Biografia

Banda originária dos estados Unidos, mais precisamente da Filadélfia, embora alguns pensem que eles sejam originários da Flórida, devido ao fato de ter havido por lá na época uma banda chamada The Bangs.

No final de 1969 o baterista Tony D’Iorio responde ao anúncio num jornal, e se encontra com o guitarrista Frankie Gilcken e o baixista Frank Ferrara, ambos com apenas dezessete anos, mas que já tinham experiência com várias bandas formadas desde que iniciaram na escola secundária, influenciados principalmente pelos The Beatles.

Como a química havia funcionado, começam a ensaiar, inicialmente contando com um vocalista conhecido apenas como C.J., com quem fariam sua primeira apresentação, ocorrida num manicômio, que era o lugar onde C.J. estava morando…

Após tentar vários vocalistas (e até tecladistas), decidem que o melhor seria se estabelecer como um “power-trio”; na época, eles tocavam sob o nome “MAGIC BAND”, até que um dia D’Iorio se deparou com um artigo na revista Rolling Stone intitulado “English groups BANG in USA”, que falava sobre a “explosão” das bandas inglesas nos EUA.

Nada de grande aconteceria até 1971, tempo este que seria aproveitado pelo grupo, já batizado de BANG, para compor e ensaiar material próprio, para o que viria a ser o LP “Death Of A Country”, que seria engavetado pela gravadora, permanecendo inédito até 1999.

Gravadora? Pois é, graças a um contato na Flórida (justamente onde havia aquela outra banda quase homônima), eles são convidados a abrir shows para artistas do quilate de Rod Stewart, James Gang, Deep Purple, Uriah Heep, Steppenwolf, e um pouco mais tarde até para o Black Sabbath, além de muitos outros.

E estes shows acabam rendendo um contrato com a Capitol Records, onde gravam o tal álbum em agosto de 1971, e que de certa forma se tratava de um trabalho conceitual, com letras falando sobre o apocalipse, inclusive tendo ao final uma reprodução (bastante distorcida) do som da explosão de uma bomba atômica.

Mas a Capitol achou o trabalho extremamente anti-comercial, e acabou por rejeitá-lo, designando para Michael Sunday (que havia trabalhado, entre outros, com o pessoal do Blue Cheer), a incumbência de produzir outro álbum.

Michael decide realçar o aspecto “heavy” do grupo, e lhes dá duas semanas de prazo para compor um novo disco, que resulta no auto-intitulado LP, gravado em fevereiro de 1972 e lançado poucos meses depois, com a capa inspirada no que teria sido o primeiro trabalho.

Em novembro do mesmo ano, os rapazes registram mais um álbum, desta vez sob a produção de Jeffrey Cheen e John Palladino, que seria lançado ainda em dezembro: “Mother / Bow To The King”, que pode de fato ser considerado como dois trabalhos distintos, pois as capas e até os selos do Lado A e B apresentam diferenças.

Mas os produtores aprontam uma sacanagem com D’Iorio, tendo substituído sua gravação original pelo trabalho de dois bateristas de estúdio: Duris Maxwell e Bruce Gary (Knack). Isto provocaria uma crise no grupo, que resultaria em sua saída, embora ainda permanecesse como letrista e tenha passado para a função de empresário.

Como a gravadora não havia investido em publicidade, eles não conseguem sequer fazer uma turnê para promover o álbum, mas mesmo assim, como tinham assinado um contrato para gravar quatro discos, em junho de 1973, registram algumas músicas, novamente com Bruce Gary na bateria, que seriam lançadas no mesmo ano no LP “Music”.

Era o fim. Gilcken vai para o Texas, tocar numa banda local, Ferrara parte para carreira solo e Tony sai do meio musical.

Editado por kvnol em Out 19 2013, 21h38

Todos os textos enviados pelos usuários nesta página estão disponíveis sob a licença Creative Commons Attribution/Share-Alike.
Os textos também estão disponíveis sob a Licença de documentação livre GNU.

Ficha do artista

Gerado a partir de fatos marcados na wiki.

Formada em
  • 1969
Separou-se em
  • 1973
Fundada em
  • Filadélfia
Membros da banda

Você está vendo a versão 5. Veja versões mais antigas, ou discuta esta wiki.

Você também pode ver uma lista de todas as alterações recentes na wiki.

Mais informações

De outras fontes.

Links
Gravadoras