Biografia

O compositor Mark Snow se envolveu com Arquivo-X através de uma amizade com o produtor executivo R.W. Goodwin. Inicialmente quando a equipe de produção falava sobre quem iria ser o encarregado das composições, Chris Carter não sabia a quem perguntar. No total de 10 à 15 pessoas foram vistas, mas Goodwin continuou a pressionar para Snow ser o chefe de composição. Snow fez três audições, mas não recebeu nenhum aviso da produção se iria ou não trabalhar na série. Então um dia, o agente de Snow ligou para ele, falando sobre o episódio piloto, e dizendo que ele havia conseguido a parte.

De acordo com “Behind the Truth” no DVD da primeira temporada, Snow criou o efeito de eco no famoso tema de Arquivo-X por acidente. Ele disse que havia passado por várias revisões, pois Carter sentia que algo não estava certo. Carter saiu da sala e Snow colocou a mão e o antebraço no seu teclado em frustração. Snow disse, “o som estava no teclado. E assim ficou.” O segundo episódio, “Deep Throat”, foi a primeira vez que Snow compôs sozinho a trilha sonora de um episódio inteiro de Arquivo-X.

Snow também compôs a trilha sonora para o filme The X-Files: I Want to Believe e lançou no álbum The X-Files: I Want to Believe: Original Motion Picture Score. As músicas foram gravas com a Hollywood Studio Symphony em maio de 2008 no Newman Scoring Stage.[2] A banda britânica UNKLE gravou uma nova versão da música tema para os créditos final do filme.

Editado por JoyceEsquerdo em Ago 7 2011, 21h20

Todos os textos enviados pelos usuários nesta página estão disponíveis sob a licença Creative Commons Attribution/Share-Alike.
Os textos também estão disponíveis sob a Licença de documentação livre GNU.

Ficha do artista

Gerado a partir de fatos marcados na wiki.

Não existe informação sobre este artista

Você está vendo a versão 2. Veja versões mais antigas, ou discuta esta wiki.

Você também pode ver uma lista de todas as alterações recentes na wiki.