Biografia

Ray Gillen (12 de Maio de 1958 - 1 de Dezembro de 1993) foi um cantor, conhecido pelo seu trabalho com as bandas Black Sabbath e Badlands.

Após passar por diversas bandas durante sua fase na escola, ele finalmente atingiu a sorte grande quando entrou na banda solo do ex-baterista do Rainbow, bobby rondinelli. O ano era 1985, e enquanto gravava um álbum de estréia com essa banda, Ray Gillen recebeu dois convites inusitados: para ser o vocalista principal do famoso musical Cats e para ser o vocalista da banda inglesa Black Sabbath. Ele então saiu da banda Rondinelli e recusando o convite do musical, entrou no Black Sabbath tornou-se o sucessor do Glenn Hughes no Black Sabbath, que após uma briga durante a turnê sofreu uma lesão na cavidade nasal que inundava de sangue suas cordas vocais.

Após a turnê do disco Seventh Star, a banda entrou em estúdio para gravar o disco Eternal Idol. Por diversos problemas, principalmente financeiros, a banda perdeu o baterista Eric Singer e o baixista Dave Spitz. Ray Gillen então saiu da banda, com o disco praticamente pronto, para ir se juntar a John Sykes no Blue Murder. Tony Martin foi chamado para substituir Ray Gillen e regravar o disco no Black Sabbath.

Após poucos meses no Blue Murder, Ray Gillen foi mandado embora e gravou uma participação no Dream Runner, segundo álbum do projeto Phenomena, criado pelos irmãos Tom Galley e Mel Galley (que nesse momento gravava o álbum Slide It In do Whitesnake), cantando ao lado de Glenn Hughes e John Wetton. O álbum, lançado em 1987, foi o primeiro registro oficial do Ray Gillen no mundo da música. Ainda em 1987, Ray participou da gravação da música Strange Wings do álbum Hall of the Moutain King.

No ano seguinte, junto do ex-companheiro Eric Singer, do Jake E. Lee (ex-guitarrista do Ozzy Osbourne) e do desconhecido baixista Greg Chaisson, fundou o Badlands. O primeiro disco, auto-intitulado, foi um sucesso nos Estados Unidos e Europa. Seu sucessor, Voodoo Highway, vendeu mal devido à onda grunge. Já debilitado pela Aids, Ray entrou em estúdio para gravar o terceiro disco da banda, que não foi aprovado pela gravadora.

Ray Gillen faleceu em Nova Iorque em 1993, no dia 1 de dezembro, dois dias antes do aniversário de Ozzy Osbourne, o homem que ele substituiu no Black Sabbath. Glenn Hughes, depois tornou-se um grande amigo do Ray, organizou um tributo para ele em 1994. O terceiro disco do Badlands, chamado Dusk, foi um lançamento póstumo, organizado pelo amigo e ex-companheiro de banda Greg Chaisson.

Editado por nunobruno em Mar 30 2011, 17h23

Todos os textos enviados pelos usuários nesta página estão disponíveis sob a licença Creative Commons Attribution/Share-Alike.
Os textos também estão disponíveis sob a Licença de documentação livre GNU.

Ficha do artista

Gerado a partir de fatos marcados na wiki.

Não existe informação sobre este artista

Você está vendo a versão 3. Veja versões mais antigas, ou discuta esta wiki.

Você também pode ver uma lista de todas as alterações recentes na wiki.

Mais informações

De outras fontes.

Links
Gravadoras