Biografia

Umm Kulthum (4 de Maio de 1904 - 3 de Fevereiro de 1975) foi uma cantora egípcia popular por todo o mundo árabe, onde é conhecida como Kawkab al-Sharq (“A Estrela do Este”).

Nasceu com o nome Fatima Ibrahim al-Baltaji na aldeia de Tammay, perto de Simbalawin, província de Daqahliyah, na região do Delta, numa família pobre. O seu pai, al-Shaykh Ibrahim al-Sayyid al-Baltajil, era um xeque local que chamava os crentes à oração e recitava o Alcorão em ocasiões festivas, como casamentos ou os Maulids (celebrações das datas de nascimento de figuras do islão, como do profeta Muhammad). A mãe de Umm Kulthum era doméstica.

O pai de Umm Kulthum, reconhecendo o talento da sua filha, que aprendeu sozinha as recitações que o pai ensinava ao seu filho, começou a levá-la consigo para os eventos, mas vestida como um rapaz.

A fama de Umm Kulthum como cantora e recitadora do Alcorão difundiu-se e várias pessoas aconselharam-na a mudar-se para o Cairo com pai, onde existiriam outras possibilidades para desenvolvimento artístico de Umm Kulthum.

Depois de alguma relutância por parte da família, Umm Kulthum mudou-se para o Cairo por volta de 1923.

Na cidade do Cairo Umm Kulthum e a sua família foram vistos como antiquados e campónios. Numa tentativa de aperfeiçoar o talento da filha, o pai contratou vários professores de música. Dado que na época não era bem vistas as carreira artísticas, o pai de Kulthum continuou a acompanhá-la, embora em finais da década de vinte Umm Kulthum tenha-se tornado uma mulher independente, que escolhia os compositores com os quais trabalhava.

Na década de trinta Umm Kulthum começou a gravar discos e em 1935 ocorreu a sua estreia no mundo do cinema, com a longa-metragem Wedad. Este foi o primeiro de seis filmes que contaram com a participação da artista. As canções interpretadas pela artista eram de natureza religiosa e popular. Cantou inúmeros textos do poeta Ahmad Rami e trabalhou com o compositor Muhammad al-Qsabji, cujo trabalho se caracterizava pela introdução na música egípcia de instrumentos musicais da Europa, como o violoncelo. Um factor que muito contribuiu para a popularidade da cantora foi a difusão dos seus concertos via rádio, através dos quais os Egípcios que não tinham possibilidades económicas para ir a um concerto, puderam conhecer a artisa.

Na cidade do Cairo Umm Kulthum e a sua família foram vistos como antiquados e campónios. Numa tentativa de aperfeiçoar o talento da filha, o pai contratou vários professores de música. Dado que na época não era bem vistas as carreira artísticas, o pai de Kulthum continuou a acompanhá-la, embora em finais da década de vinte Umm Kulthum tenha-se tornado uma mulher independente, que escolhia os compositores com os quais trabalhava.

Na década de trinta Umm Kulthum começou a gravar discos e em 1935 ocorreu a sua estreia no mundo do cinema, com a longa-metragem Wedad. Este foi o primeiro de seis filmes que contaram com a participação da artista. As canções interpretadas pela artista eram de natureza religiosa e popular. Cantou inúmeros textos do poeta Ahmad Rami e trabalhou com o compositor Muhammad al-Qsabji, cujo trabalho se caracterizava pela introdução na música egípcia de instrumentos musicais da Europa, como o violoncelo. Um factor que muito contribuiu para a popularidade da cantora foi a difusão dos seus concertos via rádio, através dos quais os Egípcios que não tinham possibilidades económicas para ir a um concerto, puderam conhecer a artisa.

Na cidade do Cairo Umm Kulthum e a sua família foram vistos como antiquados e campónios. Numa tentativa de aperfeiçoar o talento da filha, o pai contratou vários professores de música. Dado que na época não era bem vistas as carreira artísticas, o pai de Kulthum continuou a acompanhá-la, embora em finais da década de vinte Umm Kulthum tenha-se tornado uma mulher independente, que escolhia os compositores com os quais trabalhava.

Na década de trinta Umm Kulthum começou a gravar discos e em 1935 ocorreu a sua estreia no mundo do cinema, com a longa-metragem Wedad. Este foi o primeiro de seis filmes que contaram com a participação da artista. As canções interpretadas pela artista eram de natureza religiosa e popular. Cantou inúmeros textos do poeta Ahmad Rami e trabalhou com o compositor Muhammad al-Qsabji, cujo trabalho se caracterizava pela introdução na música egípcia de instrumentos musicais da Europa, como o violoncelo. Um factor que muito contribuiu para a popularidade da cantora foi a difusão dos seus concertos via rádio, através dos quais os Egípcios que não tinham possibilidades económicas para ir a um concerto, puderam conhecer a artisa.

A saúde de Umm Kulthum começou a deteriorar-se a partir de 1971. Em Março problemas com a vesícula biliar levaram ao cancelamento de espectáculos. Meses depois, uma infecção no fígado levou igualmente ao cancelamento dos espectáculos marcados para Março e Abril de 1972. O último concerto de Umm Kulthum foi em Dezembro de 1972.

Nos anos de 1973 e 1974 a cantora visitou vários países da Europa e os Estados Unidos da América com o objectivo de procurar tratamento para os seus problemas no fígado.

Em Janeiro de 1975 agravaram-se as suas complicações no fígado e cantora seria hospitalizada no Cairo, contra a sua vontade. Umm Kulthum faleceu a 3 de Fevereiro de 1975, vítima de um ataque cardíaco. O funeral foi marcado para a mesquita Umar Makram no Cairo, local conhecido por nele decorrerem os funerais de altas personalidades egípcias. Contudo, o funeral teve que ser adiado dois dias, devido à chegada ao Egipto de numerosos fãs da cantora vindos do mundo árabe, apesar deste adiamento ir contra as práticas funerárias muçulmanas que recomendam o enterramento o mais rapidamente possível.


Postado por: Eduardo Haddad - Espaço Nut

Editado por espaconut em Abr 10 2009, 21h23

Todos os textos enviados pelos usuários nesta página estão disponíveis sob a licença Creative Commons Attribution/Share-Alike.
Os textos também estão disponíveis sob a Licença de documentação livre GNU.

Ficha do artista

Gerado a partir de fatos marcados na wiki.

Não existe informação sobre este artista

Você está vendo a versão 1. Veja versões mais antigas, ou discuta esta wiki.

Você também pode ver uma lista de todas as alterações recentes na wiki.