Biografia

Charlie Ray Wiggins ou Raphael Wiggins. Estes são os dois possíveis refúgios para o nome natural de Raphael Saadiq. O veterano cantor, músico e produtor norte-americano nasceu em 1966 com o olhar retido na beleza da baía de Oakland (California). O artista cresceu com a acústica entre os dedos, e assim continuou em direcção à actualidade, caminhando sempre com as mãos coladas na música.

Tony! Toni! Toné! foi o primeiro projecto a notabilizar o talento de Raphael Saadiq. O grupo divagou com enorme sucesso no íntimo do R&B e da corrente New Jack Swing, editando quatro álbuns entre 1988 e 1996. Ainda enquanto membro do grupo, Raphael Saadiq não descartou colaborar em projectos de Sheila E. e A Tribe Called Quest, mas foi o corte na linha cronológica dos Tony! Toni! Toné! que permitiu a ascensão do artista a solo. Enquanto produtor, Raphael Saadiq soube brilhar nos sucessos de D’Angelo, Laurneá e The Roots. O passo seguinte foi a edificação do trio Lucy Pearl, fundado por Raphael Saadiq em 1999 ao lado de Ali Shaheed Muhammad dos A Tribe Called Quest e Dawn Robinson das En Vogue, no entanto o projecto sempre se mostrou um pouco instável. Raphael Saadiq acabou mesmo por concentrar as suas forças numa carreira a solo, abandonando o grupo em 2002.

“Instante Vintage” marcou o início de um novo rumo. Este seu primeiro álbum a solo, editado em 2002, foi alvo de grande sucesso. O disco recebeu a preciosa colaboração de D’Angelo no single “Be Here”, mas o espaço destinado aos convidados também soube hospedar o brilho de Angie Stone e Calvin Richardson. Depois da edição em 2003 de um álbum gravado ao vivo, “Ray Ray” surgiu como título para o seu terceiro álbum a solo, editado em 2004 sob o olhar atento dos amantes da Soul e do R&B. O disco seguiu as linhas da época, apresentando aspectos sonoros que primam pela modernidade, remetendo desta forma um possível regresso ao passado para uma futura ocasião. “Introducing Joss Stone” é mais um disco a citar na observação da carreira desta excelente artista. Apesar de pertencer a Joss Stone, o álbum foi produzido de forma irrepreensível por Raphael Saadiq.

O cantor reaparece agora a solo apostando forte numa textura que assenta raízes no revivalismo. Até podemos afirmar que esta sua nova toada também esteve presente nos seus primeiros álbuns de estúdio, mas desta forma teríamos de admitir que por aí esse sentimento surgiu algo camuflado. Desta vez o cantor promete um regresso às origens muito intenso, um regresso necessário e assumido. A tradição da música Soul será então alvo de enorme apreço neste seu próximo disco. “The Way I See It” tem lançamento agendado para o dia 16 de Setembro de 2008. Entre os convidados deste álbum surgem nomes como Joss Stone, Stevie Wonder e Jay-Z. Espreitem o tema “Love That Girl”, e depois assumam que “The Way I See It” poderá figurar no pódio destinado aos melhores álbuns de Soul de 2008.

Editado por efreetales em Jan 30 2009, 18h42

Todos os textos enviados pelos usuários nesta página estão disponíveis sob a licença Creative Commons Attribution/Share-Alike.
Os textos também estão disponíveis sob a Licença de documentação livre GNU.

Ficha do artista

Gerado a partir de fatos marcados na wiki.

Não existe informação sobre este artista

Você está vendo a versão 1. Veja versões mais antigas, ou discuta esta wiki.

Você também pode ver uma lista de todas as alterações recentes na wiki.