Biografia

O primeiro contacto tido com os Ars Diavoli remonta à edição do split -CD «Black Throne of Disease», lançado juntamente com outros projectos soturnos da cena black metal nacional, revelando desde logo toda a angústia e som sufocante transpostos para a fita por Vilkacis, multi-instrumentista nos Malleus e que como guitarrista descarrega a sua ira nos lisboetas Lux Ferre.
Como uma auto-infligida flagelação, «Pro Nihilo Esse» escorre ao longo de 6 prolongados temas as memórias mais viscerais de entidades paradigmáticas como uns Burzum, numa experiência que se revela compulsiva e mergulha numa dramática descarga emocional, como uma catarse num processo final de purificação. Neste trabalho solitário com uma indisfarçável veneração satânica, um apelo suicida como que nos agarra, até que subitamente nos deixa com uma incrível sensação de alívio, assim que se restabelece o silêncio e a luz regressa de novo à nossa companhia.
Embora este álbum de estreia não seja um banho de sangue em termos de criatividade e mesmo que alguns momentos que não passem de pequenos derrames… os seguidores de projectos mais arrastados, melancólicos e obscuros, encontrarão neste trabalho muitas passagens para seguir com todo o interesse.

Editado por TheBronzeAge em Out 12 2008, 9h46

Todos os textos enviados pelos usuários nesta página estão disponíveis sob a licença Creative Commons Attribution/Share-Alike.
Os textos também estão disponíveis sob a Licença de documentação livre GNU.

Ficha do artista

Gerado a partir de fatos marcados na wiki.

Não existe informação sobre este artista

Você está vendo a versão 1. Veja versões mais antigas, ou discuta esta wiki.

Você também pode ver uma lista de todas as alterações recentes na wiki.

Mais informações

De outras fontes.

Links