Biografia

Mitar Subotic, o Suba, nasceu em Novi Sad, na Iugoslávia. Músico de formação erudita, ainda jovem fez trilhas para teatro e pesquisou música folclórica do seu país. Em 1990, com uma bolsa da Unesco, chegou ao Brasil, onde se estabeleceu como produtor. Foi responsável por discos como “Benzina”(Edgard Scandurra), “Fuá na Casa de Cabral” (Mestre Ambrósio), “Pierrot do Brasil” (Marina Lima) e “Tanto Tempo” (Bebel Gilberto), entre outros de Arnaldo Antunes, Taciana, Dinho Ouro-Preto e Edson Cordeiro. Em 1999, lançou pelo selo belga Ziriguiboom o disco solo “São Paulo Confessions”, homenagem à cidade que escolheu para viver. Suba morreu meses depois do lançamento do CD (que recebeu vários elogios no exterior), num incêndio em seu apartamento. “São Paulo” só foi lançado no Brasil no ano seguinte pelo Instituto Suba, montado por amigos do músico.

Editado por Docero em Dez 19 2009, 15h16

Fontes (ver histórico)

cliquemusic.uol.com.br

Todos os textos enviados pelos usuários nesta página estão disponíveis sob a licença Creative Commons Attribution/Share-Alike.
Os textos também estão disponíveis sob a Licença de documentação livre GNU.

Ficha do artista

Gerado a partir de fatos marcados na wiki.

Não existe informação sobre este artista

Você está vendo a versão 2. Veja versões mais antigas, ou discuta esta wiki.

Você também pode ver uma lista de todas as alterações recentes na wiki.

Mais informações

De outras fontes.

Links
Gravadoras