Sister Machine Gun foi uma banda de rock industrial baseada em Chicago. O grupo foi formado por Chris Randall e Guilherme Machado em New York. Eles tocaram no Pipeline de New Jersey e no Limelight de New York. A banda entrou num breve hiato após Chris Randall se juntar a uma turnê do KMFDM como técnico de palco. Após a turnê, Randall saiu da cidade de New York e se mudou para Chicago. Ele então trabalhou na Wax Trax! Records e gravou uma demo com Jim Marcus e Van Christie, do Die Warzau. A demo foi entregue a Sascha Konietzko do KMFDM para ser mixada. Konietzko mostrou a demo para Jim Nash, chefe da Wax Trax! Records, onde Randall trabalhou. O selo então contratou a banda.

O debut do Sister Machine Gun, “Sins of the Flesh” foi lançado pela Wax Trax! em 1992. Durante esse tempo, Chris Randall formou um grupo de músicos para a tunê do álbum. Tom Gaul e Steve Stoll se juntaram à Randall e Chris Kelly. Stoll deixou o grupo após a turnê e trabalhou no álbum seguinte.

“The Torture Technique” foi lançado em 1994. Tom Gaul deixou o grupo após o processo de gravação. Novos membros foram recrutados para a turnê que se seguiu. Foi chamado o guitarrista Greg Lucas (mais tarde membro do Final Cut), assim como o baterista Scott Churilla (mais tarde membro do The Reverend Horton Heat). O Sister Machine Gun participou da turnê Angstfest, ao lado do KMFDM e do Chemlab.

Após esse giro, Chris Kelly deixou a banda. Antes das gravações de “Burn”, o Sister Machine Gun saiu em mais uma turnê. A formação durante esse período consistiu em Chris Randall, Bob Jones (baixo), Tom DeSalvo (ex-Chemlab, bateria) e Chris Smits na guitarra.

A banda começou a trabalhar no álbum “Burn”. O guitarrista Geno Lenardo (Filter) participou das gravações. “Burn” foi lançado em 1995. A faixa-título se tornou uma das músicas mais conhecidas da banda e mais tarde figurou na trilha sonora do filme “Mortal Kombat”.

A formação da turnê trazia Chris Randall, o baixista Richard Deacon e o baterista Kevin Temple (ex-Die Warzau e mais tarde Apartment 26). Essa formação permaneceu consistente ao longo das turnês de “Burn” e “Metropolis”, com os guitarristas Pat Sprawl e Brian Sarche contribuindo em várias ocasiões.

O último álbum do Sister Machine Gun na Wax Trax!, “Metropolis”, foi lançado em 1997. Reeves Gabrels fez o trabalho de guitarra no álbum.

Após o álbum “Metropolis”, de 1997, o Sister Machine Gun deixou a Wax Trax!. O resto do material da banda foi lançado pela Positron! Records de Chris Randall, o selo que ele fundou e gerencia com sua esposa, Lisa. O som da banda mudou consideravelmente após a mudança para o novo selo.

Em 2007, o Sister Machine Gun encerrou oficialmente as atividades e Chris Randall iniciou uma carreira solo.

Editado por doggmadogg em Nov 15 2011, 19h33

Todos os textos enviados pelos usuários nesta página estão disponíveis sob a licença Creative Commons Attribution/Share-Alike.
Os textos também estão disponíveis sob a Licença de documentação livre GNU.

Ficha do artista

Gerado a partir de fatos marcados na wiki.

Não existe informação sobre este artista

Você está vendo a versão 2. Veja versões mais antigas, ou discuta esta wiki.

Você também pode ver uma lista de todas as alterações recentes na wiki.

Mais informações

De outras fontes.

Links
Membros da banda
Gravadoras