Biografia

Namie Amuro, nascida em Naha, Okinawa, Japão, no dia 20 de setembro de 1977, é uma das artistas mais populares do Japão ㅡ talvez a de maior sucesso de todos os tempos ㅡ e da Ásia. Começou sua carreira cantando em um pequeno supermercado de Okinawa. Sonhava apenas em ser um dos cantores que via na TV. Seu talento musical e suas habilidades na dança combinadas com seu carisma e forte presença de palco conquistaram corações ao redor do mundo. Já vendeu mais de 34 milhões apenas no Japão.

Nascida em Naha, foi criada, ao lado de seus 3 irmãos, apenas por sua mãe, Emiko Taira, que se divorciou quando ela tinha 4 anos. Taira trabalhava como funcionária de uma creche e recepcionista em um bar para sustentá-los. Sua ascendência é de 3/4 Japoneses e 1/4 Italianos. Sua mãe era mestiça.

Ela não tinha a ambição de se tornar uma artista em sua infância, e sim o sonho de se tornar uma aeromoça. No entanto, foi descoberta em 1992 aos 12 anos por Masayuki Makino, que era dono de uma escola de artes dramáticas e musicais. Logo, ela entrou na escola, e depois de 2 anos de estudo, Makino a pôs em um grupo chamado SUPER MONKEY’S ao lado de 4 garotas, sendo que uma delas era filha de Makino. Elas lançaram o 1º single pela Toshiba-EMI em setembro. Um ano depois, elas se mudaram para Tóquio, contra os desejos da mãe de Namie.

Algumas das canções estilo conseguiram chamar a atenção da mídia. Porém não tiveram muito sucesso, com algumas integrantes saindo e outras entrando. Em 1994, mudaram o nome para 安室奈美恵 with Super Monkey’s, refletindo a crescente popularidade de Namie. Além das atividades do grupo, fazia participações em seriados na televisão e em pequenos filmes. Mudaram a formação pela última vez em 1995, lançando o single TRY ME ~私を信じて~, produzido por Max Matsuura. O single foi o 1º e último a chegar ao Top 10. Mais tarde, o single daria a elas o prêmio “Golden Arrow”.

Um tempo depois, lançou mais 2 singles pela Toshiba-EMI, dessa vez como artista solo, apesar das outras integrantes continuarem se apresentando como dançarinas dela durante a promoção desses singles, além de 2 álbuns com músicas das [atist]SUPER MONKEY’S. Todas foram contratadas pela gravadora Avex Trax em 1995. Namie se tornou solista enquanto as outras se reformularam no grupo Max.

Lançou o single Body Feels EXIT no mesmo mês em que entrou para a Avex Trax. Foi o 1º single vindo da parceria com o produtor Tetsuya Komuro, que já havia a procurado em 1993, depois de vê-la em um comercial na TV junto com as SUPER MONKEY’S. Foi através de seu antigo produtor, Matsuura, que ela conseguiu mudar de gravadora e trabalhar com Komuro. O 2º single produzido por Komuro, Chase the Chance, foi lançado 2 meses depois e foi o seu primeiro a vender 1 milhão de cópias.

Durante 1995/1996, lançou consecutivamente 3 singles Chase the Chance, Don’t wanna cry e You’re my sunshine, que chegaram ao topo das paradas e venderam mais de 1 milhão cada. Depois de 4 singles, lançou seu 1º álbum, SWEET 19 BLUES, que fez enorme sucesso vendendo mais de 3 milhões de cópias e participou de 2 filmes no cinema. No final de 1996, foi ganhadora do “Grand Prix”, o maior prêmio da premiação Japan Record, com Don’t wanna cry na categoria de melhor música, tornando-se a artista mais jovem a ter ganho o prêmio.

Nessa época, o seu sucesso já alcançava não somente o mundo da música, mas também a cultura fashion japonesa. A pele bronzeada, cabelo pintado, mini-saias e botas, características famosas de Namie na época, foram imitadas por toda uma geração de garotas no Japão, chamadas de “Amuraa” pela mídia. Ela é muitas vezes creditada como a criadora do “Ganguro”, que é dito ser um descendente do ‘fênomeno Amura”.

Começou 1997 com o single que definiu sua carreira, CAN YOU CELEBRATE?, vendendo mais de 800,000 cópias em sua 1ª semana. Em 2005, a ORICON, reconheceu o single como o mais vendido de uma cantora entre 1996 e 2005. Até 2008, esse single ainda é o mais vendido de uma solista na história da música japonesa com 2,296,200 cópias. Depois de ter lançado o single de How to be a Girl, lançou seu 2° álbum, Concentration 20. No outono, conquistou novamente o Grand Prix com CAN YOU CELEBRATE?.

Em 1998, lançou uma coletânea de seus maiores sucessos chamada 181920.

Em janeiro de 2000, lançou um novo álbum, GENIUS 2000, que estreiou em 1º lugar. No 2° semestre do ano, lançou o single NEVER END. A canção foi tema do encontro do G8 que acontecia em Okinawa naquele ano. Ela havia sido encomendada pelo falecido Keizo Obuchi, primeiro-ministro do Japão, que havia pedido uma canção que transmitisse “uma visão de harmonia e interação no mundo no 21º século”. Obuchi mais tarde, pediu a ela que cantasse a música durante o encontro. Terminou o ano lançando o álbum break the rules em dezembro.

Em agosto de 2001, lançou o single Say the word. Pela primeira vez ela teve um papel ativo direto na produção de um lançamento seu, escrevendo a letra da canção. Em dezembro, fez parte do projeto de caridade song+nation da gravadora Avex Trax.

Em 2002, lança mais uma coletânea chamada LOVE ENHANCED♥ single collection.

Em 2003, lançou o single shine more. E mais dois singles, Put ‘Em Up e SO CRAZY / Come. Come foi utilizada no 6° encerramento do “Inuyasha”. No fim do ano, ela lançou seu álbum, STYLE.

No final do mês de maio de 2005, se apresentou no “MTV VMA Japan” pelo 4° ano consecutivo, levando 2 prêmios para casa. Ganhou o de “Melhor Vídeo de R&B” e um prêmio especial para “A artista mais impressionante em toda Ásia”, se tornando a 1ª artista a ganhar prêmios por 4 anos seguidos nesse evento. Ela havia ganhado o prêmio “Inspiração Japão” (2002), “Melhor Colaboração” (2003) e “Melhor Vídeo de R&B” (2004). Entre esses 2 eventos, anunciou o lançamento de seu 6º álbum, Queen of Hip-Pop.

No início de 2006, participou da música Do What U Gotta Do feat. AI, 安室奈美恵, & Mummy-D, do rapper japonês Zeebra, que também teve a participação de Mummy-D e AI. Em fevereiro, o PV de WoWa foi indicado ao prêmio de “Melhor Videoclipe Feminino” no” Space Shower TV Music Video Awards”, mas não ganhou. Em maio, lançou o single CAN’T SLEEP, CAN’T EAT, I’M SICK / 人魚. Em agosto, começou a turnê Namie Amuro Best Tour “Live Style 2006”, que focou em músicas não tão conhecidas. No dia 17 de setembro, se apresentou para 12.000 pessoas no estádio nacional Yoyogi, em Tóquio. Foi publicado em 2007 que esperava poder fazer turnês não só no Japão, mas na Ásia e na América também. Em 27 de Junho de 2007, lançou o álbum PLAY, que chegou ao 1º lugar na parada no dia de seu lançamento.

Em 2008, lançou o single 60s 70s 80s, foi seu 1º triplo A-side. Cada música e PV faz referência a uma década, a de 60, 70 e 80. 60s 70s 80s estreou na segunda posição da parada diária, e no quarto dia chegou ao primeiro lugar com 114.000 cópias vendidas. Na segunda semana o single chegou a primeira posição na parada semanal, com 291,945 cópias. No dia 30 de julho, lança a coletânea de sucessos BEST FICTION. A coletânea conta com seus singles desde Wishing On The Same Star até 60s 70s 80s. Segundo a ORICON, BEST FICTION vendeu na primeira semana 681.187 cópias, sua maior vendagem em uma semana de estreia desde 181920, em 1998, e também a maior do ano de 2008. O álbum permaneceu na primeira posição nas duas semana seguintes, chegando a 1 milhão de cópias. BEST FICTION permaneceu seis semanas consecutivas no primeiro lugar da ORICON, se tornando o primeiro álbum em 14 anos a conseguir esse feito.

Em 2009, lançou o single de WILD / Dr. que estreou em 1° lugar no primeiro dia com 28 mil copias. No fim de 2009, surpreende os fãs com mais um álbum inédito, PAST < FUTURE, que teve ótimas vendas já na primeira semana.

Em 2011, volta com o lançamento de Checkmate!, uma coletânea de colaborações.

Editado por Songhun em Jul 14 2014, 2h48

Todos os textos enviados pelos usuários nesta página estão disponíveis sob a licença Creative Commons Attribution/Share-Alike.
Os textos também estão disponíveis sob a Licença de documentação livre GNU.

Ficha do artista

Gerado a partir de fatos marcados na wiki.

Fundada em
  • Naha, Okinawa, Japão

Você está vendo a versão 16. Veja versões mais antigas, ou discuta esta wiki.

Você também pode ver uma lista de todas as alterações recentes na wiki.

Mais informações

De outras fontes.

Links