Iniciou a sua carreira durante o fascismo, tendo sido perseguido e exilado na França. Trabalhou com José Afonso e Sérgio Godinho, entre outros nomes da música portuguesa. Personalidade irascível e resistente de rara coerência trabalhou igualmente no teatro e no cinema. São obras suas famosas os discos “Ser Solid(t)ário”, “Margem de Certa Maneira”, “A noite” e o emblemático “FMI”, obra síntese do movimento revolucionário português com seus sonhos e desencantos. Esta última foi pelo próprio proibida de passar em quaisquer rádio, TV ou outro tipo de exibição pública. Não obstante este facto “FMI” será, provavelmente, a sua obra mais conhecida.

Editado por joaopsmartins em Mar 30 2007, 15h58

Todos os textos enviados pelos usuários nesta página estão disponíveis sob a licença Creative Commons Attribution/Share-Alike.
Os textos também estão disponíveis sob a Licença de documentação livre GNU.

Ficha do artista

Gerado a partir de fatos marcados na wiki.

Não existe informação sobre este artista

Você está vendo a versão 1. Veja versões mais antigas, ou discuta esta wiki.

Você também pode ver uma lista de todas as alterações recentes na wiki.

Mais informações

De outras fontes.

Links
Gravadoras