Avril patricinha e mais divertida do The Best Damn Thing em faixas como Smile e What The Hell, e esse álbum tem faixas de características próprias como Push e Goodbye, o que me cativa muito. Incrível como ela se reinventa a cada álbum, nunca faz o mesmo tipo de coisa. O terceiro single do álbum foi Wish You Were here que finalmente mostra como realmente o álbum é, todo acústico e pessoal, pena que o clipe é meio sem graça, poderia ter feito coisa muito melhor e mais criativa do que simplesmente ficar chorando um um quartinho, desculpa fãs da Avril mas não gostei. Me parece que a era GL já acabou pois pelo que vejo não sairá mais nenhum single, o que é triste pois faixas como Push e I Love You dariam ótimos singles, mas também é bom, pois ela já está trabalhando no novo álbum, e espero que não demore muito para sair. Espero que venha outro álbum memorável por aí, mas como é a Avril, e eu consigo sempre gostar da maioria do álbum, sei que não vou me decepcionar. Esse álbum é incrível desde a intro até a última música, inclusive a música Alice, feita originalmente para o filme Almost Alice, entrou no álbum com uma versão estendida que ficou ainda mais linda que a original. Perceberam que os anos vão aumentando para ela lançar álbum novo: Do Let Go para o Under My Skin demoraram 2 anos, do Under My Skin para o The Best Damn Thing demoraram-se 3 anos e do The Best Damn Thing ao Goodbye Lullaby demoraram 4 anos, espero que ela não continue nesse ritmo e não lance álbum só daqui 5 anos. E Avril, essa é sua capa mais linda, parabéns, mas por favor, mude essa cara, nos 4 álbuns, você faz a mesma cara de boca reta e olhos fixos. Ah, quase me esqueci, da próxima vez, escolha um nome qu tenha a ver com o álbum Avril, pois esse nome vai contra o álbum, que é cheio de músicas calmas e até uma ou duas músicas que podem facilmente serem consideradas canções de ninar.

Obs: Avril foi outra da grande lista de artistas internacionais que visitou o Brasil esse ano. Ela veio com sua turnê atual, a The Black Star Tour.

Obs²: Estranho que minha melhor amigo virtual (barbara_helena) e minha melhor amiga na ‘vida real’ (Laísa) são fãs de Avril, acho que tenho sorte com fãs dela, risos.

Melhores: Not Enough, Stop Standing There, Smile, I Love You
Piores: Darlin (ainda é ótima mas preciso escolher uma pra colocar aqui)
Me lembra: freakout-, barbara_helena, brunoguiltyp, davidandrey, kimballsuxxx, Mandy-Morgan, nobodysfool-, Pedro-HenriQ, sober-, thatswhyIsmile-, victorvlf, whattheron


6. Jessie JWho You Are

Diva, não acreditei quando vi que essa beleza escreveu Party In The U.S.A. pra Miley, um de seus maiores hits. Então fiquei um pouco curioso para ouvir o trabalho dela, confesso que quando saiu Do It Like A Dude eu fiquei com preguiça de baixar a música e ver o clipe, mas depois me arrependi, realmente fui conhecê-la com Price Tag, quando saiu, eu fui logo ver pois chamou minha atenção. O primeiro single britânico é Do It Like A Dude e o primeiro single americano foi Price Tag (feat. B.o.B), a safada abusou do sucesso do B.o.B e chamou ele pra música. Price Tag realmente decolou nas paradas, foi um sucesso e é o maior sucesso dela desde então, o que foi realmente bom. Fiquei ansioso para ouvir o álbum, e quando saiu, simplesmente amei praticamente todas as faixas do álbum, e me apaixonei por Who You Are, essa música tinha que ser single. Incrível como o álbum mistura vários ritmos, tem o estilo agressivo de Do It Like A Dude, músicas num estilo mais calmo que me lembra até um reggae (ok, exagerei) como Price Tag, músicas mais pop como Nobody’s Perfect, músicas mais R&B como Abracadabra e até músicas soul como Casualty Of Love e é claro que não poderiam faltar as baladinhas lindas né como Who You Are que é perfeita. Não concordo muito com a polêmica que ela fez citando outras cantoras do pop, podia ganhar sucesso fazendo só com ela mesma. Mas adorei ela se confessar bissexual, tipo, wow. E também agradeço que ela esteja viva, pois pelo que parece, ela teve uma doença muito grave, que tinha um sério risco de morte, mas conseguiu sobreviver (não cito a doença pois não me lembro o nome). Segundo ela, ela é meio artista, meio terapeuta, o que eu realmente concordo, ela é cheia de músicas de auto-ajuda ou inspiradoras, como Price Tag que a letra te inspira a não se preocupar com o dinheiro apenas fazer o mundo “dançar”, Nobody’s Perfect (fez a Hannah) diz que ninguém é perfeito (jura?) e que não temos que pedir desculpa por isso, Who’s Laughing Now mostra que o bullying não leva a nada e que no fim quem vai se dar bem é você, Mamma Knows Best fala que você precisa confiar nos seus pais que eles sempre vão te ajudar e Who You Are fala que é para você ser você mesmo e nunca se perder. O álbum extraiu vários singles, bem, não sei exatamente se foram todas singles mas enfim, além dos primeiros singles, Do it Like A Dude e Price tag, o álbum obteu singles como Nobody’s Perfect, com um vídeo digno, Who’s Laughing Now, com um vídeo lindo e inspirador e talvez o melhor dela e Who You Are que o vídeo me decepcionou um pouco mas ainda é lindo. O álbum virou platina e era lançou uma nova versão platina do álbum com mais 3 músicas novas, inclusive um novo single, Domino, que foi muito criticado por ser muito Katy Perry, que eu também concordo. Mas ela já anunciou um novo single, LaserLight, produzida por David Guetta, é a música mais agitada e eletrônica que ela lança como single, espero que se dê bem. Enfim, adorei o álbum debut da jessie, me surpreendeu mesmo, e o que mais me surpreende nela é o carisma e a sua voz, incrível como ela sabe fazer os truques certos com a sua voz, amo demais aqueles “p-p-p-price tag” ou os vários outros truques que ela faz. Enfim, uma coisa que me assustou foi que ela demorou SEIS ANOS para gravar esse álbum, meu deus Jessie, se você demorar todo esse tempo para gravar o próximo, eu não vou aguentar.

Obs: Jessie foi uma de tantas que vieram ao Brasil para fazer show esse ano. Ela veio com a sua The HeartBeat Tour se apresentar no F1 Rocks.

Melhores: Who You Are, Nobody’s Perfect, Who’s Laughing Now
Piores: Casualty of Love
Me lembra: deneerwinckles, sev7ndevils


5. Adele21

Esse foi um dos primeiros álbuns que saiu esse ano, lembro de quando havia vazado o primeiro single do álbum Rolling In The Deep, e ver o Ale viciadão nesse música, aí eu baixei e amei também, e essa música se tornou o maior hit da Adele. Com um vídeo sombrio, conquistou a todos, pena que ela só fica sentada cantando durante o vídeo todo, apesar de depois de 1 ano, eu ainda não entender o vídeo, eu o acho lindo. O álbum foi difícil de achar, quando vazou, eu não quis baixar, aí depois que saiu oficialmente, não encontrava lugar algum para baixar, até que o Ale me salvou, obrigado. Quando ouvi pela primeira vez, achei um saco, quase dormi no meio do álbum, sério. Aí abandonei, só tinha gostado de Rolling in The Deep mesmo. Mas um certo dia, a minha querida Lindsay Lohan twittou parabenizando a Adele pelo seu novo álbum dizendo que Rumour Hat it era seu novo vício, e por causa disso, eu precisei checar novamente o álbum, E BOOOOOOOOOOOOOM eu amei o álbum, do começo ao fim, as últimas faixas foram difíceis de gostar, mas a cada vez que escutava, amava mais as faixas do álbum, até que viciei, é incrível toda a sonoridade do álbum e a voz dela, que antes tinha achado comum, é linda. Agradeço a minha Lohan que me fez amar essa obra-prima. O álbum tem uma sonoridade diferente da atual, ainda bem, o eletropop de hoje em dia cansa eAdele virou minha opção de fugir disso. Eu baixei o outro álbum dela, o 19 e também amei, ocorreu o mesmo que o 21, primeiro não havia gostado de nada, só fiquei surpreso ao ouvir Right As Rain pois eu já tinhaa ouvido essa música mas não na voz da Adele, é que a Jennette McCurdy havia feito um cover dessa música, e as outras eu não conhecia, mas logo comecei a gostar de todas, principalmente Chasing Pavements e Hometown Glory. Então, voltando ao 21, o álbum é cheio de músicas soul mas não são chatas, são muito bem produzidas e cantadas por uma voz linda com letras mais lindas ainda, incrível como essa mulher consegue fazer poesia como ninguém. E esse álbum foi o BOOM do ano, o álbum de maior sucesso, superou muitos e muitos álbuns em venda e ficou praticamente o ano todo em #1 nas vendas, fiquei até pensando, nossa, o povo deve estar comprando e comprando o álbum novamente, pois não é possível vender tanto assim, ainda mais nos dias de hoje. Com certeza, não há nenhuma pessoa que esteja lendo isso que não ouviu esse álbum, então vocês todos já sabem as características desse álbum, que nem eu sei descrever. Acreditem ou não, eu só descobri que a Adele era na verdade Gordele quando eu vi o clipe de Rolling in The Deep (que foi bem bem beeem depois de ouvir o álbum). E como diz o Caique, foi um tapa na cara da sociedade, uma mulher “nova” e do peso dela, fazer um álbum um tanto arriscado no mundo de hoje e lança-lo e fazer tanto sucesso como fez. Outra coisa que não gosto na Adele é que ela demora muito para lançar singles, meu deus, lançou Rolling in The Deep no começo do ano e só um semestre depois lançou Someone Like You, meu deus, se for demorar assim pra lançar cada single, aí sim eu entendo porque ela demora tanto para lançar álbum novo, além do que, ela disse que não lançará álbum novo nos próximos 3 anos. Mas acho que assim dá pra ela aproveitar o álbum e lançar mais singles, pois nesse álbum há tanta música com potencial de single que eu nunca vi. Ah, e eu ri demais de uma coisa, haviam criticado demais ela por ter feito o clipe de Rolling In The Deep sentada, aí ela revolveu calar a boca de todos e fazer o clipe de Someone Like You não só em pé como andando, sofri demais. Ah, e eu agradeço ao Biel e PP que me fizeram gostar do cover de Lovesong, que antes eu repelia de tão chato. Pra quem não sabe, os nomes dos álbuns (19 e 21) se referem a idade que ela escreveu as canções dos álbuns, será que ela continua seguindo essa linha e lança um 23? E gente, acreditem ou não, ela tem 23 anos, pra mim, pela cara dela, ela teria uns 30, não sei por quê, mas ela tem cara de ser mais velha, desculpem mas precisei falar isso. E outra crítica, vi o Live At Royal Albert Hall e Dedele, meu deus, você fala demais, gente, não aguentava mais ver de tanto que você falava, você fala mais do que canta, mas a sua “talking voice” é bem engraçada e ri demais de tudo que você falou, mas você tem que usar essa voz mais pra cantar viu. Enfim, obrigado pelo maravilhoso álbum, até daqui 3 anos com o 23.

Melhores: Rolling in the Deep, Someone Like You, Rumour Has It, Set Fire to the Rain, Turning Tables
Piores: Lovesong (ainda gosto mas é muito sem graça pra mim, desculpa)
Me lembra: raposachan, rodhatesyou, celebration-, intensifique, david_henrique, materialgirl-


4. Demi LovatoUnbroken

Esse ano começou muito difícil para ela, e depois de superar tudo isso, eu comecei a admirá-la ainda mais e aguardei ansioso pelo álbum. Como todos devem saber, no começo do ano, ela se internou em uma clínica de reabilitação, o que foi um choque para todos, e ela confessou que tinha problemas com depressão e bulimia, e por isso resolveu se tratar, logo saiu da clínica mais forte e linda do que nunca com certeza. Ela até fez uma tatuagem nos pulsos dizendo “Stay Strong”, o que achei lindo. EM julho, ela lançou seu primeiro single do terceiro álbum, Skyscraper, que foi um sucesso, todos amaram o single que tinha tudo a ver com ela mas por incrível que pareça, não tinha sido escrito por ela, era escrito pela Kerli, mas a Demi colocou toda a emoção na música que tem tudo a ver com ela e fala sobre superação, e a canção se tornou seu maior hit nos Estados Unidos. Logo, todos ficaram ansiosos pelo álbum e quando ele saiu, as críticas também começaram a aparecer. Muitos disseram “Onde está a Demi no álbum?” entre outras coisas, e mesmo não obtendo muitas composições dela no álbum, ainda há muito dela nele, apesar de que nele possui sua pior música de todas Demi. O álbum tem várias participações especiais, e ela colocou as faixas com featurings logo no começo do álbum, todas juntas, isso não é muito comum. Ela disse que o álbum seria mais divertido e leve que o primeiro single, mas também haveria músicas mais intensas. O álbum, diferente dos outros da cantora, não tem muito aquela pegada pop rock, é mais eletropop e R&B que os outros, mas arrisco dizer que há muito mais que isso, além de faixas eletropop como All Night Long (feat. Missy Elliott & Timbaland) e Unbroken, faixas R&B como Who’s That Boy (feat. Dev) e You’re My Only Shorty (feat. Iyaz), há faixas pop também como Hold Up e Give Your Heart A Break, baladas lindas de morrer como Fix A Heart e For The Love of A Daughter e arrisco dizer que até músicas com uma vibe meio gospel como Lightweight e My Love is Like A Star que mostram o poder dos vocais dela, mas tem músicas que são estranhas, como In Real Life que tem uma letra ótima mas que não combina nada com o estilo da música ou então Mistake que tem uma boa melodia (mas um pouco confusa) mas a letra é muito clichê e sem graça. Apesar de superar tudo, ela foi chamada de gorda por muita gente, o que eu achei demais e ela até respondeu e disse que se sentia muito bem com o peso que estava e não tinha mais medo de se mostrar assim, pena que ela exagera e às vezes a roupa que ela usa faz ela parecer meio putinha, mas ela tem um lindo corpo e tem que ser mostrado, só que da forma correta né senhorita Demi, não ache que pode colocar um decote que vai até a barriga e sair pra um lugar como o VMA viu. Infelizmente, ela abandonou o Sunny Entre Estrelas, uma das melhores séries, que sempre me fazia rir, desculpa mas precisei citar sobre a série aqui. Ela divulgou que o segundo single do álbum seria Who’s That Boy (feat. DEV) mas BOOOM, a Dev ficou grávida e decidiram cancelar o single e lançar Give Your Heart A Break, que é mil vezes melhor e mais “decente” que pode ganhar um ótimo clipe, mas espero que não demore pra sair, pois já fazem 6 meses desde que você lançou Skyscraper e o Unbroken tá caindo nas vendas Demi, querida, vamos trabalhar. E preciso dizer, For The Love of A Daughter é muito muito muito linda, foi um dos meus maiores vícios do álbum, e ela me lembra muito Confessions Of A Broken Heart da LiLo, simplesmente a melhor música do álbum, conseguiu superar Skyscraper. E esse álbum está nessa posição não somente porque é ótimo mas por causa da admiração que tenho por ela agora por ser corajosa e assumir seus problemas. E preciso dizer, Demi, seu cabelo é muito lindo, meu deus. E outra coisa, não desista do pop rock, mas também não desista das baladas que é o que você faz de melhor.

Melhores: For the Love of a Daughter, Fix a Heart, Skyscraper, Unbroken, All Night Long (feat. Missy Elliott & Timbaland)
Piores: You're My Only Shorty (feat. Iyaz) (nojo da música e do feat)
Me lembra: celebration-, victorvlf, BruhnoPereira, barbara_helena, guim_, withme-, archulover


3. Britney SpearsFemme Fatale

Neide e seus comebacks divos. É a primeira era dela que eu acompanho e foi muito bom. Foi com certeza um grande ano para a Brit. Começando lá do comecinho, em janeiro, foi anunciado o primeiro single do novo álbum da Brit, Hold It Against Me, e todos ficaram loucos aguardando por isso, e foram saindo informações do single a cada dia, saiu o nome, depois a capa, depois a letra, depois vazou a demo na voz de Bonnie McKee e então, finalmente, vazou a música que todo mundo adorou. E então saiu o clipe, que é com certeza um dos melhores dela, cheio de enigmas e simbolismos, eu e muita gente amou com certeza. Então, dois meses depois, ela lançou o segundo single, Till The World Ends e se tornou um dos maiores hits da Brit, superando Toxic. Então, logo o álbum vazou, dias antes de ser lançado oficialmente, e eu me viciei completamente, quase todas as músicas são boas, é um ótimo álbum pra dançar e todas as músicas eram viciantes e com letras super fáceis de decorar (depois de algumas ouvidas, eu já sabia a letra de todas as músicas do álbum), confesso que me decepcionei quando vi que nenhuma das músicas eram escritas pela Brit e ela tinha dito que tinha escrito várias músiucas para o álbum, o que será que ela fez com elas? Deu pra Selena? Haha. Mas foi lançada Scary, música co-escrita pela Brit na versão japonesa do álbum. Quem pensou que o dubstep estaria somente no break de Hold It Against Me, se enganou pois o dubstep é encontrado em praticamente todo o álbum e o pop que ela fazia antes foi trocado pelo eletropop desse álbum. É cheio de músicas dançantes como Till The World Ends e I Wanna Go, músicas divertidas como How I Roll e Seal It With A Kiss, músicas com influências hip hop como como (drop Dead) Beautiful e Big Fat Bass, músicas com influências R&B e que são as mais calmas do álbum como Inside Out e Criminal, músicas com influências indianas (pelo menos, pra mim lembra) como He About To Lose Me e até uma música que apresenta que a Brit também pode fazer rock como Don’t Keep Me Waiting, até me disseram que ela lembra a Lindsay nessa música. Destaco Trip To Your heart que é a que tem a melhor letra de todo álbum e o melhor instrumental que te faz viajar e até lembra Heaven On Earth. Quando ouvi o álbum e ouvi I Wanna Go, tinha certeza que tinha cara de hit, e não é que eu e muitos outros tinham certeza. I Wanna Go se tornou o terceiro single do álbum, com um clipe que novamente critica os paparazzis (Brit adora fazer clipe sobre isso), e se tornou seu maior hit, superando Toxic e Till The World Ends. Então, Brit anunciou sua turnê Femme Fatale Tour, seria uma turnê de 6 meses que passaria por vários lugares inclusive lugares que ela não havia passado na sua última turnê e um desses lugares foi o Brasil, lugar que ela não fazia show há 10 anos, mas infelizmente não fui no show e invejo os que foram. A turnê começou muito bem, ela dançando muito bem, cantando realmente ao vivo na maioria das músicas, lindos figurinos, ótimos cenários além de um ótimo conceito, pena que ela nos enganou, disse que na setlist só haveriam apenas umas 4 ou 5 de seus músicas velhas e as outras seriam músicas novas e acabou acontecendo o contrário, apenas 4 ou 5 músicas eram “novas”. E ela foi relaxando no decorrer dos shows, já no 5º ou 6º show ela voltou a dançar “mal” e usar playback. Antes de começar a turnê na Europa, ela gravou o clipe de seu 4º single, Criminal, em Londres, seu único clipe fora dos Estados Unidos. O clipe é bem sexy, é de uma música mais calma que as outras mas eu preferia outro ator pra atuar com ela, e não o “namorado” dela, mas acho que isso ajudou ela a se soltar mais e fez do clipe um crime anal, brinks. No fim da turnê, ela voltou a cantar ao vivo, o que me irritou muito. Mas ela lançou o seu DVD Live In Toronto, o primeiro oficial de um show desde o Live In Las Vegas. Quando acabou a turnê, ela comemorou seus 30 anos, agora ela é uma mulher, tem corpo de mulher, atitude de mulher e vai virar mulher de alguém, pois vai se casar pela 3ª vez com o Jason, desejo sorte para o casal e que ele continue fazendo ela feliz. Ainda há esperança de que ela lance um quinto single, mas eu duvido muito. Ainda é difícil escolher qual é meu favorito da Brit, mas é como se o Femme Fatale fosse o mais “iluminado” e o Blackout, o mais “obscuro”. Enfim, resumindo tudo, Britney lançou o seu sétimo álbum de inéditas intitulado Femme Fatale que obteve muito sucesso, extraiu 4 singles, serviu para ela mostrar que ainda é a princesa do pop, saiu em uma turnê de 6 meses, lançou um dvd da turnê, passou pelo Brasil com essa turnê, completou 30 anos, está noiva de Jason Trawick e mudou de gravadora, já que o contrato com a Jive acabou esse ano, ela mudou para a RCA, gravadora de grandes artistas mas que causa muitos problemas, espero que ela tenha sorte com a gravadora, mas já foi dito que em 2012 a Britney irá descansar e curtir sua família e seu casamento.

Obs: O Femme Fatale foi o seu 6º álbum a estrear em #1 na Billboard.

Obs²: Eu sonho com uma performance dela de Criminal ou Trip To Your Heart, seja com ou sem playback.

Melhores: Trip to Your Heart, Till the World Ends, (Drop Dead) Beautiful (feat. Sabi), How I Roll, Up n' Down
Piores: Big Fat Bass (feat. will.i.am)
Me lembra: celebration-, MrPiska, kimballsuxxx, sev7ndevils, criminal-, Vineecius, lucashm, anacarool, beatdropped, brunoguiltyp, freitas__, materialgirl-, poisonsociety, Reboot_, goia-roberto, troubleforme, victorvlf


2. Christina GrimmieFind Me

Eu conheço essa garota desde o medley da Miley Cyrus que o Kurt Schneider produziu e postouem seu canal, então eu passei a seguir o canal dela, pois ela sempre postava covers de música. Ela é muito linda, a voz dela é linda e o cabelo dela também é lindo apesar de falarem que parece cabelo de Restart. Eu me apaixonei por ela simplesmente tocando em seu quarto sempre no mesmo ângulo, com pôsters do Sonic, Zelda e Christina Aguilera na parece, tocando um teclado e cantando ao mesmo tempo, sempre começando com “Hi guys” apresentando o cover e contando algumas coisas e finalizando o vídeo com algumas novidades entre outros e um “BYE” que já é característica dos vídeos dela. Esse ano, ela participou da turnê da Selena, abrindo os shows e me dava uma raiva do povo que ia aos shows e nem prestava atenção nela, meu deus, se eu a visse ao vivo, mesmo sem o suporte que ela teve, ficaria muito emocionado. Ela lançou também seu primeiro EP independente com músicas totalmente novas e próprias. O EP (na verdade é álbum mas considero EP pois possui apenas 8 músicas) além de possuir poucas músicas possui uma mistura de músicas como as do estilo R&B como Not Fragile, baladas lindas como King Of Thieves e Liar Liar e até agitadas como Advice e Find Me. O EP só possui um single, Advice, que apesar de não ser a melhor escolha, também é ótima e possui um clipe lindo e muito inspirador, pena que não teve muita produção. Espero que futuramente ela seja contratada por uma ótima gravadora, lance um álbum digno e faça muito sucesso, pois ela realmente merece, simplesmente pela voz e carisma que tem. E meu deus, Liar Liar é muito linda e emocionante ao vivo, socorro.

Obs: Eu e o Gui iríamos no show da Selena aqui no Brasil do ano que vem (que não sei se ela estará mesmo), mas flopamos pois demoramos para comprar os ingressos e eles se esgotaram.

Melhores: Liar Liar, King of Thieves, Unforgivable, Find Me
Piores: Counting (é ótima mas preciso escolher uma para colocar aqui)
Me lembra: lovekills-


1. Selena Gomez & the SceneWhen the Sun Goes Down

Finalmente chegamos a primeira posição. Quem diria, Selenita aqui na primeira posição, ano passado ela ficou na segunda e agora está no topo merecidamente. Acho que é a única que apareceu aqui no ano passado e está aparecendo novamente esse ano. Primeiramente, achei que não iria gostar desse álbum, saiu uma prévia do primeiro single, Who Says, e eu e o Saso achamos que parecia sertanejo, mas logo saiu a música e até que gostei, a letra era com certeza uma das melhores que a Sel já gravou mas o ritmo da música não me cativou muito. Mas quando saiu o clipe, eu comecei a amar a música e me viciei, um clipe bem produzido, que tinha muito a ver com a música e só serviu para dar mais valor a música, além do que, é uma das favoritas da Sel, apesar de ser difícil cantar aqueles “NANANANANA”. Então havia sido divulgado o nome do álbum, mas acreditávamos que esse era o nome do álbum, então eu repus todas as execuções de Who Says para esse suposto nome, mas depois foi descoberto que era falso e a Sel twittou o verdadeiro nome do álbum e a capa, e eu não tinha gostado de nenhum, a capa era muito estranha e o nome gigante e ela falando sobre o tempo como o Bruhno disse (Um ano sem chuva e Quando o sol se põe) e eu tive que apagar tudo novamente e repor todas as execuções de Who Says, haja trabalho hein. Então, foi anunciado o segundo single, Love You Like A Love Song (nome gigante também), e meu deus, que música viciante, parece que tem droga na melodia, você ouve uma vez e não consegue mais parar. Pena que ela exagerou no clipe que ficou louco demais e não achei nada a ver com a canção, mas mesmo assim, ficou muito bem produzido. Então saiu o álbum, agora eu já tinha me acostumado com o nome e com a capa do álbum que comecei a achar bem mais elegante. O álbum tem um estilo mais vintage mas não deixa de ser atual, tem faixas que lembram os anos 90 como Bang Bang Bang, tem faixas inspiradoras como Who Says, faixas apaixonantes e viciantes como Love You Like A Love Song, o eletropop também passa pelo álbum em faixas como Hit The Lights, faixas agitadas como My Dilemma, faixas com instrumental pesado como Outlaw e até uma versão em espanhol de Who Says, Dices. No álbum possui também composições da banda, como When The Sun Goes Down que a Selena ajudou a escrever, ou então a colaboração de outros artistas como We Own The Night (feat. Pixie Lott) que além de ajudar nos vocais que colidiu muito bem com a voz da Selena, também compôs a canção e a Selena gostou tanto da canção que deu o nome da turnê do álbum de We Own The Night Tour, Whiplash que é sexy sem ser vulgar composta por ninguém mais ninguém menos que Britney Spears e That’s More Like It que mostra o poder feminino e possui Katy Perry entre os compositores (mas Katy, por quê você sempre dá as suas piores composições para a Selena? Rock God e essa, pelamor né). O álbum possui uma versão Target Exclusive que vem com uma versão em espanhol de Ghost Of You (do A Year Without Rain) e mais 2 remixes. E também foi lançada uma versão deluxe que é decepcionante pois só são remixes de LYLALS, me poupe né Sel. Então, alguns meses depois, um BOOOM, foi anunciado o terceiro single do álbum, Hit The Lights, e nunca houve um terceiro single em um álbum da Sel. Hit The Lights foi uma ótima escolha para single, inclusive foi apresentada no EMA desse ano, premiação na qual ela foi host. Foi lançado o clipe de Hit The Lights, que foi o que mais tem a ver com a canção, que fala de aproveitar a vida e o clipe mostra praticamente isso, com uma ótima produção, incrível como ela evoluiu de clipes como Falling Down e Naturally para Who Says e Hit The Lights. Fico feliz por ela estar ganhando o sucesso merecido, tanto como atriz como quanto cantora. Ano que vem, ela vai vir para o Brasil e eu provavelmente não verei o show dela, Gui demorou para comprar os ingressos e aí flopei também, ou seja, ficamos sem ir ao show ): Mas estou feliz que ela vai visitar o Brasil com a turnê dela que é muito bem produzida, cheia de dançarinos, figurinos lindos entre outros. Apenas desejo sorte na carreira dela.

Melhores: My Dilemma, Hit the Lights, Love You Like a Love Song, Middle of Nowhere, Outlaw
Piores: That's More Like It (Desculpa Katy)
Me lembra: guim_, sev7ndevils, stripped-, MrPiska, BruhnoPereira, celebration-, electronic-, thiagumb, archulover, TainahK, jeff_sod, thatswhyIsmile-


More Highlights

Banda UÓMe Emoldurei De Presente Pra Te Ter (EP)
Christina PerriLovestrong
David CookThis Loud Morning
David GuettaNothing but the Beat
DevThe Night The Sun Came Up
Greyson ChanceHold On 'Til The Night
Jon McLaughlinForever If Ever
Joss StoneLP1
Katy BOn a Mission
Kelly RowlandHere I Am
Lady AntebellumOwn the Night
Lykke LiWounded Rhymes
Melanie CThe Sea
Nicole ScherzingerKiller Love
Matthew MorrisonMatthew Morrison
Miranda CosgroveHigh Maintenance
Ricky MartinMúsica + Alma + Sexo
RihannaTalk That Talk
Simple PlanGet Your Heart On!
Stephen JerzakMiles And Miles
The StrokesAngles
WanessaDNA
Within TemptationThe Unforgiving



Obs: Comprei o Britney há pouco tempo e não estou afim de tirar uma nota foto

FELIZ NATAL E ANO NOVO PARA TODOS!

Comentários

  • deneerwinckles

    Ai que gigante O.O Mas não tenho preguiça, sou acostumado a estudar mais de 100 folhas de polígrafo, vou me jogar linda -n HUSAHUSAHUSAUHA Ai seu ano foi tenso no início, eu lembro de tudo que aconteceu, achei uma puta falta de sacanagem, bando de gente escrota, recalcada e com o cu peludo -s Ainda bem que você é superior e se levantou like a skyscraper AMO/ E Fico feliz que você tenha achado sua turma e começado a sair, tem que curtir a vida mesmo e ser feliz, sozinho é meio difícil, amigos são essenciais *---* " Deneer, divo safado que é o mais e talvez único não-virgem nessa coisa aqui <3" COMASSIM KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK AI ME MATA COM A FACA DA LASANHA SENHOR, ME DIFAMANDO DESSA FORMA U_____U Povo vai pensar que sou arrombado -n Mas é verdade, amo sexo e não vivo sem, delicia sentir as estocadas fundas enquanto a gente geme -NNNNNNNNNNNNN HUAHUASHUSAHUASHUSA Sigo no aguardo do terceiro cd da LiLo+1 amo os dois dela *---* Agora vamos analisar seu top30, one by one U.U Jessie and the Toy Boys não conheço, mas adoro garotos brinquedos -n GUSASAHUASHUASHU Vou ouvir no youtube depois pra ver se gosto, achei a capa do EP diva -s Eu gosto do cd do Joe *-* Acho ele melhor com os Jonas, mas achei legal o cd, único defeito foi que ele ficou com cara de pedreiro, amava ele com cabelo rebeldezinho T.T E Você lembra de mim porque? Só porque eu sonho em dar gostoso pra ele? -t KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Ai Allstar Weekend eu não gosto, tenho um colega na faculdade que fica ouvindo sempre essa banda e me fazendo ouvir, já não aguento mais HUASUHASHUAS Ouvi a Sky por causa do Caique, mas achei bem chatinha, nenhum música eu amei, achei a voz até legal mas no geral bem boring o EP xD E Essa capa lixo também não colaborou kkkkkkk Ai Nicola DIVA, Beat of my Drum é um dos hinos de 2011 -t UHSAASHUHU Música diferente, divertida e estranha, amo muito kkkkkkk adoro o cd dela, mas o principal é a voz diferente, amo vozes assim *---* CHER *----* Odiava ela no X Factor, mas o cd ficou DIVINO, e como assim letra e clip lixos de Swagger Jagger? O Clip é perfeito e a letra também, adoro cantar pros outros Kiss Kiss I See you later UHSAHUASHUSAHUHUHUS Ai Dub On The Track é a pior do cd de longe U____U Want U Back vai AHAZA, melhor música do cd, quero um clip FODÃO *O* NATALIA DELICIOSA PERFEITA *OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO* Ai o EP antigo dela nem é tão bom assim kkkkk mas o Perfectionist SAMBA geral, perfeição define *o* Ai o clip de Zombie é divino, letra divina também *-* mega me identifico com I'm in love with a zombie (boy) but his heart is so cold T_____T QQQ Ai amo Mirrors, mas o clip é um lixo total kkkkkkkk Wonderland DIVA com clip DIVO <333333 Free melhor clip dela <3333 mas a letra é meio sem graça xD Kill My Boyfriend é boa, mas não parece uma música dela, eu ouço e nem reconheço xD Natalia >>>>> Meu Cu >>>>> GaGa, Natalia sabe ser exótica e estranha sem ser bizarra *O* E COMO ASSIM ZOMBIE NAS PIORES? FUMOU CRACK? --' Rebecca Ferguson não conheço e achei com cara de traveca, não baixarei U.U HUSHSHUSAHUAUS Ouvi a Dia uma vez e não curti a voz dela, prevejo o flop eterno dela no meu lastfm -t kkkkkkkkkkkkk Ai a Pixie deu uma cagada gigante com esse cd -.- Design feio, clipes feios, músicas chatas e ela ficou horrível com cabelo curto, saudade dela toda suada e com cabelo bagunçado de Boys & Girls, meu clipe favorito *OOO* Mas deve ser porque me imagino suado e escabelado dando lindo numa orgia com os gostosos do clip MASOQ KKKKKKKKKKKKKKKK Gosto do The Wanted, acho as músicas legais, mas no geral acho mais do mesmo, nenhum diferencial muito grande, "Max é careca e tem uma cara de mal" e cara de quem te pega com força numa cama, te coloca de quatro e te faz chorar rebolando no colo dele, por isso amo a banda -t UHAHUSAHUSAHUSAHUHUAS SOCORRO KKKKKKK Evanescence eu deixo em branco porque por mais que eu goste, detesto a Amy Lee e vou meter o pau no cd, so... NEXT > Tenho curiosidade em ouvir Agridoce, mas a Pitty atualmente ta muito zZzZzZzZzZzZzZ que acho que vou seguir adiando essa curiosidade kkkkkkkkk ai Coldplay me da muito sono, sempre fico entediado ouvindo eles, esse cd novo é outro calmante pra mim, ouvi e não gostei de nada HUASHUSHUASUHA Shane não conheço, mas achei gostoso e vou baixar só pra ter a satisfação de abrir meu iTunes e ver essa cara linda me encarando, ainda mais depois de saber que ele é faixa preta, deve ter uma pegada animal, ja VICIEI U___U HUSAHUAUHAUHS ADORO esse cd do Panic! é muito bom *---* Nem de longe chega perto do Debut deles, mas é ótimo no geral, A balada da Monalisa é diva demais, acho o clip lindo, pena ser quase uma cópia de Eu escrevo pecados, não tragédias HUSAHUAHUASU Ai outro com a Florence no topo, achei esse cd BEM inferior ao Lungs, só Kiss With A Fist já destrói o cd novo inteiro kkkkk mas acho ela bacaninha ^^ JEEEEEEEEEEEEEYYYYYYYYYLLLLLLLLLOOOOOOOOO <<<<<3333333333 *GOZANDO AO SOM DE GOOD HIT* -n Ai Louboutins é a injustiça do século, melhor que 80% das músicas lançadas esse ano ----' Ela não foi demitida, o contrato dos 10 anos acabou e eles entraram em acordo de não renovação,apenas isso U_U Ai On The Floor = Música de 2011 <333 Todo mundo se jogou com J.Lo AMO, mas eu enjoei de tanto ouvir também UHSHUSAHUHAU I'm Into You linda demais, perfeita demais, clip divino demais, J.Lo gostosa demais *OOOO* Ai o teaser de Good Hit é muito divo gente, divando com os secadores MORTA HUASHUASHUASUHS Mas o teaser de Take Care ainda consegue ser mais divo, sonho com ele completo ainda *OOOO* "Britney tem algo a aprender com essa mulher." PISOU LINDAMENTE COM SEU SALTO AGULHA 15 CM <3 Mas eu mudaria o "Britney" por "Britney e todas cantoras" amo/ kkkkkkkkkkkk Ai o vídeo de Papi é o cúmulo da perfeição, todo mundo querendo aquele biscoito HUSAHUAHUHAUS RUN THE WORLD NAS PIORES É MEU CU PRA VOCÊ --' Melhor música do Standart, só perde pra Take Care do Deluxe <3 Ai o volume 7 de glee é o pior eu acho, só músicas chatas e boring USAHASHUAS Amo o cd dos garotos só <3 Adoro a Kelly, adorei esse cd novo dela, mas esperava mais força (como diz o nome) acho a potencia vocal dela bem maior do que ela demonstra no cd -s Ai do cd da Dulce só gosto de Yá No e é mais pelo gostoso do clip dela U____U Voz enjoativa, Maite samba nela e na Anahi <3 kkkkkkkkkkk Ai me recuso a falar da Bionsa com esse cd fim de carreira, nem o Jay Z gostou, pegou todo o jabá e foi dar pra Rihanna UHASHSAHUSAHUHAU Lixo de cd U.U Gosto do cd da Alexis, acho bonitinho mas bem sem graça, não entrou no meu top 15, mas ficou no meu top 50 -s Avril Avril Avril... minha maior decepção do ano, sempre fui e sigo sendo fã de carteirinha dela, desde o início da carreira, acompanhei todas as fases, desde rebelde sem causa, passando por deprimida vingativa até chegar na paty rock pink linda, amei todas as fases, aristas que conseguem se reinventar merecem meu respeito, mas o GL foi um insulto pra mim, músicas sem graças com arranjos chatos e a Avril sem animação nos vocais, o cd dela não entrou nem no meu top 50, mas ainda assim amo muito a Avie e espero cd novo ansiosamente :( Ai Jessie J RAINHA, um dos melhores debuts de todos os tempos, não tem uma puta música ruim, linda, com cabelo divo high fashion, letras magníficas e uma voz de dar inveja até as maiores vocalistas mundiais, o que ela faz com a voz em Big White Room é de outro mundo, amo todos os singles e clips *----* Mas odeio ela não ter lançado Abracadabra -.- e você lembra de mim com o cd, ahazou divo <333333333333333333 Adoro o 21,acho bem bacana, Turning Tables é divina demais, entraria no meu top15 se fosse menos depressivo e os clipes fossem menos irritante, o que Adele ficou sentada em RITD descontou caminhando em SLY zZzZZzZz mas ela é linda, gordinha linda <3 Ai Demi me decepcionou com esse cd, desde o Here We Go Again (que eu acho bem ruim) esperava algo WOW, e o cd saiu e eu não gostei, conseguiu ser pior que o HWGA -t mas Rascacielo consegue ser linda e me fazer chorar, anos luz melhor que a versão em inglês *-* FF acho digno, adoro o cd e acho mega dançante e divertido, e uma coisa que eu admiro muito na miss playback é o fato dela sair sempre da área de conforto dela de cd pra cd, ela nunca repete um estilo, sempre tenta inovar e criar algo revolucionário ou ao menos diferente, por isso acho ela diva *--* Não conheço essa Christina e também não me interessei, capa do cd muito feia U_____U Selena <33333333333333333333 amo muito esse cd da Selena e ela é de longe a teen dessa geração que mais me agrada, no geral ela fica atras da Raven diva ainda e de outras, mas atualmente ela é a melhor (depois da Cosgrove) esse novo cd é muito lindo, inferior ao K&T, mas mesmo assim muito digno, E That's More Like It É A MELHOR DO CD CALA ESSA TUA BOCA E TIRA DAS PIORES /tapa2 AMEI o top Vinny, muito divo e lindo, só você mesmo pra me fazer ler essas bíblias com vontade e ainda responder *O* Obrigado por sempre lembrar de mim e me considerar seu amigo, te amo muito seu gostoso que eu ainda irei pegar <33333 P.S.: Senti falta do Simon nesse top mas tudo bem U_____U Feliz Natal e um ótimo Ano Novo pra você, que 2012 nos traga muito samba no pé pra gente esmagar os haters <333 Kiss Kiss I See You Later s2

    Dez 25 2011, 1h52
  • deneerwinckles

    Vai sofrer lendo a resposta também U.U

    Dez 25 2011, 1h53
  • anacarool

    carambaaaaaaa

    Dez 25 2011, 1h56
  • guim_

    MORTO, EU LI TUDO KKKKKKKKKKKKKKKKK. Sofri que você ainda lembra do presente, mas garanto que ele esteja mais próximo do que você pense, maybe você se decepcione maybe não. Morto com alguns "me lembro" meu, mas sambou totalmente. Adorei as críticas e você pensa o mesmo que eu do WTSGD morto/, só não acho that's more like it lixo, acho perfeição ): mas é a piorzinha mesmo. Concordo com bastante coisa do seu best of, mas não ouvi muita coisa daí, morro de preguiça de baixar albuns sofri3 só baixo de quem eu gosto mesmo. Faz tanto tempo que nem lembrava que alguns foram lançados esse ano, parecem tão olds D: e moha se achar o comentário pequeno poupe7 n

    Dez 25 2011, 5h37
  • unsaidethings

    que bíblia enorme, olha eu só li os álbuns que conheço e gostei, eu tava pronto para te dar pedradas por você colocar nas piores as que eu mais gosto mas nem aconteceu, você safou: trip to your heart da brit, mistake da demi e mais algumas que eu amo e que iria te matar caso colocasse nas piores (brinks s2) gostei da lista vinny

    Dez 25 2011, 11h19
  • withme-

    MORTOOOOOOOO que grande. KKKKKKKKKK mas eu li tudo :3. morto que o começo do ano foi sorfível pra você, mas ainda bem que deu a volta por cima. adoro3. O last é muito viciante mesmo, mas às vezes eu tô aqui mas tenho uma preguiça de responder a shout. sofri. Ainda tenho esperanças que a LiLo volte pra música. e. Ai a Playboy dela tá linda, pena que não mostra a xxt. KKKKKK Vamos aos álbuns. Jessie And The Toy Boys – Show Me Your Tan Lines Nunca escutei, sofri. 29. Joe Jonas – Fastlife só escutei os singles, Just in Love é ótima na hora da cama. adoro3. t. 28. Allstar Weekend – All the Way nunca escutei, sofri denovo. 27. Sky Ferreira – AS IF! A-D-O-R-O Você menos gosta de Traces?? o_o tipo, a melhor do EP. Vamos ver se o álbum da Sky sai ano que vem mesmo, desde de 2009 que dizem que vão lançar ele. KK 26. Nicola Roberts – Cinderella's Eyes AMO, Nic diva, Beat of My Drum mega vicio KKK Fish Out of Water é chata demais, sofre. 25. Cher Lloyd – Sticks & Stones AMO, cherzita linda, o álbum é muito divo, mega viciante. Piores: Playa Boi??? TIPO, UMA DAS MELHORES DO ÁLBUM, Swagger Jagger é mega enjoativa. e. 24. Natalia Kills – Perfectionist álbum divo demais, um dos melhores MESMO, Kill My Boyfriend e Mirros são ótimas, só Free que é ~chatinha~. 23. Rebecca Ferguson – Heaven Senti o mesmo, eu ouvi o álbum primeiramente e depois gostei de várias faixas, é ótimo. 22. Dia Frampton – Red não escutei e. 21. Pixie Lott – Young Foolish Happy Pixie linda ^-^ o álbum é ótimo, mas não é o melhor dela nunca, o TIU samba demais, não gostei muito de Bright Lights (Good Life), Pt. II [feat. Tinchy Stryder] também. 20. The Wanted – Battleground não escutei sofr. 19. Evanescence – Evanescence adoro eles, o álbum tem várias músicas boas. Lost in Paradise é muito diva. 18. Agridoce – Agridoce não escutei. 17. Coldplay – Mylo Xyloto só escutei Paradise do álbum, mas não deu vontade de baixar o álbum. brit7. 16. Shane Harper – Shane Harper não escutei. KK 15. Panic! At the Disco – Vices & Virtues também nunca escutei, mas adoro New Perspective deles. '-'. 14. Florence + The Machine – Ceremonials AMO, Florence diva, adorei o álbum, várias ótimas, baixei até o Lungs depois de ter adorado o álbum No Light, No Light >>>>>>> vida. 13. Jennifer Lopez – LOVE? desse álbum só gosto de umas 4, sofri. Papi samba demais. 12. Glee Cast – Glee: The Music, Volume 7 esse álbum do Glee é ótimo, mas eu prefiro o volume 5 que samba demais. o cover da Adelão ficou digno. -ss. 11. Kelly Clarkson – Stronger é ótimo esse álbum da Kelly, mas não achei essas coisas.. acho o Breakway o melhor dela. ^-^. 10. Dulce María – Extranjera Segunda Parte achei esse álbum +/- KKKK Acho que prefiro a Anahí do que ela. ~sofri~ mas amo Luna. 9. Beyoncé – 4 Beyzoca weeeeeeeee, tipo quando o álbum vazou nem achei essas coisas, mas com um tempo fui vendo que é bom e achei o segundo melhor da Bey. Piores: 1+1, Rather Die Young, I Miss You. Concordo com I Miss You, QUE MÚSICA MAIS SEM SAL JESUS, e discordo de RDY, eu amo essa música. KK :3. 8. Alexis Jordan – Alexis Jordan só conheço Happines dela, e é ótima EA+P+APEÁPEÁPÉA. 7. Avril Lavigne – Goodbye Lullaby esse álbum da Avril é muito divo, pena que foi sofrido pela gravadora lixo. ):. Under My Skin de fato é o melhor dela, samba demais. e. Amo Smile, e achei merecido aquele clipe legal. ^-^. 6. Jessie J – Who You Are eu gostei de várias faixas do álbum, Nobody's Perfect é perfeita demais, Abracadabra também. 5. Adele – 21 antes achava o álbum bem zzZzzZz mas com o tempo fui vendo que era ótimo e merecido as vendas absurdas do álbum. KK Rumour Has It umas das melhores. 4. Demi Lovato – Unbroken WEEEEEEEE FUI LEMBRADO NO ÁLBUM DA MINHA DEMI LINDA ^-^, ai álbum do ano pra mim. KKK lembro quando vazou skyscraper, tava esperando sair no iTunes, ai a música me tocou que até me fez chorar. KKK :3. Piores: You're My Only Shorty (feat. Iyaz) (nojo da música e do feat) CONCORDO, QUE MÚSICA PODRE JESUS KKKKKK. 3. Britney Spears – Femme Fatale eu gostei de várias faixas, Brit sempre com um álbum cheio de faixas mega chicletes. KKK Piores: Big Fat Bass (feat. will.i.am) Concordo, não achei aquelas ~coisas~ pra essa música. 2. Christina Grimmie – Find Me não escutei. ~sofri~ 1. Selena Gomez & the Scene – When The Sun Goes Down Seleninha no topo wee ^-^, mas nunca que é o melhor dela, acho o mais fraco dela, só gosto de umas 4 músicas. só duas faixas do K&T sambam no WTSGD todo. -s. Todo mundo odeia That's More Like It não sei porque KKKKKKK eu amo essa música. Outlaw é a melhor de fato. INVEJEI SUA COLEÇÃO )):. Feliz natal pra você e um ótimo ano novo também, felicidade sempre, Vinni. ^-^

    Dez 25 2011, 14h45
  • Fullmettall

    Primeiro,fico muito honrado de ser citado e relacionado quando o assunto é a Amy Winehouse,mesmo que seja algo tão catastrófico que foi a morte dela,foi algo que eu realmente não estava esperando.. se ainda fosse em 2008/9 quando ela estava pele e osso,tudo bem.Foi uma tragédia e pra mim,o 2011 acabou no dia 23 de Julho.Ter que superar isso ainda está sendo complicado,pois eu ainda acho que vai sair alguma coisa falando que ela está escrevendo músicas,porém sei que isso é impossível.Tento lembrar das apresentações dela,dos momentos de consagração e sentir mais confortável com isso.Não serei fã de nenhum outro cantor,ela é única na minha vida e sempre será.Orgulho de ter visto uma cantora de jazz e soul que abriu tantas portas: Duffy,Adele,Mayer Hawthorne,Janelle.. essa nova geração do soul deve o novo mercado à Amy,que deixou um legado muito grande nas próximas gerações.Feliz também de ter acompanhado de perto,um pouco mais de 6 anos como fã,eu acho que a missão dela aqui na Terra foi cumprida da melhor forma possível.Chorei,chorei,chorei,agora se choro é de alegria pois a arte dela será guardada pra todo sempre.Amy eterna e única!! Sobre seu Top,o 4 da Beyoncé certamente calou minha boca, de hater passei a gostar muito dela,um bom álbum do começo ao fim,viciei de cara!! Pra finalizar,muito obrigado por citar meu nome,feliz de ter amigos com gosto musicais ótimos como você e que ainda se importam com o que eu passei com a Amy.Obrigado de coração!!

    Dez 25 2011, 15h01
  • dejavu-

    pq vc lembra de mim com Shane Harper – Shane Harper? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK ainda bem que me colocou em bey s2s2s2 amo/sou - me identifiquei com algumas partes do texto pessoal D;

    Dez 25 2011, 16h19
  • barbara_helena

    AAH ainda sou sua melhor amiga da net *-* pra sempre <3 mesmo com pouco contato né *-*² // AAAAA VOCÊ COMPROU O EXTRANJERA PARTE 1? HAUHAHAUHA ai eu tenho só o Parte 2 xD eu queria comprar o parte 1 mas ai eram tão poucas músicas né -.- e eu nem gosto da foto da capa a Dulce é uma safada mesmo aí quando saiu o Parte 2 eu comprei que vem todas as músicas AHUHAUAUHA // ai eu lembro Extranjera, Goodbye Lullaby <3 e o Unbroken *O* adorei a lista dos albuns tem vários aí que ouvi muito durante o ano <3

    Dez 25 2011, 16h27
  • amandahp

    ACABEI! KKKK gente, amei que vc me colocou no Panic e na Pixie :3 Mas como assim vc não gosta de Bright Lights??? tapa\ Dos albuns que vc colocou eu so ouvi o da Sky, Pixie, Panic <3, Avril, Demi, Brit e Selena. Morro de preguiça de baixar Adele, confesso kk Mesma coisa com Bey e Dulce... Ouvi falar no Agridoce, mas fiquei com medo de baixar.. q Vou ouvir as que vc colocou como melhores :) Acho que baixarei Dia Frampton, gostei do que vc disse =] Arrasou nos melhores e piores do Femme Fatale , do When The Sun Goes Down e do Vices and Virtues! Memories é um koo, Big Fat Bass tensa, That's More Like It horrível kkk. Sobre o GL "tem todas as Avril’s nele e uma certa mistura dos álbum, tem desde a Avril adolescente e rebelde do Let Go em faixas como Darlin, Avril rockeira e emotiva do Under My Skin em faixas como Not Enough e Everybody Hurts até a Avril patricinha e mais divertida do The Best Damn Thing em faixas como Smile e What The Hell" Concordo, apenax :) Tu conhece muito das cantoras, gente! hasudhuas Mas amei os reviews! Amei a Katy B nos Highlights <3 Adorei sua coleção!! -S Feliz 2012!!

    Dez 25 2011, 16h56
  • whattheron

    adorei mics, as partes que não li foram dos albuns. Mas no da avril tive que ler né? minha linda, não podia deixar de ler. É uma pena a classificação de Darlin, mas acontece. Enfim agradeço por ter lembrado ta? E apesar da gente ta se falando muito pouco, em comparação aos last's antigos, te considero muito mics s22. Enfim Feliz 2012 *-*

    Dez 25 2011, 19h31
  • xbeckettx

    MAS QUE BÍBLIA, AMIGSSSSSSSSSSS!!! confesso que não li tudo, mas li grande parte! e antes de comentar sobre os álbuns, deixa eu comentar sobre a sua "introdução" lá: fiquei MUITO feliz em saber que esse ano foi melhor pra você! acho que perdi muita coisa, né? =/ eu nem te contei, mas comecei a trabalhar! SIIIIIIIIM, não sou mais vagabs - se bem que só comecei a trabalhar porque repeti de ano DE NOVO KKKKKKKKKKKKKKKKKKK ano que vem vou fazer supletivo e - oh wait, isso não é sobre mim. enfim, a vida é assim mesmo, a gente tem que aprender a superar MUITA merda, e sei lá, eu sei que vai soar idiota, mas eu to orgulhosa de você. acho que voce teve que aguentar muita coisa dessa gente babaca enquanto ainda era muito novo, mas é realmente incrível ver que você superou. quanto aos momentos ruins do ano, eles tinham que acontecer, né? nenhum ano vai ser perfeito, mas é possível que tenham mais momentos bons do que ruins. fico feliz que seu ano tenha sido bom <3 e que a Linds tome jeito ano que vem, porque eu não aguento mais ela se metendo em tanto problema! =/ enfim, vamos aos álbuns: eu só ia ler os que eu conhecia, mas alguns outros me chamaram a atenção. e confesso que sempre tive curiosidade de baixar Natalia Kills, mas sempre dava uma preguiçaaaaa... graças a sua crítica ali eu vou baixar sim <3 e Selena em 1°, definitivamente surpreendente UHSAUSAHSUA já fui muito fã dela, mas confesso que como cantora ela nunca me atraiu. mas esse álbum realmente ficou muito bom - não diria que o melhor do ano, já de cabeça me vem que a Demi é uma cantora muito superior a Sel. mas tudo bem, é sua lista USHUSAHSUAHSA E GLEE ALI, GLEEEEEEEEEEEE <33333333333333333333333333333333333333 eu confesso que até rosnei quando vi você falando dos Warblers SAHUSAHHSAUSAH são meus bbs!! ;; claro que a qualidade caiu sem o Darren, mas ainda acho que eles são incríveis - Uptown Girl é uma das minhas músicas preferidas da temporada até agora <3 e é também porque eu tenho um carinho ENORME pelo Curt Mega, que é o lead singer nessa música. tu acredita que quando eu fui despedida ele me consolou pelo twitter? sério, ele é MUITO amor! e o Grant (Sebastian) é outro fofo, que sempre me dá atenção <3 sendo que eu odeio o personagem dele, mas enfim SAUHSAUHSAUSA e uma correção sobre mim: JÁ SUPEREI MEU AMOR MENOR DE IDADE, OK KKKKKKKKKKKKKKKK achei tão engraçado ler isso, porque eu o vi esse fds e fazia meseeeeeees que não o vi, e voce escreve dele 2 dias depois disso, mereço kkk agora sou mulher do Darren, I love him, I'm his and everything he is I am too <3 inclusive, to juntando dinheiro já pra ir na última tour do cast original em julho em NYC! e se Deus quiser conheço meu Dare :) enfim amigs, adorei sua lista, embora discorde em uns pontos kkkkkkkkk. você sempre vai ser uma das pessoas mais incríveis que conheci aqui na last <3 e que seu 2012 seja bem melhor que seu 2011, afinal, vai ser o último ano que viveremos e kkkkkkkk -s -n -t. te amo muito, amigs <3

    Dez 25 2011, 21h03
  • beatdropped

    Fiquei honrado de ter sido marcado na nicola e na britney, que foram um dos meus maiores vícios em 2011, em destaque pra nicola, só faltou me marcar em glee mas ok :') Nos nos distanciamos muito quando eu mudei de conta, mas nunca esqueci de ti ^-^ Enfim, vou comentar essa sua lista gigante que eu demorei anos pra ler, essa lista tá cheia de artista who que eu não conhecia nem o nome, então nem vou comentar, vou falar só dos álbuns que eu realmente ouvi, a nicola deveria estar numa posição beeeem melhor, o álbum é perfeito, uma combinação de melodias calmas e outras super agitadas, e os remixes de beat of my drum não decepcionaram quem gosta de dançar, o kc blitz remix foi um vício pra mim, enfim o cinderella's eyes salvou o meu 2011 :') da cher lloyd eu só ouvi swagger jagger então ficarei apenax calado, o perfectionist tambem marcou o meu 2011, álbum bem dark mas bem legal, e acho uma puta falta de sacanagem a comparação dela com a gaga mas né esses little monsters não tem o que fazer cry1 O vices & virtues tambem foi uma novidade pra mim que sou super poser do P!ATD KKKKKKKKKKKKK O LOVE? também nem curti muito, vazaram muitaaaas músicas antes do cd lançar , então nem foi novidade, o volume 7 do glee pra mim foi um dos mais fracos deles, até porquê eu não sou lá dessas pessoas que tem muito espirito natalino e talz, diferente de muita gente eu até que curti o álbum da bey mas eles nem chega os pés do I Am... Sasha Fierce, B'day e muito menos Dangerously in love, mas né o álbum é legal, mas tem músicas super ZzZz também, eu durmo só de ouvir o toque de 1+1, a letra é bonita mas a música é muuito chata então vamos pra o próximo disco, o GL foi a chave de ouro pra eu ouvir mais a avril, e o vivi fez eu baixar, adorei o resultado, adorei as escolhas de single, mas digamos que os dois primeiros singles não se encaixam no conteúdo do GL, wth e smile são agitadas e dançantes, beeeeeeeeem diferente do restante do álbum, mas mesmo mereceu a posição, a Jessie J foi a revelação de 2011, álbum muito bom, mas nunca parei pra ouvir ele mais de 5 vezes cry1 e enfim ADELE, ou gordele pra os mais intimos n, eta mulher de voz potente, uma mulher gorda fazer sucesso como ela fez e praticamente impossível, ela não precisou se esfregar em nenhum cara ou fazer safadeza em seus clipes pra deixar eles bonitos, e o que mais me impressiona são as músicas dela, é veneno pra quem tá apaixonado, ele vai fazer você chorar, então cuidado com a adele pessoas apaixonadas não correspondidas -N O Unbroken mostrou como a demi se sentia de verdade, e nada melhor que uma música como skyscraper pra primeiro single, espero ansioso o segundo mas enfim né, esse álbum da selena é muito bom mas não merecia primeiro lugar, apenax isso/

    Dez 26 2011, 15h07
  • lovekills-

    Que Bíblia! Até que enfim acabei de ler tudo. Mas enfim, o começo foi díficil pra você, mas ainda bem que superou tudo isso. Sua seleção de álbuns está ótima, mas eu teria acrescentado/tirado alguns daí. Tirando uns 4 álbuns daí, o resto já ouvi tudo. samba/ Obrigado por ter lembrado de mim. <3 Sofri com apenas eu no álbum da Dia/Christina, mas ela são dignas demais. *-* Não achei o Femme Fatale um dos melhores do ano, metade do álbum é chato, e tem várias faixas tapa-buraco, também parece que ela gravou esse CD só por fazer mesmo, sem motivação. Amo o CD da Alexis, podia ter me colocado lá também, e eu não sabia que tinha saído clipe de Say That. poser/ -n O CD da Rebecca é perfeito também, a voz dela é um luxo, e eu me acabo. s2s2 Concordo com você na questão do Young Foolish Happy, tem bastante faixas, mas várias são descartáveis, mas acho que não terá muitos singles, por causa do mega flop. faley/ Não acho Casualty of Love a pior faixa do Who You Are, L.O.V.E. que é, aquela coisa podre. O Stronger é muito bom também, gosto de quase todas as músicas, tirando umas 2. Não conheço Agridoce. qisso/ Nem Shane Harper, Allstar Weekend, e não gosto da Dulce. adeus/ Perfectionist em #24, mas sabe que eu colocaria em uma posição melhor, e o álbum tem apenas 4 singles, Zombie e Active My Heart foram promos, embora Active My Heart nem tenha entrado no álbum. :/ O EP dela é bom também, recomendo baixar, e tem outras músicas da fase rapper dela, mas nem acho que você gostaria. corre2 O vol. 7 do Glee tem músicas legais, mas não gosto muito de todas, tem outros álbuns deles melhores. Sofri com a poser do @tracesofyou no álbum da Cher. -n Enfim, são muitos álbuns e estou com preguiça de comentar sobre todos. Eu teria colocado o Killer Love nesse meio aí. <3 Que inveja da sua coleção, ainda terei uma maior. u-u Feliz 2012 pra você, que seja um ano bem melhor pra você (porque 2011 pra mim não foi grande coisa, mas ainda foi melhor em algumas coisas que 2010), felicidades. I ♥ U. <3 E sofra pra ler todas as respostas, ninguém mandou fazer um troço tão grande assim.

    Dez 26 2011, 15h42
  • poisonsociety

    nossa, me senti lendo o ordem da fenix again, obrigado amiga n depois desse comentário tosco vamos lá. obrigado por ter me lembrado em dois albuns, no do Glee, que apesar de ter me decepcionado muito nessa temporada, o volume 7 ficou bem digno e no da Britney, farofa fatale arrasou com todas, we. achei muito digno você ter comentado um pouco sobre sua vida antes de tudo, adorei ler isso de você estar bem melhor agora depois de tudo que passou por causa daquele babado todo, não se preocupe, até a Blair passou por isso quando a ridicula da Jenny quis ser a queen, mas depois acabou com ela, adorei n aliás, lendo isso sobre seus vicios e você dizendo que só precisava ver uma vez pra viciar então te recomendo que deixe a preguiça de lado e vá ver gossip girl né, pra muitos parece futil mas não é mais futil que glee não, acredite ÇSÇA~ÇSLAKL agora sobre os albuns, não ouvi o da jessie and the boys inteiro, só algumas musicas mas ela me parece linda e. ainda não ouvi o do joe jonas inteiro também KKKKKKK só just in love e pelo clipe que ele aparece todo sexy, ah que pena :/ n sky, nicola, cher, natalia, pixie, j-lo, demi e selena, todas mereceram estar nesse top, todos albuns que passaram pela minha lista (ok, sky, j-lo, demi e selena passaram perto de entrar, sry) e que vou guardar com carinho por vários anos, oh. uma grande curiosidade que sempre tive foi sobre esse album do the wanted, um amigo meu sempre falou deles e depois da sua critica acho que hoje mesmo baixo o album, me parece muito bom. adorei o ff na sua lista também, sua critica foi ótima e além de criticar informou para os que não acompanharam a britney nessa era, e todos sonham com um live de Criminal mas acho que vamos ter que esperar a tour nova né ;_; enfim, adorei, obrigado pelas nossas conversas sobre o luv mtv gay de séculos atras, sobre glee, sobre um pouco de gossip girl, de tudo, enfim, feliz ano novo e que você continue melhorando sempre, we <3

    Dez 26 2011, 18h40
  • MrPiska

    ai que texto grande, preguiça de ler tudo, só li minha parte clo2 Enfim, tnx pela dedicação e eu te respondi a bíblia e to esperando a resposta até hoje ok, respondi uns dias dps que cheguei do show em SP e. TE AMO VINA <3

    Dez 26 2011, 22h44
  • MrPiska

    ~Britney~ Me lembra: MrPiska | ~Selena~ Me lembra: MrPiska AIQ LINDO EU MENCIONADO DUAS VEZES <3

    Dez 26 2011, 22h46
  • MrPiska

    ai n vou fazer re-escrever a bíblia não, to um flop msm

    Dez 26 2011, 22h47
  • MrPiska

    MAS FICA AQUI MEU AMOR POR VC: ♥

    Dez 26 2011, 22h47
  • MrPiska

    q

    Dez 26 2011, 22h47
  • MrPiska

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK FLOODEI TODA

    Dez 26 2011, 22h48
  • LeH450

    Não curti o Top.. Selena em 1# .O. dreammmmm'

    Dez 27 2011, 22h14
  • kimballsuxxx

    awn, eu tô ali no textinho <3 enfim, vou pular essa parte a introdução e focar nos álbuns. começando pelo fastlife pq não ouvi o da jessie. nunca gostei muito de jonas brothers, e tbm não gostei do fastlife, mas gosto da voz de bee do nick e pretendo baixar o cd dele pra ver se é bom. que lindo o AS iF! na sua lista, merece muito e com certeza 108 é a melhor do ep, e uma das melhores músicas desse ano, af muito perfeita. espero que a sky consiga ahazar ano que vem com o álbum, e como ela já disse várias vezes, está se inspirando na Fiona Apple pra fazê-lo então já é um sinal de que vai ficar muito bom. Traces é ótima, não merecia estar na pior. Cinderella's Eyes perfeito <3 merecia uma posição melhor, mas ok. e comassim estranhou Yo-Yo como single? é uma das mais comerciais etc, ainda não foi lançada oficialmente, só em janeiro, teria tudo pra hitar mas se os dois primeiros singles do álbum não conseguiram isso, acho dificil o terceiro conseguir... mas ok, o álbum não deixa de ser perfeito por isso. Cher nova eu passo, só gosto da old but gold. mesma coisa da natalia forçada kills, nem acho o cd dela tããão obscuro assim gente, ouve marilyn manson e uma das coisas from hell que a streed escuta que você vai ver o que é obscuro de verdade n. eu baixei o cd da Rebecca mas não gostei muito, a voz dela é muito perfeita, MESMO, mas o cd não me chamou a atenção. Pretendo baixar o cd da Dia só pq ela era do The Voice, e parece ser cute, começando pela capa. e sobre o Young Foolish Happy, eu me decepcionei um pouco, ainda acho o Turn It Up bem melhor, mas tem algumas músicas aproveitáveis como WDYTMF, Everybody Hurts Sometimes etc, mas no geral, bleh. Sem contar a capa que é o cumulo do ridiculo (ainda bem que você colocou a capa do deluxe aqui, pq é muito melhor). Evanescence, esses lindos. Pra mim esse é o pior cd deles, mas não significa que seja ruim, só não é melhor que os outros. Tem algumas músicas ótimas, The Other Side, What You Want, Made Of Stone, Sick e etc, mas o show deles no Rock In Rio foi perfeito etc, af a voz da Amy é tudo. Agridoce é outro que baixei mas não curti muito, mas admiro bastante a Pitty. Mylo Xoxota é ótimo, segundo melhor álbum do Coldplay pra mim, só perde pro Rush. E acho a outra capa bem melhor que essa que você postou. Mais um que eu baixei e não gostei muito foi o do Panic, tbm não gosto do primeiro cd deles, só curto MUITO o Pretty.Odd <3 Ceremonials é uma obra-prima e pra mim supera SIM o Lungs, ela evoluiu bastante (pra quem achava que era impossivel fazer um álbum tão bom quanto o Lungs, ou superior, quebrou a cara). Enfim o álbum é muito digno e eu já tenho o meu <3 Não gosto muito do Love? mas a J.lo é uma ótima performer mesmo, já passou dos 40 e dança como ninguém, canta razoavelmente bem, e etc. Se a Brita se esforçasse tbm poderia ser assim, mas ela é uma preguiçosa de marca maior, enfim. Villain nas piores comassim, não merece. Eu acho Glee muito irritante, então passo. Stronger <3 eu não gostei muito quando ouvi a primeira vez, mas agora acho divo, talvez seja meu preferido da Kelly, apesar que o Breakaway marcou bastante. Beyoncé almofadinha e seu 4 lixo total, um dos piores cds do ano pra mim sorry. Goodbye Lullaby coisa linda. A Avril nunca decepciona né, o álbum é ótimo, pena que flopou um pouco e os singles não foram muito bem, mas o álbum não é tão comercial e a RCA é um lixo total então o flop já era esperado. Jessie J passo, ótima artista e voz perfeita, mas as músicas não curto. Eba eu tô ali na descrição do 21, enfim, a Adele sambou na cara de todas esse ano, e tá com o cd perto dos 15 milhões em venda, e Set Fire To The Rain já é um hit garantido. Ela merece todo o sucesso que está tendo. Unbroken, gosto de algumas músicas mas no geral acho um álbum tensinho. Don't Forget ainda é meu favorito da Demo n. Chegou na Femia Fatal. De onde você tirou que TTWE superou Toxic e IWG superou os dois? lol nas rádios, TTWE e IWG foram grandes hits mesmo, mas nos charts, popularidade e etc, passaram longe de alcançar Toxic, que é um hino e junto com BOMT são as músicas mais lembradas da brita. Tem que ver isso ai. BFB nas piores, acho digno. E Chegamos no #1 lugar, não acho que o When The Sun Goes Down mereça uma posição tão alta mas ok. ai gente, todo o universo odeia That's More Like It, acho que só eu e o Deneer amamos <3 apesar da letra tosca e etc. e ri do DNA ali embaixo, que fim de carreira. enfim, acabei, parabéns vinni, deve ter dado muito trabalho mas sua lista ficou digna <3 feliz ano novo e tudo de bom pra você em 2012 <3 xo.

    Dez 28 2011, 16h09
  • criminal-

    Obrigado por lembrar de mim na 'intro' Vinni. <3 Saiba que você é um ótimo amigo e te considero bastante. :3 Jesus, um top 30. :_: Vamos lá, Jessie & The Toy Boys, nunca ouvi. ~ Fastlife, ouvi mas não gostei muito, beem mais, achei bem fraquinho. ~ Allstar Weekend, nunca ouvi. ~ Sky Ferreira, nunca ouvi também. ~ Nicola, eu sou apaixonado por esse álbum, é gostoso de se ouvir, sobre BOMD, logo quando saiu eu nem dei atenção, só baixei quando saiu o álbum dela e viciei MUITO. rs Concordo totalmente com as melhores e piores. ~ Cher <33 Amo demais ela, ela é uma linda, canta muito bem, e lançou um bom álbum, apesar de ser meio genérico, eu amo. Nossa, eu amo as suas 'piores'. :( ~ Natalia Kills, falam tanto dela, baixei o Perfectionist a mais de 6 meses e nunca tive vontade de extrair pra ouvir. '-' ~ Heaven. <3333 Amo demais esse álbum, a Rebecca me surpreendeu, ela é uma fofa, não tem como não se apaixonar por ela desde o X-Factor. <3 ~ Dia Frampton, nunca ouvi. ~ Young Foolish Happy: achei muuuuito fraco esse álbum novo da Pixie, nenhuma música marcante, só gosto de Love You to Death e What Do You Take Me For? ~ Batterground, só gosto das duas primeiras faixas desse álbum, o resto eu passo. ~ Evanescence é um bom álbum, mas não tão bom quanto os anteriores, but eu gosto mas não tenho nenhuma faixa preferida ou uma que eu menos gosto, é um álbum comum pra mim. ~ Agridoce eu baixei pra fazer o tópico na DM, ouvi um pouco mas não gostei muito. ~ Mylo Xyloto é um álbum excelente! Um dos melhores do ano pra mim, Coldplay sempre cumprindo o requesito. <3 ~ Shane Haper nunca ouvi. ~ Vices & Virtues, amo Let's Kill Tonight, Balada da Mona Lisa e Hurricane. <3 ~ Ceremonials é um bom álbum, minhas preferidas são Spectrum e Shake It Out. G_G ~ Love? é o único álbum que eu gosto da J.Lo KKK, amo demais OTF. ~ GLEEEE <3 JESUS, pisou demais, e lembrou de mim. <3 Eu amo praticamente todas as músicas desse volume, mas tem umas que são mt zzz tipo Somewhere... ~ Stronger é um bom álbum, não ouço muito, só gosto dos singles rs ~ Extranjera é bem regular pra mim, nada demais... ~ Adoro o 4, apesar de tantas críticas e tals, mas acho que só metade do álbum presta. LOL Amo todos os singles que foram lançados, e durmo com 1+1. ~ Alexis Jordan nunca ouvi. ~ Goodbye Lullaby, gosto desse álbum, mas nunca parei pra ouvir com calma, eu tinha ele aqui e a qualidade era ruim, aí eu excluí do PC e até hoje tenho preguiça de baixar. u_u ~ Olha só, Who You Are em #6, não sabia que gostava tanto... A Jessie J é uma fofa, respito demais ela principalmente pela humildade que me apaixonou. <3 Mas não gosto muito desse álbum, só de umas 3 ou 4. ~ #21 é épico, muuito bom. Durmo com Lovesong e I Found a Boy rs. ~ Unbroken, eu esperava tanto desse álbum e foi uma decepção pra mim, sei lá, acho que não combinou com a Demi. '-' Só ouço All Night Long e Who's That Boy. ~ Femme Fatale é um dos álbuns mais viciantes EVER, tá em #1 no meu last por isso, viciei demais, e várias músicas, e graças a Britney meu nome do last é criminal- rs. ~ Xtina Grimmie, nunca ouvi. .-. ~ WTSGD em #1. :O Apesar de ser um ótimo álbum, pra mim não é o melhor de 2011, mas tem seus méritos, e é o melhor da Selena. TERMINEI, JESUS. - REVOLTADO POR NÃO TER ONE DIRECTION NEM NO MORE HIGHLIGHTS OK????????? odio1 - Parabéns vinni, ótimo best of 2011. <3

    Dez 29 2011, 18h53
  • criminal-

    AH, ótimo ano novo pra você também, só vi agora no final. <3

    Dez 29 2011, 18h54
Ver todos os 43 comentários
Deixe um comentário. Faça login na Last.fm ou cadastre-se agora (é gratuito).