• Artistas Piauienses de maior popularidade no lastfm

    Abr 22 2014, 17h57

  • Reflexões acerca da música local piauiense.

    Fev 16 2014, 11h54

    A música piauiense, em geral tem muita qualidade. Existem bandas e artistas de quase todos os estilos musicais e para todos os gostos. E nos últimos anos as bandas e músicos estão se profissionalizando bastante. Novas bandas com níveis extraordinariamente belos estão surgindo no cenário musical.

    ''Mas o grande problema é que não é valorizado. Não existe um mercado consumidor da arte daqui. Em geral as pessoas não consomem a arte daqui, não existe um consumo em massa de discos, livros, peças de teatro, de arte teresinense/piauiense. O público ainda é muito reduzido. Alguns ainda tem o pensamento de que a arte é de graça. Querem ganhar seu disco, seu livro, assistir sua peça, seu show de graça! Se criarmos um público sólido que consuma de maneira massiva nossa música, nossa arte em geral, já é um grande passo para conseguir um maior espaço, inclusive nacionalmente. Acredito que enquanto isso não acontecer, continuará sendo difícil para os artistas. Principalmente para os que vivem só de arte, que não possuem outra profissão para poder ser artista. Enquanto as pessoas não se apropriarem do que é feito aqui e consumir mais o que vem de fora ou o que não é autoral, a situação continuará a mesma.’’

    Procurem conhecer o belo trabalho que está sendo realizado pelos artistas locais.
    Valorizem o que temos aqui, no nosso estado, na nossa cidade é importante.

    Fonte: http://www.torquatalia.com.br/posts/torquatalia-de-volta-51.html#.UwCklfldWfe
  • Spyzer - Relação de alguns dos instrumentos utilizados:

    Jun 23 2011, 1h12

    Diferente e criativo. O Spyzer é um grupo que une música eletrônica & acústica em uma experiência áudio-visual exótica e psicodélica. Lembra muito DAFT PUNK, BLUE MAN GROUP E NINE INCH NAILS. Os nomes por traz desta idéia original são Andy-x, Jay, Lhux e Rick que combinaram em um só show conceitos eletrônicos com instrumentos de diferentes culturas - e também feitos com as próprias mãos - como grande pan, vocoder, didgeridoo, sintetizadores, saxofones, flauta, guitarra, muita percussão e Bateria Eletrônica. Uma transe eletroacústica em um set composto em sua maioria por batidas fortes, baixos rasgados, unindo Vj, instrumentistas, uma parafernália de controladores para as mãos e pés em um prazeroso tempero dançante, divertido e ao vivo.

    Confira alguns dos instrumentos utilizados:

    GRANDE PAN: Instrumento aerofônico (som gerado pelo movimento da coluna de ar) feito de canos de pvc, inteiramente projetado e construído por um integrante do projeto. Atingindo sons graves e percussivos muito fortes produzindo o som do Baixo característico da e-music, porém com um timbre único gerado ao vivo. O seu monstruoso tamanho e a complexidade dos canos entrelaçados fazem um show a parte.

    DIDGERIDOO: Instrumento aborígene australiano que é considerado por muitos estudiosos como o primeiro instrumento da humanidade. É utilizado por muitos %u2018didge man%u2019 como estímulo à meditação e por algumas tribos como instrumento de cura. Seu som hipnotizante é semelhante ao de um LEAD de música eletrônica, sendo que sua psicodelia faz com que o público viaje no seu timbre realmente Orgânico.

    SAXOFONES: A utilização do sax no Spyzer, é totalmente diferente da usualmente conhecida. Neste projeto o saxofône duela com si próprio, já que algumas frases são gravadas ao vivo e soltas em loop simultaneamente, em um processo de criação de novos timbres e frases que somados ao som original deste instrumento provocam uma viajem muito interessante.

    SYNTHS: (Instrumento musical eletrônico projetado para construir e manipular sons). Dois sintetizadores de grande porte são utilizados no Spyzer por diferentes técnicas, dando liberdade à desconstrução total dos sons originados por todos os instrumentistas.

    VOCODER: É um processador sonoro %u2013 vocalizador %u2013 que retira da voz toda a propriedade humana convencional. O resultado é a transformação da voz em um novo instrumento eletrônico, de modo que, provocado por simples frases cantadas ao vivo, gera sons de Robô e de outros timbres excêntricos de maneira criativa, através de suas teclas e grande quantidade de botões, estimulando o público.

    LIVE PERCUSSION: A percussão é empregada de um modo bem diferente daquelas usualmente vistas no cenário eletrônico, em que o instrumento apenas acompanha a batida. No Spyzer a percussão realiza a comissão de frente musical, contando com instrumentos já conhecidos como pratos, tons, rotontons, bongôs entre outros, e também alguns não muito utilizados como o Djembê (com o qual o instrumentista desce do palco no meio do público interagindo em uma roda de música e dança) além também do Derbak (instrumento persa utilizado em danças do ventre) e a bateria eletrônica, que forma a estrutura principal das batidas do grupo.

    GUITARRA: A guitarra já um elemento muito conhecido na e-music, mas a forma como ela é incorporada ao Spyzer é bastante inovadora, utilizando rifs marcantes, solos rapidos e precisos, se torna um show a parte e não um mero acompanhamento.

    FLAUTA TRANSVERSAL: A marca doce e versátil deste instrumento estão presente também no Spyzer nos momentos de psicodelia, fazendo com que o show se torne ainda mais contagiante em alguns momentos muito introspectivos.

    LIVE VJ: Além do som autêntico este projeto tem também um show de imagens. Isto pois com Vj atuando com mixagens de vídeo ao vivo, com o uso de telões, Tv de Plasma ou Paineis de led além de microcâmeras espalhadas no palco %u2013 registrando em %u201Ccloses%u201D cada um dos 4 integrantes do projeto %u2013 o show torna-se um espetáculo, provando ainda que tudo o que está sendo feito é realmente AO VIVO.
  • História e Música Piauiense

    Mai 25 2011, 2h18

    Aos interessados, blog sobre a cultura musical piauiense, sua história e seu cotidiano em constante pesquisa AQUI
  • A musica independente no Piauí

    Mai 24 2011, 20h22

    Vasculhando nos sites e blogs encontrei esse artigo que fala sobre esse assunto. é legal dar uma olhadinha: A música independente no Piauí
  • Como funcionam as tabelas de um grupo? E o que significam as tabelas exclusivas?

    Mai 21 2011, 17h14

    Assim que um grupo tiver alguns membros, ele começará a gerar tabelas: tabelas gerais e tabelas exclusivas do grupo.

    Nas tabelas gerais, cada “1” representará um membro do grupo. Por exemplo, suponha que 3 pessoas no grupo ouviram determinado artista na última semana; nesse caso, as tabelas indicarão “3”, o que significa que 3 membros ouviram aquele artista, e não o número de vezes em que o artista foi executado por todos os membros do grupo.

    Nas tabelas “exclusivas deste grupo”, que podem ser exibidas nas páginas dos grupos, é dada ênfase ao gosto musical particular dos membros do grupo, quando comparado aos hábitos musicais dos demais usuários da Last.fm.

    Isso significa que essas tabelas não mostram apenas o que os membros gostam, como acontece com as tabelas gerais, mas sim o que é especial em seus hábitos musicais em comparação ao que outros usuários da Last.fm ouvem (considerando a média do comportamento musical do ouvinte):
    Por exemplo, se os membros de um grupo ouvem o artista A com mais freqüência do que outros usuários, o artista A será mais exclusivo daquele grupo, já que ele tem a preferência nos hábitos musicais daqueles membros se comparado ao das outras pessoas; por outro lado, se eles ouvem o artista B, mas todos os usuários (e todos os outros grupos) também o fizerem, o artista B será menos exclusivo daquele grupo.
  • Como funcionam as tabelas de um grupo? E o que significam as tabelas exclusivas?

    Mai 21 2011, 16h44

    Assim que um grupo tiver alguns membros, ele começará a gerar tabelas: tabelas gerais e tabelas exclusivas do grupo.

    Nas tabelas gerais, cada “1” representará um membro do grupo. Por exemplo, suponha que 3 pessoas no grupo ouviram determinado artista na última semana; nesse caso, as tabelas indicarão “3”, o que significa que 3 membros ouviram aquele artista, e não o número de vezes em que o artista foi executado por todos os membros do grupo.

    Nas tabelas “exclusivas deste grupo”, que podem ser exibidas nas páginas dos grupos, é dada ênfase ao gosto musical particular dos membros do grupo, quando comparado aos hábitos musicais dos demais usuários da Last.fm.

    Isso significa que essas tabelas não mostram apenas o que os membros gostam, como acontece com as tabelas gerais, mas sim o que é especial em seus hábitos musicais em comparação ao que outros usuários da Last.fm ouvem (considerando a média do comportamento musical do ouvinte):
    Por exemplo, se os membros de um grupo ouvem o artista A com mais freqüência do que outros usuários, o artista A será mais exclusivo daquele grupo, já que ele tem a preferência nos hábitos musicais daqueles membros se comparado ao das outras pessoas; por outro lado, se eles ouvem o artista B, mas todos os usuários (e todos os outros grupos) também o fizerem, o artista B será menos exclusivo daquele grupo.
  • Como adicionar um artigo/blog ao grupo?

    Mai 21 2011, 16h43

    Você pode fazer isso em seu perfil, clicando em 'blog' e, depois, em 'escrever um novo post'. Após criar o post, marque a opção 'enviar este post a um ou mais grupos'. Você verá então a lista de todos os grupos aos quais pertence e poderá selecionar o(s) grupo(s) para o(s) qual(is) deseja enviar o artigo. O post aparecerá automaticamente na página do grupo escolhido (no entanto, observe que, às vezes, os líderes do grupo não permitem postagens diretas ou desejam autorizar primeiro o post enviado, no caso, esse grupo encontra-se liberado).
  • Downloads do Piauí

    Mai 21 2011, 16h16

    Onde encontrar musicas do Piauí para download?
    Eu pessoalmente uso o Palco Mp3 ou ainda o Trama Virtual.
    Se tiverem mais alguma sugestão ou links, por favor disponibilizem pra galera.
  • Melhores Discos Brasileiros de 2010

    Mai 21 2011, 14h58

    Foi publicado na revista ‘Manuscrita’ uma matéria especial com os 100 melhores discos lançados no Brasil em 2010.

    1ºLeo Cavalcanti - Religar
    2ºTulipa Ruiz - Efêmera
    3ºMarcelo Jeneci - Feito Pra Acabar
    4ºRodrigo Maranhão - Passageiro
    5ºKarina Buhr - Eu Menti Pra Você
    6ºCarlinhos Brown - Diminuto
    7ºSilvia Machete - Extravaganza
    8ºPato Fu - Música de Brinquedo
    9ºRoberta Sá e Trio Madeira Brasil - Quando O Canto É Reza
    10ºApanhador Só - Apanhador Só

    11ºFernando Salem - Rugas Na Pele Do Samba
    12ºThiago Pethit - Berlim, Texas
    13ºAndréia Dias - Vol. 2
    14ºCibelle - Las Venus Resort Palace Hotel
    15ºHolger - Sunga
    16ºRhaissa Bittar - Voilà
    17ºAndré Abujamra - Mafaro
    18ºGarotas Suecas - Escaldante Banda
    19ºStop Play Moon - Stop Play Moon
    20ºA Banda de Joseph Tourton - A Banda de Joseph Tourton

    21ºGeraldo e os Amigos do Rumo - Sopa de Concha
    22ºMilton Nascimento - ...E a Gente Sonhando
    23ºGuizado - Calavera
    24ºTrio Esperança - De Bach A Jobim
    25ºInverness - Somewhere I Can Hear My Heart Beating
    26ºÁurea Martins - De Ponta Cabeça
    27ºBárbara Eugênia - Journal de BAD
    28ºPaula Morelenbaum & João Donato - Água
    29ºNaná Vasconcelos - Sinfonia & Batuques
    30ºEumir Deodato - The Crossing

    31ºChico Pinheiro - Flor de Fogo
    32ºLetieres Leite & Orkestra Rumpilezz - Orkestra Rumpilezz
    33ºMaquinado - Mundialmente Anônimo
    34ºLuísa Maita - Lero-Lero
    35ºMarku Ribas - 4 Loas
    36ºGilberto Gil - Fé Na Festa
    37ºm.takara 3 - Sobre Todas e Qualquer Coisa
    38ºLurdez da Luz - Lurdez da Luz
    39ºNina Becker - Vermelho
    40ºMoska - Muito

    41ºSatanique Samba Trio - Bad Trip Simulator #2
    42ºSereno da madrugada - Modificado
    43ºFino Coletivo - Copacabana
    44ºTúlio Borges - Eu Venho Vagando No Ar
    45ºLulina - Meus Dias 13
    46ºPaulo Cesar Pinheiro - Capoeira de Besouro
    47ºCérebro Eletrônico - Deus e o Diabo no Liquidificador
    48ºJuliana R. - Juliana R.
    49ºGisele de Santi - Gisele De Santi
    50ºMonique Kessous - Monique Kessous

    51ºYamandú Costa e Valter Silva - Yamandú Valter
    52ºWilson Das Neves - Pra Gente Fazer Mais Um Samba
    53ºThe Ipanemas - Que Beleza
    54ºjabu morales - Jabu
    55ºLuiz Tatit - Sem Destino
    56ºSá, Rodrix & Guarabyra - Amanhã
    57ºMarcos Valle - Estática
    58ºJoão Donato Trio - Sambolero
    59ºArícia Mess - Onde Mora o Segredo
    60ºPata de Elefante - Na Cidade

    61ºMauro Aguiar - Transeunte
    62ºLabirinto - Anatema
    63ºFelixBravo - Camafeu
    64ºDelia Fischer - Presente
    65ºCohen e Marcela - MiM: Um Disco Romântico
    66ºMu Chebabi - Uma Coisa é Uma Coisa Outra Coisa é Outra Coisa
    67ºluiz gabriel lopes - Passando Portas
    68ºSeu Jorge and Almaz - Seu Jorge and Almaz
    69ºOrtinho - Herói Trancado
    70ºSérgio Britto - SP55

    71ºTribo de Gonzaga - De Mudar o Coração de Cada Um
    72ºEmílio Santiago - Só Danço Samba
    73ºOs Cariocas - Nossa Alma Canta
    74ºAngra - Aqua
    75ºana clara horta - Órbita
    76ºTatiana Parra - Inteira
    77ºMateus Aleluia - Cinco Sentidos
    78ºEMICIDA - Emicídio
    79ºVânia Bastos - Na Boca do Lobo
    80ºMombojó - Amigo do Tempo

    81ºsanta maria da feira - Santa Maria da Feira
    82ºPaula Morelenbaum - Bossarenova
    83ºRenato Godá - Canções Para Embalar Marujos
    84ºIvan Lins - Íntimo
    85ºDiego E O Sindicato - Parte de Nós
    86ºDo Amor - Do Amor
    87ºClara Moreno - Miss Balanço
    88ºMental Abstrato - Pure Essence
    89ºVanessa da Mata - Bicicletas, Bolos e Outras Alegrias
    90ºSaravah Soul - Cultura Impura

    91ºWatson - Watson
    92ºLestics - Aos Abutres
    93ºMaria Eugênia - O Samba Me Diz
    94ºRogê - Fala Geral
    95ºEdu Lobo - Tantas Marés
    96ºSem Horas - O Primeiro Passo Para Conquistar o Mundo
    97ºPouca chinfra - Pouca Chinfra
    98ºMariano Marovatto - Aquele Amor Nem Me Fale
    99ºLucy and The Popsonics - Fred Astaire
    100 Dora Vergueiro - Samba Valente

    Você concorda? Discorda? Acha que faltou alguém? Quais desses discos não deveriam estar na lista? Comente![url=[url=http://issuu.com/manuscrita/docs/100brasi]http://issuu.com/manuscrita/docs/100brasil2010]A edição pode ser lida on line AQUI