“Eleanor Rigby” é uma canção do grupo de rock inglês The Beatles, originalmente lançada no álbum Revolver de 1966. Também foi lançada como Lado B de um single, que tinha como Lado A a canção Yellow Submarine, simultaneamente ao álbum.
A canção foi inicialmente escrita por Paul McCartney, mas em uma entrevista[carece de fontes] concedida à Revista Playboy em 1980, pouco antes de morrer, John Lennon afirmou que “o primeiro verso era do Paul, mas que o restante era basicamente meu”. Pete Shotton, um amigo íntimo[carece de fontes] de Lennon que estava presente naquele momento, disse[carece de fontes] “Penso que John (cuja memória podia ser extremamente falha) tomou os créditos, em uma de suas últimas entrevistas, por muitas das letras, mas na minha memória ‘Eleanor Rigby’ foi uma ‘Lennon-McCartney’ clássica na qual a contribuição de John foi virtualmente nula”. No entanto, a música é cantada por Paul.
McCartney também afirmou[carece de fontes] que John ajudou algo como “metade de uma linha”. À parte da discussão, Eleanor Rigby permanece como uma das mais reconhecidas e distintas canções dos Beatles, com sua letra contando sobre a solidão das pessoas mais velhas. A sua tradução começa:
«Ah, olhe todas as pessoas solitárias», referindo-se, pelo meio da música, que ninguém presta atenção às pessoas solitárias.
Ela também faz parte da fase de transição, continuando a transformação dos Beatles, que começaram com uma orientação Pop e gradualmente se tornaram uma banda de estúdio mais séria e experimental.
Em dezembro de 1982 na cidade de Liverpool, foi esculpida uma estátua[carece de fontes] de uma idosa solitária em homenagem à canção.

Editado por Skinreed em Nov 12 2013, 1h43

Todos os textos enviados pelos usuários nesta página estão disponíveis sob a licença Creative Commons Attribution/Share-Alike.
Os textos também estão disponíveis sob a Licença de documentação livre GNU.

Você está vendo a versão 1. Veja versões mais antigas, ou discuta esta wiki.

Você também pode ver uma lista de todas as alterações recentes na wiki.