Descubra novas músicas

A Last.fm é um serviço de descoberta de músicas que lhe oferece recomendações personalizadas com base nas músicas que você ouve.

Inicie o seu perfil na Last.fm Fechar janela

Rigor Mortis

Tags

Tags de todos os usuários

Mais tags

Biografia

Texas, Estados Unidos (1983 – presente)

A banda de Rigor Mortis (que não deve ser confundida com a banda que se tornou o Immolation) se formou em 1983 quando os colegas de classe Harden Harrison (bateria) e Casey Orr (baixo) encontraram Mike Scaccia (vocal, guitarra). Os três compartilhavam do mesmo gosto por filmes de terror/gore e música extremamente pesada, e esta receita ajudou-os a criar uma forma única de que nunca havia sido ouvida antes. Em cinco anos, eles haviam virtualmente criado a cena de no Texas e são hoje considerados a primeira banda de / a conseguir contrato com um grande selo, lançando em 1988, com Bruce Corbitt nos vocais, o seu álbum de estréia epônimo pela Capitol Records. A banda construiu sua reputação como a mais insana de Dallas/Ft. Worth, sendo a primeira a tentar o junto com a cena e ser aceita, mas não sem uma briga ou duas! Em 1989 Bruce foi trocado por Doyle Bright e nos próximos 3 anos eles reinaram supremos em sua terra natal lançando mais dois álbuns, o EP “Freaks”, de 1989, lançado pela Metal Blade Records, e “Rigor Mortis vs. The World”, de 1991, lançado pela Triple X Records. A banda entrou em um hiato indefinido desde então, com seus membros participando de diversos projetos paralelos, entre eles o Ministry e o GWAR.

(adaptado do site oficial da banda)

Vídeos

Principais álbuns

Eventos

Adicionar evento

Tendência musical

17.016ouvintes no total
263.040scrobbles acumulados
Tendência de ouvintes recentes:

Comece a fazer scrobble e acompanhe o histórico de suas músicas

Os usuários da Last.fm fazem scrobble das músicas que ouvem no iTunes, Spotify, Rdio e em mais de 200 outros players de músicas

Crie um perfil na Last.fm

Caixa de mensagens

Deixe um comentário. Faça login na Last.fm ou registre-se.

Principais ouvintes